Instituto Vakinha lança campanha para promover mais equidade para mulheres
Além do movimento de conscientização e visibilidade à causa, criamos uma arrecadação especial para fortalecer o empreendedorismo feminino no país

No dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Em todo o mundo, essa data é utilizada para trazer à tona os desafios que as mulheres enfrentam na sociedade, seja pela desigualdade de gênero, dificuldades no mercado de trabalho, direitos das mulheres que são negligenciados e tantas outras pautas. 

Como surgiu a data?

O Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, tem suas raízes em março de 1911, quando ocorreu pela primeira vez na Europa. Inspirado pelas lutas das mulheres por melhores condições de trabalho e igualdade de direitos, o movimento se espalhou globalmente.

O dia marca a data em março de 1917, quando mulheres marcharam em São Petersburgo, exigindo pão e o retorno de seus filhos da guerra, desencadeando a Revolução Russa. Desde então, o Dia Internacional da Mulher é um lembrete da resiliência e da luta contínua por igualdade, reconhecendo os avanços conquistados, como o direito ao voto, enquanto enfatiza as injustiças que as mulheres ainda enfrentam em todo o mundo.

A realidade brasileira

Hoje, no Brasil, as mulheres são 51,5% da população e, mesmo assim, o sentimento que permeia muitas é de invisibilidade. 95% das mães se sentem desvalorizadas e invisíveis, segundo pesquisa da revista Crescer. Além disso, 97% das mulheres têm medo de sofrer algum tipo de violência ou importunação enquanto estão nas ruas, segundo levantamento do G1. Essa realidade é apenas a ponta do iceberg: pesquisa da Think Olga já mostrou que  7 em cada 10 pessoas diagnosticadas com depressão e ansiedade são mulheres.

Esses dados revelam a verdadeira luta das mulheres no dia a dia. Elas não nascem se sentindo cansadas, sobrecarregadas ou invisíveis, elas são criadas em um mundo onde esse sentimento passa a fazer parte de sua rotina e de sua forma de ser. É preciso repensar profundamente o papel de cada um para construção de um mundo com mais equidade para essas mulheres, viabilizando mudanças que vão muito além do dia da mulher, mas que impactam a realidade de milhões que sofrem ano após ano.

Não se trata apenas de preparar mulheres para enfrentar um mundo hostil e desigual. Trata-se de reconstruir uma sociedade onde as mulheres não apenas sobrevivam, mas floresçam. Significa reconhecer e valorizar suas contribuições em todas as esferas da vida, onde suas vozes são frequentemente silenciadas ou ignoradas.

É afim de gerar um impacto verdadeiro nessa realidade que o Vakinha, a maior plataforma de doações online da América Latina, se uniu à agência MariaSãoPaulo, uma agência feminina e plural com 100% da liderança e equipe de criação composta por mulheres, para lançar uma campanha com o foco em questionar o status quo e promover o empreendedorismo feminino e a independência financeira de mulheres por todo o país. O grande objetivo desse projeto é repensar o papel da sociedade para construção de um mundo com mais igualdade de gênero, além de arrecadar fundos para que o programa Mulheres Transformam ganhe novas turmas pelo Brasil.

Conheça a Campanha Mulheres 2024

Durante o mês de março, vamos veicular peças online e offline em redes sociais, mobiliários urbanos e aeroportos nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul alertando sobre o tema. Além da mensagem de impacto, as peças terão um QR Code que levará para a página do programa Mulheres Transformam, que faz parte do projeto Causas, desde 2023, e tem como objetivo ser um agente transformador na vida de mulheres em situação de vulnerabilidade por todo o país, oferecendo suporte e visibilidade para impulsionar ações sociais de impacto para esse público.

Na nova fase, esse programa visa capacitar e acompanhar mais de 70 mulheres das regiões sul e sudeste do Brasil em parceria com a Besouro, uma agência de fomento social reconhecida como a maior instituição de estímulo ao empreendedorismo na Base da Pirâmide socioeconômica no mundo, e outras instituições parceiras como o Ascendendo Mentes em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e a Nação Valquírias em São José do Rio Preto, São Paulo, que serão beneficiadas com o projeto.

Veja o impacto gerado pelo projeto em 2023

No último ano, o programa foi lançado na região norte, e impactou mais de 300 mulheres no Acre, com o apoio do Coletivo Elas Fazem Acontecer, oferecendo capacitação empreendedora que visa a geração de renda para a conquista da independência financeira de mulheres em situação de vulnerabilidade social.

Denila Soares, co-fundadora do Coletivo Elas Fazem Acontecer, compartilhou a satisfação em ser parceria e receber o apoio do Instituto Vakinha nesta causa. “Agora podemos colocar o nosso plano de ação em prática. Estamos realizando o sonho de acolher e oferecer diferentes serviços de apoio e capacitação para as nossas mulheres”.

De acordo com um estudo divulgado pelo Sebrae, com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualmente o Brasil conta com mais de 10,3 milhões de mulheres donas de seus próprios negócios. Ainda assim, o público feminino representa 68% das pessoas em situação de pobreza no país.  

Para Aryanne Nascimento, empreendedora, a participação no projeto Mulheres Transformam foi um grande divisor de águas no negócio dela. “Fazer parte desse programa me abriu muitas portas, me motivou e me capacitou, e continua me impactando todos os dias. Hoje, já enviamos os meus produtos para todas as regiões do Acre”.

Segundo o estudo Inside OOH 2023, divulgado pela Kantar, a mídia out-of-home utilizada na campanha impacta 89% da população brasileira. A expectativa é de que essa corrente do bem impacte ainda mais pessoas, potencializando o alcance do programa e conquistando novos apoiadores.

Faça parte da mudança!

Você pode contribuir com essa causa de muitas formas! Visibilidade é uma ferramenta muito importante para gerar transformações. Então você pode acessar esse post no instagram e compartilhar com a sua rede de amigos, para que mais pessoas conheçam a causa e sintam vontade de contribuir.

As doações são o meio que viabiliza a transformação de acontecer em muitos lugares, por isso, esse é um passo muito importante para fazer esse projeto acontecer. Se quiser ajudar, acesse a página da vaquinha e contribua com o valor que você quiser. Mesmo que pareça pouco, cada contribuição faz toda a diferença para chegar no objetivo.

Para continuar acompanhando os resultados desse projeto, fique conectado com as redes sociais do Vakinha, ou sempre de olho no app e no site.

© 2024 - Todos direitos reservados