Vaquinha / Outros / Dinheiro

Viramundo Fecha as Portas

ID da vaquinha: 179801
Viramundo Fecha as Portas
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
74%
Arrecadado
R$ 2.220,00
de
Meta
R$ 3.000,00
Apoiadores
22
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Quem somos?

O Casarão Viramundo é um espaço de convivência, formação, circulaçã e difusão das artes como poéticas do cuidado, desenvolvendo dispositivos estéticos intitulados Brinquedos de Saúde, que firmam uma potência poético-política ao promover vivências artísticas com pessoas em situações de vunerabilidade, seja por doenças de  naturezas distintas, seja por abandono ou estado precário de vida, incorporando territórios sociais como  hospitais, manicômios, bocas de fumo, e praças públicas em suas obras de intervenção artística, que atravessam os  corpos como redes políticas de afetos. Desenvolve suas ações com atividades diversificadas, agenciando pessoas e coletivos na disputa pelo direito à cidade. O espaço é gerido pela Associação Viramundo, coletivo que trabalha na intersecção entre Educação, Arte, Saúde e Direitos Humanos. O Casarão Viramundo é uma derivação dos coletivos Viramundo e Trupe da Pro.Cura que, há sete anos, realizam intervenções em instituições públicas de saúde, encruzilhadas e universidades. Entre louco e saia ator!

 

Quais foram nossas atividades e aprendizados durante esse ciclo?

Cuidamos, na medida de nossas possibilidades e sem a ajuda e boa vontade da proprietária, do patrimônio cultural que esse casarão representa. Aprendemos que o processo coletivo e a gestão de uma casa cultural nem sempre corresponde a nossas expectativas e planos e que também é preciso dizer sim a novas experiências. Construímos novas amizades e parcerias de trabalho maravilhosas. Emprestamos equipamentos e materiais para parceiros artistas, disponibilizamos espaço para ensaios, espetáculos, vivências, rodas de conversa, oficinas, e tudo em parcerias solidárias.

Realizamos os Brinquedos de Saúde BEC Bloco, República do Cuidado, Comover Cuidado.

Qual o público beneficiado?

Pessoas em situação de rua, trabalhadores e usuários da atenção básica e da rede de atenção psicossocial, movimentos sociais, grupos de pesquisa e extensão universitária, fotógrafxs, grafiteirxs, grupos de teatro, bandas e outros fazedores de cultura.

Coletivo Mergulho

Dirigível Coletivo de Teatro

Coletivas Xoxós

Palhaços Trovadore

Quatrúpedes

Cia Paraense dos Potoqueiros

Cia Madalenas de Teatro

Casarão do Boneco

Aparelho

Mana-Mani e Maria Esperança Tenetehara

Bando Mastodontes

Banda Ouvirá Mundo

Joca Monteiro o contador de histórias

Fotógrafas Débora Flor, Caroline Maciel, Vitória Leona

Grafiteirxs Michelle Cunha e Nagib Luka

Movimento Paraense da Luta Antimanicomial

Núcleo de Artes e Imanências em Saúde/UFPA

Grupo de estudo e pesquisa Lazer e Ludicidade na Amazônia, Moçarai/UFPA

CAPS Marajoara

Núcleo Estadual de Educação Popular em Saúde da Fiocruz

Faculdade de Medicina da UFPA

Por que estamos estamos fechando as portas?

Viramundo já se cansa de ficar em casa, e a dona da casa já se cansou também.

Os desafios de manter e gerir um espaço cultural são enormes e não temos mais recursos financeiros para mantê-lo. Além disso, precisamos de tempo e energia para realização dos Brinquedos de Saúde na rua.

Por que precisamos de ajuda financeira?

Quando alugamos a casa acreditávamos que executaríamos um projeto grande cujo recurso e materiais até hoje não chegaram, recebemos outro incentivo menor advindo de um Termo de Ajustamento de Conduta entre Supermercado Nazaré e Ministério Público do Trabalho, que nos possibilitou aquisição de alguns materiais.

Ao longo desses 14 meses arcamos com todos os custos de manutenção do espaço, mas temos algumas contas atrasadas como um IPTU de quase R$ 1000,00. Além disso, temos que realizar a pintura da casa, algumas manutenções, dentre outros custos.

Se você veio aqui e leu algum livro, brincou com as crianças da rua, criou algum grafite, tocou um instrumento, participou de alguma oficina ou conversa ou se emocionou com algum espetáculo, dê uma ajudinha pra nós, que mal não vai lhe fazer, mas o bem de ver um bom fim, isso nós teremos!

Para onde vamos?

Da rua saímos e para a rua estamos voltando e contamos com a solidariedade de espaços culturais, movimentos e grupos parceiros.

 

Encerrada
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2022