Vaquinha / Outros / Dinheiro

Um Lar Para Tereza

ID da vaquinha: 1543699
Um Lar Para Tereza
Neli Terezinha de Souza Machado Rodrigues
2%
Arrecadado
R$ 1.518,00
de
Meta
R$ 80.000,00
Apoiadores
27
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Entregue a adoção com apenas seis anos de idade, Dona Neli, conhecida por todos como Tereza, conheceu cedo o peso do abandono. Na época, era comum crianças serem incorporadas a lares para diversas finalidades, entre elas a servidão, através da chamada adoção à brasileira.

Sua infância fora desfrutada com muito trabalho, passando a ser babá e cuidar das crianças da família, entre outros afazeres. Com o passar do tempo, conforme Tereza crescia, suas responsabilidades aumentavam, passando a ser responsável pelos afazeres domésticos. Motivo pelo qual não lhe foi permitido frequentar a escola, pois se fazia necessário alguém que ficasse para fazer o serviço. Ela cresceu acreditando que fosse normal, e até uma forma de carinho a forma a qual era tratada, mesmo com as diversas surras, o desdém e o sofrimento pela cor de sua pele.

Morando em um cômodo nos fundos da propriedade, embora diversas vezes manifestasse o desejo de sair e viver sua vida, era pressionada pelos insistentes pedidos de permanência e até uma suposta dívida de gratidão que a prendiam ao lugar. Continuou então sua jornada no local, sempre trabalhando.

Embora obrigada a prestar incansável serviço, pois nem mesmo seu descanso era um direito respeitado, já que tinha que se levantar, não importando a hora para servir as visitas e os familiares quando solicitada.

Dedicou sua vida aos cuidados daquela família, sem receber nada, privada de seus direitos e de realizar seus sonhos. Ela sempre esteve ali, ajudou na criação de muitos, embora poucos reconheçam e sintam o mínimo de gratidão por seu esforço.

Hoje, aos 63 anos, após 57 longos anos dedicados de trabalho, será mandada embora.

Sem consideração, sem direito algum, sem condições sequer de uma aposentadoria.

Por essa razão, foi aberto um processo para que ela receba o que é seu direito.

Motivada pelo sentimento de piedade e compaixão, ela ainda presta os serviços de cuidadora, de doméstica, sem dias, noites, sem feriados ou lazer algum.

Mesmo sofrendo constantes ameaças de despejo, humilhações, sendo coagida e desrespeitada por aqueles que na audiência, perante um juiz, juram tê-la como membro de sua família, mas na realidade, nunca o fizeram e adotam vergonhosa conduta. Sempre foi frisada sua condição e ela, que já foi chamada de burra, analfabeta e até de escrava, é tratada como uma serviçal.

Qual o valor da dignidade? Qual o valor de uma vida toda de abnegação e lealdade?

Hoje está em jogo a vida de uma mulher cujo maior pecado foi acreditar que merecesse tão pouco, colocando sua própria vida em função daqueles que hoje, sem consideração ou piedade a afligem tanto sofrimento.

Que a verdade chegue às autoridades que estão julgando o caso.

Que a justiça seja feita e Tereza tenha ao menos o direito a um lar digno para morar.

Que possamos ter fé no Judiciário Brasileiro, pois a justiça divina existe, mas também clamamos pela justiça dos homens.

Vidas Negras Importam e que as lágrimas e a luta de Tereza não seja em vão.  

Ajudem Tereza a Conseguir um Lar.

Agência 2112  Conta 01005675-0

Santander

Titular: Alessandra Machado Rodrigues

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.
Elementos SVG

Curta e compartilhe nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados. 2021