Vaquinha / Outros / Dinheiro

Reencontro mãe e filha

ID da vaquinha: 193109
Reencontro mãe e filha
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
4%
Arrecadado
R$ 110,00
de
Meta
R$ 3.000,00
Apoiadores
4
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Oi pessoal, tudo bem?  Meu nome é Fernanda Barros, tenho 20 anos e minha história começa agora..

Aos 3 meses de vida fui entregue para adoção pela minha vó contra a vontade de minha mãe. Vivi numa família ótima, me deram tudo que eu precisei, amor, atenção, carinho e tudo que veio a ser necessário durante esses anos, mas como a maioria dos adotados, algo sempre ficou esquecido dentro de mim, a minha vontade de saber minhas origens só cresceu com o passar dos anos e aos 19 anos eu decidi que não iria mais renegar esse sentimento e iria atras do meu sonho, saber de onde vim.  Comecei criando um facebook para este fim, publiquei em quase todos os grupos de venda da cidade que constava em minha identidade, tive algumas ajudas ,porém, ninguém sabia o paradeiro da minha família. Eu não sabia quase nada, apenas a data e o local de nascida graças à minha certidão.  Num dia de noite um anjo veio até mim e me disse que era assistente social e que poderia me ajudar, coincidentemente o nome dela estava na minha certidão, ela tinha sido a responsável pela minha adoção e minha história ficou mais perto de se resolver. Ela me instruiu a enviar um requerimento autenticado à comarca da minha cidade natal para que a juíza autorizasse  a cópia e o envio dos documentos que constavam tudo que um dia sonhei saber, e assim o fiz. Meses depois o documento chegou e a busca tão sonhada da minha vida estava nas minhas mãos. Abri o envelope e tive muitas surpresas, o meu nome era Franciele, minha mãe me teve com 18 anos e ela não tinha condições de cuidar de mim, por isso minha vó não a deixou ficar comigo.  Nesses documentos constavam um endereço, comecei a buscar locais próximos a esse endereço para perguntar se alguém conhecia minha mãe, e nada... Ninguém queria me ajudar, até que me deram a ideia de ligar para a rádio e anunciar o nome das pessoas que estavam no documento para ver se obtinha algum retorno, e adivinha?  24 horas depois um número de ivaiporã- PR (cidade onde nasci) começou a me ligar, era minha irmã e minha busca tinha ali se encerrado. Respirei fundo, chorei e retornei à ligação, pedi para falar com minha mãe e pela primeira vez na vida eu me senti completa, do outro lado da linha, mil quilômetros de distância estava a mulher que me gerou. Choramos juntas por muitos minutos até que nos recompomos e conseguimos enfim falar, perguntei como ela estava, mas ela só sabia me pedir perdão, mesmo que não precisasse. Descobri que tinha mais 4 irmãos e muitos sobrinhos, a minha família é muito humilde, meu padrasto corta cana e minha mãe vende salgados e eu sou uma mera estudante procurando algum estágio ou emprego para poder visita-los. E por isso estou aqui, sei que não é o propósito do grupo mas eu quero muito poder conhecer minha família de perto e fazer uma surpresa para minha mãe em seu aniversário em setembro. Se vocês puderem me ajudar doando centavos, um real, qualquer coisa já vai me ajudar bastante, já coloquei currículo em vários lugares e se Deus quiser serei contratada em breve. Obrigada por terem lido até aqui, mesmo, se quiserem a comprovação, algum documento eu posso estar enviando em particular para as pessoas que quiserem me ajudar.  Que Deus abençoe vocês! 

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2022