Cover face corpos visi veis
Thumb face corpos visi veis

Vakinha de
Corpos Visíveis
Rio de Janeiro/RJ

Realização Integral da Mostra Corpos Visíveis

Objetivo
R$ 15.000,00
Arrecadado
R$ 13.545,00
$ contribua

A Mostra Corpos Visíveis, que acontecerá nos próximos dias 08, 09 e 10 de junho teve grande parte de sua programação cancelada na Arena Carioca Fernando Torres, onde aconteceriam 20 atrações artísticas, entre elas a peça "O evangelho segundo Jesus, rainha do céu". O espetáculo, interpretado pela atriz travesti, Renata Carvalho, foi declaradamente censurado pelo prefeito Marcelo Crivella.

Criada em
07/06/2018
Encerra em
01/07/2018

A mostra de múltilinguagens artísticas Corpos Visíveis pretendia dialogar sobre feminismo, transgeneridade e diversidade sexual na zona norte carioca por meio da arte. A partir da censura ao espetáculo "O evangelho segundo Jesus, rainha do céu" e o cancelamento das demais atividade que aconteceriam na Arena Carioca Fernando Torres (Parque Madureira), a Corpos Visíveis se viu obrigada a dividir sua programação em dois espaços: o Parque Madureira, onde sempre optou por ocupar, e a Fundição Progresso, na Lapa, que recebe a mostra às pressas em apoio à luta e manutenção das atividades atístico-culturais propostas.

Com a mudança, teremos custos imprevistos para montar os shows de abertura, os espetáculos teatrais, sessão de cinema, oficinas e exposições nos espaços cedidos pela Fundição Progresso. Quando lançamos este financiamento o custo seria menor, pois tudo indicava que o Parque receberia nosso debate e shows de abertura, mas esta atividade também não poderá ocorrer no local. As atividades ocorrerão, nesta sexta-feira, 08/06, a partir das 16h30, na Fundição Progresso, com a presença de Jean Willys, Gabriela Loran, Doralyce, Dríade Aguiar e show com Malía Machado, Pepita, Kaique Theodoro e DJ Glau Tavares. Com isso, ao todo os custos passam a ser R$15.000,00 ( 15 mil reais), especialmente para estrutura de iluminação, som e segurança. Além destes gastos estruturais na Fundição, precisaríamos aumentar a equipe para garantir a produção nos dois espaços, arcar com multas contratuais de fornecedores e também gostaríamos de poder contribuir com alguma quantia para artistas, produtores e articuladores que se uniram a nós gratuitamente por acreditar na importancia desta pauta LGBTQI+ e feminista. Por isso, o ideal seria captarmos R$20.000 (20 mil reais).

Pedimos qualquer contribuíção possível para garantir a realização das atividades na sua íntegra, em resistência à censura e combate à qualquer tipo de intolerância.

Confira nossas recompensas e programação completa. Nos ajude e venha resistir com a gente!

RECOMPENSAS

A quem doar até R$10 oferecemos certificados de apoio personalizados da mostra.

A quem doar até R$20 oferecemos cartazes da Corpos Visíveis.

A quem doar até  R$30 ofereceremos copos personalizados da Mostra.

A quem doar até R$40 ofereceremos foto impressa em lambe-lambe (1m x 1,5m) da exposição fotográfica Estética do Invisível.

A quem doar R$100 ofereceremos foto impresa em lambe-lambe (1m x 1,5m) da exposição fotográfica Estética do Invisível e agradecimento nominal nas redes da mostra.

A quem doar R$500 oferecemos kit com foto impresa em lambe-lambe (1m x 1,5m) da exposição fotográfica Estética do Invisível, copo personalizado, cartaz da mostra, certificado de apoio à Mostra e agradecimento nominal nas nossas redes.

A quem doar R$1000 ou mais oferecemos kit com vídeo dos melhores momentos da mostra, fotos do evento com dedicatória especial em agradecimento por parte da produção, foto impressa em lambe-lambe (1m x 1,5m) da exposição fotográfica Estética do Invisível, copo personalizado, cartaz da mostra, certificado de apoio à Mostra e agradecimento nominal nas nossas redes.

Obs: Para garantir o envio do prêmios é necessário enviar comprovante de depósito e nome completo e telefone para o e-mail corposvisiveis@gmail.com

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

 

FUNDIÇÃO PROGRESSO

Dia 08/06, sexta-feira

ABERTURA

 16h30

Debate

- Gabriela Loran, primeira atriz trans da novela Malhação;

​- Driade Aguiar, midiativista responsável pelas redes sociais do Mídia Ninja, atuante no movimento feminista negro na América Latina;

​- Jean Willys, deputado, ativista de direitos humanos com foco na população LGBTIQA+;

​- Doralyce, pernambucana feminista, cantora e compositora da música Miss Beleza Universal, advogada, ativista em direitos humanos e da área da Cultura.

 

 19h às 21h

Shows

Malía Machado e Pepita

Participação especial de Kaique Theodoro

Dj Glau Tavares (Velcro) nos intervalos

 

Dia  09/06, sábado

10h às 13h

Oficina Dramaturgay

Facilitador Peter Franco

Workshop Processos da autobiografia e escrita no teatro documental

O autobiográfico, o teatro documental e a construção de nossas próprias narrativas LGBTQI+. A oficina será conduzida a partir das seguintes questões: de que modo as narrativas pessoais podem ser contadas, escritas, faladas e quais são as relações e os motivos do seu silenciamento.

 

Oficina Cordel Dissidente

Facilitadora Tertuliana Lustosa

A Oficina parte de uma introdução teórica sobre a história e as origens da literatura de cordel e a produção de um verso de poesia de cordel numa estrutura tradicional e outra num estilo totalmente livre. A segunda parte do curso é a confecção de xilogravuras.

 

14h às 16h30

Cine Diversidade

Sessão Especial de curtas-metragens brasileiros independentes sobre as temáticas de gênero e diversidade sexual.

Filmes: De vez em quando, quando eu morro, eu choro - 15m - Paraíba, de R.B. Lima | Além da Norma - 15m - São Paulo, de Larissa Agostinho | Apenas O Que Você Precisa Saber Sobre Mim - 15m - Santa Catarina, de Maria Augusta Nunes | Três É Par - 11m - Rio de Janeiro, de Matheus Murucci | Tentei - 15m - São Paulo, de Caio de Campos Baú | Eu não odeio meu corpo - 1m - São Paulo, de Bernardo Enoch Mota | Em busca de Lélia - 15m - Bahia, de Beatriz Vieirah | Verde Limão - 17m - Pernambuco, de Henrique Arruda | Estamos Todos Aqui - 20m - São Paulo, de Rafael Mellim | Móbile Haikai - 20m - Minas Gerais, de Lilian Werneck Rodrigues.

 

19h às 21h

Performances

- Drag Queen Ma.Ma Horn

Nascida de um ventre nordestino na maior favela da América Latina, Ma.Ma. Horn é Drag, é Queen, é Queer. Bicha não binária, encontra sua cena na cidade e sua performance em sua diversidade.

- “A Cada 19h”

Performance que conta histórias de mortes causadas pela LGBTfobia tendo como conflito o intervalo entre elas.

 

Espetáculo teatral

- “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”

E se Jesus vivesse nos tempos de hoje e fosse travesti?

O espetáculo é uma mistura de monólogo e contação de histórias em um ritual que traz Jesus ao tempo presente, na pele de uma travesti. Histórias bíblicas conhecidas são recontadas em uma perspectiva contemporânea, propondo uma reflexão sobre a opressão e intolerância sofridas por transgêneros e minorias em geral.

 

Dia 10/06 - Domingo

OFICINAS

11h às 12h30

Stilleto Hell

Facilitador Marcos Aprigio

 

Street Jazz com Salto Alto

A oficina potencializa e explora a feminilidade a partir do salto alto.

 

13h30 às 15h

Vídeo Dance

Facilitador Marcos Aprigio

Street Dance Comercial

A oficina utiliza a linguagem comercial pop para criar um registro audiovisual como resultado, um clipe artístico elaborado pelos alunos a partir dos passos de dança.

 

15h às 18h

Círculo de Mulheres - Facilitadora Manu Shanta

Acolhendo e reconhecendo o Ser feminino que habita em mim. Honrando a minha força mulher.

Círculo de trocas e reconhecimento sobre o feminino e o papel da mulher na história, da ascensão, queda e resgate da força feminina. Empoderamento pessoal e de todas as mulheres formando uma teia de sororidade e acolhimento.

 

RODA DE CONVERSA

17h às 19h

Roda de conversa sobre prostituição.

 

TEATRO

19h às 21h

- Performance “A cada 19h”

Performance que conta histórias de mortes causadas pela LGBTfobia tendo como conflito o intervalo entre elas.

- Espetáculo teatral “Solitárias”

A peça conta a história de mulheres presas e torturadas durante o período da ditadura militar no Brasil, a partir de depoimentos presentes no relatório final da Comissão da Verdade do Rio de Janeiro.

 

PROGRAMAÇÃO PARQUE MADUREIRA

Dia 09/06 - Sábado

Local: Próximo ao Portão 3

(entre a Administração e a Nave do Conhecimento)

14h às 20h

Feira TAPA

Atividades:

 

15h

Pocket show da Elis Mc e desfile Crespinhos S/A

 

15h30

Pocket show das Mulheres de Buço

 

16h

Slam das Minas

Com microfone aberto à poesia e participação das Mulheres de Buço

 

18h

DJ Lene Gil

 

Dia 10/06 - Domingo

Local: Próximo à entrada do Portão 3

(entre a Administração e a Nave do Conhecimento)

 

14h às 20h

Feira TAPA

Atividades:

15h30

Desfile do Projeto África – Moda e o Berço da Humanidade.

 

16h

Intervenção Musical Independente [IMI] QUEER – Convida os músicos Lauro Moreno e Esther Mattos

Na sequencia roda de conversa sobre a produção independente periférica.

 

17h

Karaokê das Bichas Pretas

Carlos Marra, Felipe Dutra e Iury de Carvalho: três bixas pretas, faveladas e mestres de cerimônias deste karaokê performance, onde a música é sempre uma surpresa.

18h

DJ Rafael Ferrero (Chock)

 

​Local: Quadras Poliesportivas

(entre os portões 3 e 4).

Atividades esportivas

10h à 12h

Futsal Feminino

 

14h ás 17h

QueimadARTE

Participação especial Festa Chock e Drag Queen Nádia Passiva

Podia ser um jogo de queimado comum, mas a gente veio nesse mundo para brilhar, então joga o glitter, tira a diversidade do armário, chama todes e vem jogar queimadArte com a gente!

 

Acontece durante todo o evento

Dias 08, 09 e 10

Local: Fundição Progresso

17h às 22h

- Exposição fotográfica Um beijo das travestis

De Évelym Gutierrez

 

A fotógrafa Evelym Gutierrez por meio de retratos, autorretratos e paisagens do cotidiano apresenta um novo imaginário sobre o que é ser travesti no Rio de Janeiro.

 

- Vídeo performance Prisão Domiciliar

De Manuela Leite

 

A autora propõe um antiensaio de uma fotógrafa dona de casa - ou uma dona de casa fotógrafa - dividida entre o caos doméstico que aprisiona e impede a produção artística, intelectual e a busca pela libertação do papel social destinado às mulheres.

10h às 22h

Exposição fotográfica Estética do Invisível

Exposição realizada em lambe-lambes a partir de seleção nacional de fotografias sobre as temáticas do feminismo e do universo LGBTQI+.

 

Fotógrafxs: Anita Pastonesi, Beatriz Vencionek, Victor Mota, Rafael Bqueer, Eduardo Lago de Albuquerque, Brisa Lima, Gabriel Ferreira, Bárbara Dias, Alexandre Gondim, Jorge Diehl, Pedro Paulo Vasconcelos da Silva, Adriana Galuppo, Douglas Lopes, Vanessa Soares, Isabella Gomes, Maíra Suarez Favacho.

A exposição conta também com o ensaio “Disfarces para o fim do mundo” de Maíra Barillo, Renan Guedes e Yan Chi.

 

 

#NãoCensuremNossosCorpos

#NossosCorposSãoVisíveis

#CorposVisíveis

#CensuraNuncaMais

 

$ contribua

Novidades (0)

Quem ajudou (126)

  • anônimo
    em 16 de Junho de 2018

  • anônimo
    em 16 de Junho de 2018

  • Maíra Lopes Barillo
    em 15 de Junho de 2018

  • Renata Gomes Grota
    em 15 de Junho de 2018

  • Solange de Fátima Andreolli Lopes Barillo
    em 14 de Junho de 2018

  • Juliano Borges
    em 14 de Junho de 2018 diz: Meu modesto apoio a toda resistência contra todas as formas de opressão! Avante!

  • anônimo
    em 12 de Junho de 2018 diz: #corposvisiveisresiste #foracrivella

  • Bruna Vaz Mattos
    em 11 de Junho de 2018

Denuncie

Iremos verificar sua denúncia e entrar em contato com o dono da Vakinha.