Vaquinha / Outros / Dinheiro

Por um parto respeitoso

ID da vaquinha: 62455
Por um parto respeitoso
URL copiada!
14%
Arrecadado
R$ 650,00
de
Meta
R$ 4.700,00
Apoiadores
14
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Alguns já sabem, outros podem estar conhecendo a minha história agora, então irei contar como foi o meu primeiro parto.

Eu queria que fosse o mais humanizado possível, eu desejei muito um parto normal, eu cheguei a entrar em trabalho de parto, foram 10 horas deitada numa maca gelada, com soro na veia, sem poder me mexer direito para aliviar as minhas dores, eu pedi para o médico para que esperasse e que eu queria que meu parto fosse normal, ele virou e me disse: você quer? Então vamos la, começou a empurrar a minha barriga, isso doeu e na época eu não sabia que esse ato é considerado Violência Obstétrica. Chegou uma hora em que o médico simplesmente virou para mim e disse: Queridinha, quem manda aqui sou eu. Nesse momento percebi que não ia adiantar nada que eu falasse, ele ia me cortar! E assim foi, meu filho nasceu e meus braços estavam amarrados, não pude nem olhar direito para seu rostinho e já levaram ele de mim. Logo depois fui costurada e me levaram para a sala de pós parto onde fiquei por 5 horas, quando finalmente fui para o quarto não levaram meu filho para eu então poder amamentar pois era horário de visita. Outra coisa que me deixou muito triste também foi não ter o pai do Dudu comigo durando o parto, eu queria muito que ele estivesse do meu lado, assim como quero que ele esteja comigo no parto do Caetano. O nascimento do Dudu foi um momento muito importante para mim, mas muito dolorido pois não tive a minha hora de ouro com ele e sofremos muitas violências na maternidade. Dessa vez quero fazer diferente e venho através dessa vaquinha virtual pedir uma ajuda, sei que está difícil para todos, mas uma doação de qualquer valor vai ajudar muuuuuito. Se você apoia essa causa e pode me ajudar ou se apoia e não pode ajudar mas conhece alguém que ficaria muito feliz em me ajudar eu serei muuuito grata.

Por mais partos respeitosos, onde a mulher e o bebê são os protagonistas.

O parto humanizado, no Brasil, é uma nova forma de lidar com a gestante respeitando sua natureza e sua vontade.

No parto humanizado a protagonista é a gestante e seu filho que está para nascer. Tão importante quanto os procedimentos médicos também é a atenção e cuidado com o delicado momento em que mãe e filho estão vivendo. Uma diferença marcante dessa nova forma de parto são os procedimentos, muitas vezes não necessários, de rotina usados nos hospitais como indução do parto, corte do períneo (episiotomia), uso de anestesia, raspagem dos pelos pubianos, parto cirúrgico (ou cesariana). Esses e outros procedimentos são utilizados apenas quando a gestante e seu cuidador concordam na manobra a ser feita, isto é, a gestante participa ativamente do processo.

“Para mudar o mundo, é preciso mudar a forma de nascer.” Michel Odent

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021