Solidariedade / Pessoas / Saúde / Caridade

COVID-19: Comunidades indígenas da Bahia precisam da nossa ajuda

ID da vaquinha: 1062056
COVID-19: Comunidades indígenas da Bahia precisam da nossa ajuda
Luisa Maria Diele-Viegas
Salvador / BA
67%
Arrecadado
R$ 10.040,00
de
Meta
R$ 15.000,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

O estado da Bahia tem cerca de 12 milhões de habitantes, mas apenas 0.5% (aproximadamente 60 mil) da população baiana é indígena. 

Além do extermínio histórico dos povos indígenas em todo o Brasil, estas comunidades estão gravemente ameaçadas pela pandemia do novo coronavírus, que assola todo o mundo. O novo coronavírus tem potencial de infectar qualquer pessoa, mas nós sabemos que populações expostas às desigualdades sociais e econômicas estão mais suscetíveis à infecção. De acordo com relatório da Fiocruz, pelo menos 1/3 das pessoas autodeclaradas indígenas no Brasil estão em áreas de maior risco de infecção.

Em nível nacional, já são 102 indígenas mortos pela COVID-19 (dado atualizado em 17 de maio). Na Bahia, no início de maio, foi divulgada a primeira confirmação da infecção de um indígena pelo novo coronavírus - o que indica que o vírus já está circulando dentro das comunidades.

Além do isolamento social, uma das medidas essenciais de combate à disseminação do novo coronavírus é o uso de máscaras de tecido - medida já amplamente recomendada no estado. As máscaras de tecido, entretanto, ainda não chegaram nas comunidades indígenas. Faltam recursos para comprá-las e material para fazê-las, pois muitas comunidades ainda vivem em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Diante desta urgência, diferentes coletivos se uniram para garantir que máscaras de tecido cheguem às comunidades indígenas do estado da Bahia que estão em municípios já afetados pelo novo coronavírus.

Os coletivos envolvidos nesta campanha são: a Associação Nacional de Ação Indigenista (ANAÍ), o coletivo Delas Para Todxs, de produção de máscaras de tecido para doação,  o Programa de Pesquisas sobre Povos Indígenas do Nordeste Brasileiro (PINEB), o Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (MUPOIBA), a Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (APOINME) e a Rede Kunhã Asé de Mulheres na Ciência. Juntas, elas criaram uma Vakinha a fim de arrecadar recursos que custearão:

(1) a compra de material para confecção de máscaras por costureiras em diferentes comunidades indígenas;

(2) o feitio de máscaras por costureiras em Salvador, que serão distribuídas nos diferentes territórios indígenas, onde não há mão de obra capacitada suficiente e equipamentos  para corte e costura.

Estes coletivos já realizaram a doação de mais de 1200 máscaras prontas para comunidades indígenas nos municípios mais afetados pelo coronavírus e de material necessário para confecção de quase 800 máscaras pelas mulheres Tupinambás.

Contudo, precisamos de muito mais!

Colaborem com a nossa iniciativa! Se puder, doe e compartilhe! Materiais como tecido 100% algodão, tubos de linha reta e elástico 7mm também podem ser doados.

Além do gesto de solidariedade, a proteção às comunidades indígenas é uma dívida histórica.

Muito obrigada!

 

Conheça mais sobre os coletivos:

@Anai_associacaoindigenista

@delas_para_todxs

@kunhaase

@pineb_ufba

 @mupoiba

@apoinme_brasil

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.
Elementos SVG

Curta e compartilhe nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados. 2020