Vaquinha / Outros / Dinheiro

MAÇÃ

ID da vaquinha: 75513
MAÇÃ
0 coração recebido
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
14%
Arrecadado
R$ 700,00
de
Meta
R$ 5.000,00
Apoiadores
7
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens
Criado em 2015 por alunxs da Universidade Federal da Bahia a Coletiva COATO vem dedicando seu trabalho a pensar seus trabalhos de forma a discutir temas que são urgentes a comunidade onde esta inserida. Agrupar-se também como forma de resistência, identificar-se como coletivx quando se reconhece afim dxs mesmos objetivxs. COATO existe para provar o acontecimento cênico, alcançar o dialogo entre as artes e a comunidade e comunicar com o seu tempo, memorando o passado para transitar entre o contemporâneo e o futuro. O que é contemporâneo se não a relatividade do tempo que passa a todo tempo. Somos várias atuantes e colaborativas. Escolhemos marcar nosso tempo e discutir questão que são urgentes axs gentis, abrimos mão da classificação binária que impera na língua verbal e escrita para assim comunicar com as corpas que como nós transitamos, abdicamos de normatizações, de formatações, de cristalizações, acreditamos na mutação e no movimento que pode ser gerada a partir do encontro com a arte. Coletivxs, artistas, cênicxs, cena, cine, vocal, som, movimento, dança, performance/misancene. Somos espaço como provocação a criação nas artes cênicas. Ambiente como provocação a criação nas artes cênicas. Lugar como provocação a criação nas artes cênicas. Processo como provocação a criação nas artes cênicas. Produção como provocação a criação nas artes. Convite como provocação à criação nas artes cênicas. Urgente como provocação à criação nas artes cênicas. Efêmero como provocação a criação nas artes cênicas.  Acontecimento como provocação a criação nas artes cênicas. Interior como provocação a criação nas artes cênicas.

Maçã é na essência experimental e performativo é processo-laboratório-cena-teste, e desencadeia de pesquisas desenvolvidas pelxs integrantes dx COATO, que se debruçam nas inquietações de sujeitx-artistx-coletivx na tentativa de compreender as urgências políticas-sociais contemporâneas e transformá-las em criação artística. No processo de investigação consideramos a etnocenologia como pensamento norteia a construção e desconstrução das respostas. Pensamos que o estabelecido pode ser uma regra que incomoda e usamos os padrões como entulho do nosso trabalho; Dessa maneira, estamos preocupados com o que dizer, como dizer, para que dizer e para quem dizer. Questionar é o nosso verbo que nos coloca em movimento, esse movimento nos faz mais dentro porque o discurso não é linear nem fechado. Estamos desconstruindo sempre para não estagnar. Usamos a tecnologia como auxiliar na aproximação reflexiva das convidadas da encenação; recorremos ao excesso de imagens, sons, e ações como método de processo criativo que acompanha o fluxo da vida cotidiana no qual estamos conectadxs. A poética de estudo nasce da criação colaborativa e de experimentos internos que reúnem todxs xs artistas envolvidos com propósito de criar a base de uma dramaturgia flexível e previamente pensadx e elaboradx para tal ação.

 A nossa Maçã é urgente, necessária e veio como um grito do COATO mediante a tanta brutalidade e falta de percepção social com relação às mulheres. O que é ser mulher? Em uma sociedade que continua estuprando e marginalizando estas que sempre ocuparam espaço diferenciado, apesar de sua potencia nas gestões sociais e representatividade no ciclo vital, o que é ser mulher? (seguimos na busca por respostas). Durante 4 meses vivenciamos um processo de residência artística no Museu de Arte da Bahia, com o nosso projeto inauguramos o Laboratório de Experimentações estéticas, e lá podemos experimentar e testar todas as vontade que surgiam no processo, nos interessa o difícil, as escolhas difíceis (e foi ai que chegamos, na escolha), por isso o nome Maçã, porque a maçã representa a primeira escolha da mitologia cristã, na qual fomos catequisadamente educadxs, ela é TRANSgressora, e transgredir é um ato natural que nos interessa. Portanto falamos do poder do mito e o uso deste mito como arma de manipulação das massas (a exemplo do  que a igreja fez/faz castrando/doutrinando o sexo em nome de princípios bíblicos) sobre mulher, política, escolha, física quântica, corpas em trãnsito, binarismo de gênero, balões, queda, colchões de ar. Nada pode evitar a atração natural da terra que atrai as corpas para o centro, a queda é inevitável.Na sua estreia o resultado desse trabalho, construído colaborativamente com encontros regulares, foi apresentado gratuitamente para cerca de 1.000 pessoas distribuídos em 8 dias de apresentação, como a maioria dos artistas contemporâneos a nos, arcamos com todos os gastos para a montagem e manutenção da obra.

Agora temos a oportunidade de fazer o nosso trabalho circular pelo país através dos festivais universitários; A mostra nordeste de teatro universitário de Guaramiranga – CE (apresentação marcada para dia06 de Setembro); Festival Estudantil de teatro – FETO – MG (apresentação marcada para dia 22 de Outubro). Ambos os festivais são de extrema relevância no cenário teatral do país, com um rico histórico e potência articulação e difusão da arte produzida dentro das Universidades Federais, proporcionando encontro e troca de saberes entre estudantes de arte e comunidade.

Você pode colaborar até o dia 15 de Outubro, assim, garantindo seu apoio podemos viabilizar a primeira viagem e ao final da campanha quitamos as dividas relacionadas às duas viagens.

A equipe completo desse projeto é formada por 11 pessoas, os festivais não garantem as passagens para ida e retorno, como um festival universitário, a UFBA não consegue arcar com o valor total da viagem e isso nos força a investir em formas alternativas para conseguir viabilizar a nossa viagem.

O primeiro passo já foi dado, se você chegou até aqui, lendo esse texto é por que nós acreditamos que você pode ser um apoiador nesse projeto.  COLABORE!!! Você pode ser um apoiador dessa iniciativa. 
Encerrada
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2022