Vaquinha / Outros / Dinheiro

IFAL rumo à Grécia

ID da vaquinha: 105577
IFAL rumo à Grécia
URL copiada!
4%
Arrecadado
R$ 1.540,00
de
Meta
R$ 43.800,00
Apoiadores
20
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

IFAL rumo a  GRÉCIA  

 

      A cidade de Palmeira dos Índios localiza-se no agreste alagoano e possui cerca de 70.000 habitantes. Sua economia é baseada no setor moveleiro, bem como na indústria láctea. O Instituto Federal de Alagoas está no município há 23 anos ofertando ensino técnico e há 4 anos foi dado o passo mais audacioso do campus, implementando o curso de bacharelado em Engenharia Civil.

Alunos e professores buscam incessantemente o fortalecimento do tripé Ensino-Pesquisa-Extensão com o intuito de fortalecer o curso, buscar soluções para problemas gerais e específicos, bem como levar o conhecimento para a comunidade adjacente ao Instituto.

       Apesar de ainda não ter formado a primeira turma, o curso foi avaliado recentemente com conceito 4 pelo MEC, além de ser destaque em eventos locais, regionais, nacionais e internacionais relacionados à pesquisa científica, por meio do Grupo de Pesquisa de Tecnologias na Construção Civil – GETECC, liderado pela professora doutora Sheyla Karolina Justino Marques.

              O grupo tem como objetivo principal a busca por materiais que possam ser incorporados a tijolos, blocos vazados e pisos, diminuindo o custo de fabricação, melhorando propriedades específicas, além de diminuir a agressão ao meio ambiente. Três estudos recentes em desenvolvimento, mas já com resultados consolidados, foram aprovados para participar do Congresso Internacional de Engenharia Civil, em Atenas-Grécia, de 19 a 22 de junho de 2017. Cada estudo, citado abaixo, é realizado por dois alunos do curso de Engenharia Civil, orientados pela professora e coordenadora do curso, Sheyla Marques.

    Estudo da incorporação da borracha de pneus na fabricação de pisos;

  Estudo da viabilidade do uso das cinzas da casca do arroz para fabricação de blocos vazados;

  Análise do comportamento de tijolos com a cinza do bagaço da cana.

               A apresentação de projetos em eventos internacionais aumenta a significância dos estudos, bem como, há a possibilidade de debates com pesquisadores de todo o mundo, para melhoramento e/ou aperfeiçoamento das técnicas, elevando o conhecimento científico de alunos e professores e mantendo ativa a retroalimentação do processo de captação de novos estudantes pesquisadores.

       A atual crise econômica diminuiu o orçamento dos Institutos Federais, o que impossibilita o custeio da viagem para os sete pesquisadores envolvidos nos projetos. Nesse sentido, busca-se conseguir a ajuda de vocês para o custeio dos gastos dos alunos pesquisadores, ao tempo que buscar-se-á o financiamento das despesas da orientadora pelo IFAL.

 

PESQUISADORES  

João Marcos Ferreira e Thanys Nascimento (8º período)

Emanuel Amaral e Diogo Barbosa (8º período)

Samantha Mendonça e Taísa Tenório (2º período)

      

 

CUSTOS         O montante de R$ 43.800,00  basea-se em um custo individual de R$ 7.300,00 para cada aluno (6 x 7300 = 43800): Inscrição do evento: 400 €  = R$ 1388,00 Passagem aérea: R$ 4000,00 Seguro Viagem: R$ 250,00 Hospedagem: 70 € ( x 4 noites) = 280 € = R$ 971,60 Alimentação: 50 € ( x 4 dias) = 200 € = R$ 694,00             TOTAL = 7300,00 x 6 pesquisadores = 43800,00       Contamos com a sua colaboração ao tempo que nos dispomos a continuar nossas pesquisas, sempre no intuito de descobrir soluções mais viáveis técnica e financeiramente, que possam contribuir para o engrandecimento da Engenharia Civil e ao mesmo tempo possibilite o acesso às pessoas menos favorecidas economicamente.

 

      Alagoas merece ser conhecida pelo seu ensino e não somente pela sua criminalidade, avante nordeste, avante Brasil !!  

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021