Cover maia avatar
Thumb logo santuario elefantes brasil

Vakinha de
Santuário de Elefantes Brasil
Chapada dos Guimarães/MT

A Jornada de Maia e Guida

Objetivo
R$ 90.000,00
Arrecadado
R$ 54.680,92
$ contribua

Campanha encerrada! Maia e Guida são duas elefantas asiáticas que deixarão a vida em cativeiro de um circo em Minas Gerais e irão para o Mato Grosso, para viver em um santuário de elefantes! Terão muito espaço, cuidados veterinários, alimentação natural e a companhia de outros de sua espécie! Colabore com nossa campanha! For international donations, please check the botton of the page.

Criada em
10/08/2016
Encerra em
05/10/2016

Campanha encerrada! Muito obrigado pela sua participação :) Você pode doar diretamente no website do Santuário: www.elefantesbrasil.org/doe

No final de Setembro, transportaremos de Paraguaçu, sul de Minas Gerais, para o Santuário de Elefantes Brasil, na Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, por mais de 1.600 km, duas adoráveis aliás asiáticas: Maia e Guida. Ambas estão em seus quarenta anos e passaram praticamente toda a vida se apresentando em picadeiros de circo, desde que foram retiradas de suas famílias na natureza, quando ainda pequenas.

Agora, finalmente poderão viver como elefantes, com muito espaço para caminhar e explorar, alimentação natural à vontade, a companhia de outros de sua espécie e cuidados veterinários, para que se recuperem física e psicologicamente dos efeitos nocivos do cativeiro. AJUDE-AS A FAZER ESSA JORNADA, através de uma doação de qualquer valor.

O Santuário de Elefantes Brasil (SEB), o primeiro do gênero na América Latina, é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que resgata elefantes cativos em situação de risco na América do Sul e oferece a eles o espaço, as condições e os cuidados necessários para que possam se recuperar física e emocionalmente dos anos passados em cativeiro.

O empreendimento está sendo construído em uma antiga fazenda de gado de mais de 1.100 hectares no município de Chapada dos Guimarães, MT. O local tem todas as características necessárias para a recuperação de elefantes que passaram suas vidas em pequenos recintos: vales e colinas para explorarem enquanto se exercitam, pastos naturais e plantados, vegetação abundante e diversificada, muita água e um clima ideal.

Poderemos comportar, quando o projeto estiver todo cercado, até 50 elefantes (quantidade estimada de elefantes vivendo atualmente em cativeiro na América Latina).

Estas são Maia e Guida. Elas passaram quatro décadas trabalhando em circo e nos últimos 6 anos estão vivendo acorrentadas em um pequeno recinto rural em Paraguaçu, Minas Gerais, porque deixaram de se apresentar no picadeiro e não têm para onde ir. Elas merecem um santuário, assim como todos os outros elefantes que vivem nessas condições. Precisam que muitas pessoas conheçam sua história e doem qualquer valor, para que possamos remover para sempre as correntes que as mantêm.

Você tem a possibilidade de ajudá-las a dar os primeiros passos para sua cura, depois de tantos anos de confinamento. Se você não puder doar nenhum valor, compartilhe com todos os seus amigos que possam ajudar ou que não saibam do sofrimento dos elefantes em cativeiro. Cada doação conta!

Sua contribuição pode ser feita de modo rápido e seguro aqui no Vakinha, ou em nosso website www.elefantesbrasil.org/doe. O valor arrecadado nesta campanha será usado para pagar o custo da transportadora e da construção de duas grandes caixas metálicas, especialmente projetadas para o transporte de elefantes com máxima segurança.

As carretas percorrerão 2X os 1.600 km que separam o Santuário de Elefantes Brasil do sítio onde Maia e Guida se encontram: primeiro, levando as duas caixas de transporte, que estamos construindo no Santuário e, depois de alguns dias, trazendo-as de volta com Maia e Guida dentro delas, acompanhadas por nossa equipe de apoio. Haverá algumas paradas durante o trajeto, quantas forem necessárias para o bem estar de ambas.

Scott Blais, um de nossos diretores, já transportou cerca de 50 elefantes cativos para santuários quando trabalhava nos Estados Unidos e será o responsável pelo plano de transporte e supervisão do mesmo. Veja neste link um dos transportes dos quais Scott participou, quando as elefantas do Zoo de Toronto, no Canadá, foram para o Santuário PAWS, na Califórnia, EUA: http://www.cbc.ca/fifth/episodes/2013-2014/elephants-on-board-a-journey-to-remember.

Caso consigamos arrecadar mais do que a meta, as doações serão destinadas à compra de tubos de petróleo usados, para ampliarmos os primeiros currais.

Para termos sucesso na campanha, é essencial contarmos com vozes como a sua! Por isso, temos a honra de convidar você a participar da campanha e apoiar essa importante jornada de Maia e Guida, para que ela se torne realidade!

Junia Machado, publicitária e fotógrafa de vida selvagem, é cofundadora e Presidente do Santuário de Elefantes Brasil (SEB). Junia estuda e fotografa elefantes desde 2005, é representante da ElephantVoices (www.elephantvoices.org) no Brasil desde 2010 e cofundadora e membro do Conselho do Global Sanctuary for Elephants (www.globalelephants.org) desde 2013.

Scott Blais é Diretor do SEB e Presidente do Global Sanctuary for Elephants (www.globalelephants.org). Em 1995 foi cofundador do The Elephant Sanctuary in  Tennessee, que dirigiu por 19 anos. Scott tem décadas de conhecimento em cuidados progressivos de elefantes cativos, projeto de instalações e operação de santuários.

Dra. Joyce Poole é membro do Conselho do SEB, é etóloga e Phd em Comportamento e Comunicação de Elefantes e cofundadora e Diretora Científica da ElephantVoices (www.elephantvoices.org). Joyce também é cofundadora do Global Sanctuary for Elephants e uma das maiores autoridades em elefantes no mundo, reconhecida por seus estudos sobre a comunicação e o comportamento de elefantes selvagens na África.

Kat Blais é cofundadora do Global Sanctuary for Elephants e Diretora de Bem Estar Animal do SEB. Trabalhou como tratadora de elefantes no Santuário de Elefantes do Tennessee e anteriormente em um centro de reabilitação e soltura de animais silvestres em Nova Iorque, nos EUA. Kat irá liderar a equipe de veterinários e tratadores do SEB.

Petter Granli, economista, é cofundador e membro do conselho do SEB, cofundador e Diretor Executivo da ElephantVoices (www.elephantvoices.br), organização científica responsável pela condução de programas de conservação de elefantes no Quênia e em Moçambique.

Celia Frattini é Diretora Financeira do SEB e trabalha há muitos anos como consultora para organizações ligadas ao bem-estar animal.

Madrinhas da campanha

A campanha do Santuário já nos encheu de orgulho quando gerou o engajamento das queridas madrinhas que irão nos ajudar na divulgação desta ação. A todas elas, nosso muito obrigado, de coração:

Luisa Mell Thaila Ayala Caroline Zerbato Julia Bobrow Aline Fernandes Yasmin Brunet Pamella Ferretti Milla Monteiro Kau Bonnett Vanessa Mesquita Carolina Nazar Consuelo Maldonado

Elas nos apoiaram. E você? Colabore e compartilhe esse projeto e vamos juntos mudar a vida da Maia e da Guida!

International Donation

If you want to donate using PayPal, please visit: http://www.elefantesbrasil.org/doe.

$ contribua

Novidades (0)

Quem ajudou (765)

  • anônimo
    em 01 de Maio de 2017

  • Elita Zych
    em 24 de Janeiro de 2017

  • ALICE MEIRA GOMES DÓREA
    em 19 de Janeiro de 2017

  • Elana Kojo Custodio Rodrigues
    em 19 de Janeiro de 2017

  • renata falcão
    em 19 de Janeiro de 2017 diz: ESPERO QUE DÊ TUDO CERTO

  • Nayara
    em 14 de Dezembro de 2016

  • sarah freitas
    em 28 de Outubro de 2016

  • Isabela Rodrigues Guimarães
    em 24 de Outubro de 2016

Contato

Envie uma mensagem diretamente para o dono desta Vakinha.





Denuncie

Iremos verificar sua denúncia e entrar em contato com o dono da Vakinha.