Cover comida
Thumb desemprego

Vakinha de
José Silva
Belo Horizonte/MG

Desempregado e passando necessidade

Objetivo
R$ 1.650,00
Arrecadado
R$ 190,00
$ contribua

Meu nome é José, 45 anos e estou desempregado e passando fome. Perdi meus pais e não posso contar com meu único irmão, nem com meus tios. Apenas uma tia por parte de mãe me ajuda as vezes. Vivo de doações de amigos, seja com pão ou biscoito. Maior parte do dia eu passo a água e picadas de sal. Se alguém puder ajudar, eu agradeço de coração, e desde já convido a visitar meu humilde barraco.

Criada em
13/06/2017
Encerra em
13/08/2017

Meu nome é José, nasci em 1971 e hoje estou desempregado e passando fome. Perdi meus pais alguns anos atrás e hoje não posso contar nem com meu irmão, nem com meus tios por parte de pai.  Apenas uma tia por parte de mãe me ajuda, mas é difícil pra ela também. 

Vivo de doações de amigos, seja com pão ou biscoito. Maior parte do dia eu passo a água e pitadas de sal e no almoço e jantar como pão ou biscoito, quando tem. Passo boa parte dos dias com dor de cabeça e mãos frias. Comecei também a ter câimbras e dores nos joelhos. Quando tenho um “arroz com feijão” para comer, digo que posso morrer feliz, pois estou satisfeito.

Vivo de pequenos bicos (que em 2017 desapareceram) e com um aperto aqui e outro ali, eu pago a conta de luz, água (que atualmente está cortada, um vizinho me arrumar 3 baldes por dia) e telefone (parentes dizem que preciso ter telefone por morar sozinho, se algo acontece...).

Meu amigo vendo a minha situação me disse: “aventura na vakinha”, lá sempre tem pessoas de bom coração que ajuda. Um real ali e um real aqui, de grão em grão você pode ser ajudado.

Então estou aqui, pedindo de coração uma ajuda. Gostaria de colocar minhas contas em dia, compra pelo menos um par de sapato, uma calça social (nem roupa direito pra emprego tenho), comida, produtos de higiene pessoal e de um dentista com urgência. Resumindo: ter pelo menos uma melhoria em casa, me alimentar melhor, ter dinheiro para o ônibus e procurar emprego em lugares mais afastados, onde é preciso mais do que duas passagens de ônibus. Às vezes não tenho nem um centavo em casa, então como vou procurar emprego?

Se alguém puder ajudar, eu agradeço de coração, e desde já convido a visitar meu humilde barraco onde moro. A qualquer hora do dia ou da noite.

$ contribua

Novidades (0)

Quem ajudou (6)

  • Gustavo Bayde
    em 15 de Junho de 2017

  • anônimo
    em 14 de Junho de 2017

  • Diego Fortunato
    em 14 de Junho de 2017 diz: Alencar, o tempo passou mas a gente não esquece dos bons atos de sua parte. Obrigado por confiar em mim no passado, presenteando me com Cds do filme titanic, jogo adventure, musicas e e o livro de Léo Mariot Agora é a sua vez! Pude lhe ajudar desta forma. Desejo a vc forças para se reestruturar e reviver o seus sonhos com sua humildade! Abraços Diego Fortunato (Pseudo:Thiago Braith)

  • rodrigo aparecido piller
    em 14 de Junho de 2017 diz: Que Deus te abençoe amigo, com toda a força interior que puder haver para que a caminhada recomece firme e forte. Rodrigo.

  • Natália Ramos Bertolini
    em 14 de Junho de 2017 diz: Força! Continue sempre nessa conduta e jamais tenha vergonha de pedir ajuda! Honestidade e coragem é o que salva o homem. Momentos melhores estarão por vir. Fique em paz!

  • anônimo
    em 14 de Junho de 2017

Contato

Envie uma mensagem diretamente para o dono desta Vakinha.





Denuncie

Iremos verificar sua denúncia e entrar em contato com o dono da Vakinha.