Cirurgia da Samara

ID da vaquinha: 375386
Cirurgia da Samara
Adriana Maria da Silva
Caxias do Sul / RS
0%
Arrecadado
R$ 0,00
de
Meta
R$ 58.274,34
Apoiadores
3
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

********************Novidades no caso da Samara ******************************************

Olá a todos.

Temos uma novidade positiva no caso da Samara. A divulgação do caso chegou à pessoas que conseguiram entrar em contato com o SUS e com o MP e a primeira cirurgia foi realizada dia 12/11/2018, ocorreu tudo muito bem e a Samara já está em casa.

Ela ainda tem todo tratamento pós-operatório e mais duas cirurgias para fazer . A família ainda espera a confirmação de que o SUS vai cobrir as próximas cirurgias.

Enquanto isso, a vakinha online e as doações ficarão suspensas. Caso o SUS cubra as próximas cirurgias, a família pretendente utilizar o valor arrecadado para fazer a adaptação de uma rampa na entrada da residência para a Samara conseguir entrar e sair de casa na cadeira de rodas, pois ela está crescendo e ficando muito pesada para a sua mãe carregá-la no colo. Essa acessibilidade vai melhorar a qualidade de vida da Samara que vai conseguir tomar sol na frente da casa. Ainda, se sobrar algum valor após a adaptação da rampa na frente da casa, a família pretende doar o valor restante como uma forma de retribuir a generosidade que tiveram com a Samara.

Queremos agradecer a todos que ajudaram com suas doações e os compartilhamentos que fizeram

o caso dela chegar até pessoas que puderam fazer a cirurgia acontecer pelo SUS.

A batalha da Samara continua.

Obrigado a todos novamente.

Segue uma foto da entrada da casa que precisa ser adaptada para subir com a cadeira de rodas.

https://drive.google.com/drive/folders/18NPde-iX0klbJMnXCY-xo8NpvB1PbstB?usp=sharing

*********************************************************************************************************************************

 

Adriana e José, adotaram Samara quando esta tinha seis meses de vida, sendo que, Samara nasceu com cinco meses e meio de gestação, equivalente há vinte e duas semanas, sendo a priori diagnosticada com paralisia cerebral e após algum tempo, com o diagnóstico de escoliose tóraco lombar. Partindo desse contexto, Samara já nasce com seu desenvolvimento imaturo, fazendo com que seu sistema imunológico não produzisse anticorpos, o que por sua vez, a deixava susceptível as infecções e para além disso, como é sabido, nesse período gestacional os principais desenvolvimentos são dos ossos do infante. Logo, com a má formação dos ossos e em especial, da coluna como responsável pela sustentação e locomoção do corpo, fez com que Samara não conseguisse se movimentar.

Com o passar dos anos, os agravos continuaram persistentes, Adriana na impossibilidade de pagar uma cuidadora, teve que abrir mão de seu emprego, para ficar em função integral aos cuidados de sua filha, sendo então, todas as despesas da casa e do tratamento de Samara vindo a ser mantidas pelo pai, José. Diante da dificuldade financeira Adriana e José que sempre estavam à volta de cuidados médicos e fisioterápicos para filha através do Sistema Único de Saúde (SUS), foram também, em busca inclusive do apoio financeiro da prefeitura de Caxias do Sul, que cedeu o transporte para a família, a fim de que, Samara pudesse fazer seu tratamento, assim como, pela rede de assistência do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) que ajudou nos custos de deslocamento, pois eram 14km (ida e volta) até o local onde Samara fazia as sessões de fisioterapia. Sobre os cuidados concernentes à fisioterapia, estes foram realizados pela APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) na cidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. Segundo orientação da fisioterapeuta da instituição, diante do quadro clínico de Samara o ideal era que esta devesse ter o acompanhamento continuado das sessões por quatro dias no decorrer da semana, porém, a instituição só tinha disponibilidade de vaga para dois dias na semana e já no final do ano de 2010, a disponibilidade diminuiu para um dia na semana. Samara nesse período, tinha oito anos de idade e ainda conseguia sentar-se e frequentava a escola.

Já no ano de 2017, todos os auxílios cessaram e o agravo na coluna de Samara se intensificou, assim, como suas dores.Samara hoje com 13 anos de idade, sente dores intensas pelo corpo, dores essas, que a impossibilitam de sentar-se e de ser transportada. Atualmente, Samara não mais frequenta a escola devido a sua debilidade motora, ficando por sua vez, apenas deitada em sua cama numa única posição, a fim de que diminua um pouco mais a intensidade de sua dor. Vale dizer, que até os cuidados de higiene são realizados com Samara deitada em sua cama.

Reiteramos que Adriana e José não tem condições de arcar com as despesas da filha. Haja vista, que atualmente, Samara necessita urgentemente de duas cirurgias, sendo uma para a coluna vertebral e outra para a bacia. Cirurgias essas, que não podem ser realizadas de modo concomitante. Os pais já foram em busca de auxílio na rede do SUS, mas, não obtiveram êxito. Uma vez que, o SUS não tem disponível dos pinos dos tamanhos a serem colocados na coluna de Samara, sendo este material, apenas disponibilizado pelas redes particulares de saúde. Adriana e José, inclusive já tentaram colocar sua casa à venda, a fim de que consigam bancar as cirurgias de Samara, pois afirmam que se for possível moram de aluguel, mas, o que importa é que a filha já não mais sofra. Samara por sua vez, além do desejo de não mais sofrer com as dores intensas pelo corpo, ainda sonha em retornar a escola e poder um dia dançar uma valsa de 15 anos com o cantor Luan Santana.

Diante desse cenário, estamos buscando doações para a primeira cirurgia de Samara, que conforme o orçamento médico numa rede privada de saúde, custa o valor de R$ 58.274,34, por isso, pedimos a colaboração e a solidariedade de todos.

Página no Facebook:      https://www.facebook.com/Vamos-ajudar-a-Samara-327939807961141/

    Dados da cirurgia:       https://drive.google.com/drive/u/2/folders/1MKMkcjNA7MY5MXPhUL3r68yOb35qGhat

 

As doações também podem ser realizadas nas contas bancárias dos pais da Samara:

Caixa Econômica Federal

Agência: 0465

Conta poupança op 013: 287985-0

Destinatário: José Ricardo dos Santos

 

"porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me acolhestes; estava nu, e me vestistes; adoeci, e me visitastes; estava na prisão e fostes ver-me. Então os justos lhe perguntarão: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? Quando te vimos forasteiro, e te acolhemos? ou nu, e te vestimos? Quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos visitar-te? E responder-lhes-á o Rei: Em verdade vos digo que, sempre que o fizestes a um destes meus irmãos, mesmo dos mais pequeninos, a mim o fizestes."  Mateus 25:35-45

 

 

 

Encerrada
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.
Elementos SVG

Curta e compartilhe nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados. 2021