Vaquinha / Outros / Dinheiro

CASINHA DA REGI

ID da vaquinha: 431990
CASINHA DA REGI
URL copiada!
12%
Arrecadado
R$ 2.340,00
de
Meta
R$ 20.000,00
Apoiadores
53
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Meu nome é Regiane Raasch Siqueira e essa é minha história ! Em 17 de janeiro de 2010, aos 14 anos de idade, minha vida mudou para sempre: ao visitar minha irmã, caí da varanda da laje e um dos tijolos da laje caiu na minha nuca, causando uma lesão cervical na C5. Fui socorrida pelo SAMU, mas fiquei 7 dias no hospital aguardando uma vaga para fazer exames, em condições horríveis e acabei ficando com escaras de decúbito, sem saber ao menos se sobreviveria....mas com muita fé em Deus deu tudo certo e fui operada, colocaram 9 parafusos e 2 placas de platina para sustentar meu pescoço, foram 4 horas e meia na mesa de cirurgia e apenas uma chance de dar tudo certo, e deu! Então começou meu outro sofrimento com as escaras (feridas), duas nos ombros e uma nas nádegas, essa última tão profunda que chegou aos ossos, me causando muitas dores, passei por 3 procedimentos cirúrgicos até poder fazer uma cirurgia plástica no local, e nisso se passaram 4 meses dentro de um hospital, ouvindo dos médicos que eu nunca mais poderia voltar a andar, iria poder somente mexer os olhos....imaginem como me senti...uma adolescente, com a vida inteira pela frente, ter que depender de terceiros para tudo, para sempre....só não me desesperei completamente pois Deus tinha me dado uma chance, os médicos disseram que eu ter sobrevivido ao acidente já tinha sido um milagre! Então fiz a cirurgia plástica e correu tudo bem, mas antes que os pontos fossem retirados, durante um dos curativos um produto químico errado que passaram estourou  os pontos e me deixaram em carne viva, mais uma luta a enfrentar, mais 7 meses e meio dentro de um hospital, só Deus para me dar forças. Até meu aniversário de 15 anos, que tanto sonhei, foi  passado dentro do hospital, naquele sofrimento, por duas vezes quase morri por conta de medicamentos errados, mas o importante é que sobrevivi e tive alta! Chegando em casa, me deparei com minha nova realidade: ficar em cima de uma cama, tetraplégica, dependendo de cuidados para tudo, mas Deus já tinha escrito tudo e 5 meses após sair do hospital Deus colocou um anjo na minha vida, que é o meu esposo, quando eu já não agüentava mais aquela situação e pensava até em me matar...mas o Matheus faz tudo, cuida com amor e carinho, pois dependo dele para beber,comer, tomar banho, até um copo de água, pentear o cabelo, etc. Sempre tive o sonho de ser mãe, mas os médicos diziam que após meu acidente isso seria praticamente impossível, pois corria o risco de eu e o bebê morrermos, isso me deixava muito triste, com um vazio dentro de mim, por 4 anos eu sonhei, chorei, falei muito com Deus sobre este meu grande desejo. Minha irmã engravidou e eu ouvi ela dizer para minha mãe que já que eu não poderia ter filhos que ia deixar eu escolher o nome da minha sobrinha para eu não me sentir triste, mas o que eu não sabia é que eu já estava gerando meu grande milagre dentro de mim! Fiz o exame e estava com 8 semanas de gravidez! Foi uma mistura de felicidade e medo pois sempre escutei que depois do acidente jamais engravidaria, e mesmo ouvindo de um médico que eu era doida de engravidar, Deus colocou outro anjo na minha vida, que foi o dr José Carlos, que cuidou da minha gravidez, que como já era esperado, não foi nada fácil, com muitas complicações e internações, mas sempre com Deus no comando. No hospital, com o bebê já encaixado, os médicos não sabiam o que fazer pois nunca tinham atendido uma gestante tetraplégica, diziam que teria que ser cesária porque eu não teria forças,mas Deus faz a obra por completo e não pela metade e Matheus veio ao mundo de parto normal! Deus é Deus e quando ele promete, ele cumpre, pois uma irmã havia me falado 3 anos antes de eu engravidar que Deus iria me dar um filho e o milagre aconteceu pois eu era muito humilhada pelas pessoas que zombaram de mim, falavam que eu não era mulher pois não podia nem ao menos dar um filho ao meu esposo,  nem cuidar da casa e nem fazer nada mas quando o relacionamento é vindo de Deus não há mal nenhum que possa atrapalhar, hoje meu filho tem 2 anos e 8 meses, é saudável, um anjo em minha vida, assim como meu marido. Hoje, meus amigos, eu e minha família passamos por dificuldades. Preciso de uma casa adaptada à minha condição, pois moro de favor na minha sogra, numa casa de 3 cômodos, sem quarto, sem privacidade, pois tenho que trocar fralda, fazer curativo, tomar banho e as pessoas que moram aqui tem de passar por onde eu estou. Meu marido perdeu o trabalho e estamos precisando de toda ajuda possível, só quero dar uma vida digna ao meu filho ! Toda ajuda ê bem-vinda . Desde ja agradeço a todos !

 

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021