Vaquinha / Outros / Dinheiro

Apoie o Notícia Preta

ID da vaquinha: 747359
Apoie o Notícia Preta
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
64%
Arrecadado
R$ 12.804,53
de
Meta
R$ 20.000,00
Apoiadores
168
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

O Notícia Preta trabalha a comunicação antirracista como uma ferramenta de não reprodução de preconceitos e estereótipos, estigmatizantes ou pejorativos, em relação à população negra na imprensa.

É papel da imprensa debater as questões raciais não somente em datas específicas, como por exemplo no Dia da Consciência Negra, mas sim entender que a temática racial é transversal a todos os demais assuntos e deve estar presente em todas as pautas, uma vez que o racismo é estrutural e estruturante.

O Notícia Preta foi ao ao em 20 de novembro de 2018, e já soma mais de 210 mil seguidores em todas suas redes sociais juntas. Na primeira semana de  junho de 2020 nosso site teve mais e 1 milhão de acessos. 

Com o crescimento do portal aumentou também a importância de produzir conteúdos com ainda mais qualidade. Para isto, precisamos reformular o site e adquirir equipamentos como computadores, câmeras e programas de edição. Com isso poderemos aumentar a produtividade do portal, remunerar nossos colaboradores e impulsionar nosso canal no YouTube. 

Em nosso país, é impossível debater economia, saúde, políticas públicas ou qualquer outro tema sem levar em conta a questão racial, pois ela é a base da nossa construção enquanto nação.

Para termos uma imprensa com este recorte de raça e classe é preciso passar por um processo educacional, que é desenvolvido pela comunicação antirracista. Mudar a forma da linguagem utilizada pelos veículos de comunicação, quando se fala de racismo, é fundamental para conseguirmos mudar o olhar da sociedade em relação ao tema.

Um jornal antirracista é antes de tudo uma plataforma educativa pois, através da informação, trabalhamos a mudança de termos e formas comunicacionais historicamente preconceituosas e, que muitas vezes, já estão enraizadas em nossa sociedade e expressam-se de uma forma quase que natural em nosso cotidiano. Estas expressões, que foram historicamente integradas a linguagem, podem, além de atingir moralmente quem as recebe, configurar crime de racismo e/ou injúria racial.

Fazer jornalismo antirracista é, sobretudo, uma ação educativa pois, reforça a importância do respeito entre as pessoas e reduz os casos de preconceito.

Mudar a forma como nos comunicamos é a principal ferramenta na luta contra o racismo e as desigualdades. Seguimos acreditando que a educação é libertadora e que informação é poder!

 

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2022