Solidariedade / Pessoas / Saúde / Caridade

APOIE A COMUNIDADE INDÍGENA WOTCHIMAÜCÜ DE MANAUS (ACW)

ID da vaquinha: 1015876
APOIE A COMUNIDADE INDÍGENA WOTCHIMAÜCÜ DE MANAUS (ACW)
Denizia Araújo Peres
Manaus / AM
25%
Arrecadado
R$ 15.492,00
de
Meta
R$ 61.000,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou

A COMUNIDADE

A Comunidade indígena Wotchimaücü (ACW), localizada no bairro Cidade de Deus na periferia de Manaus, foi fundada em 06 de junho de 2002 entre os Tikuna que vieram dos Municípios de Tabatinga e Benjamin Constant, e  das aldeias Umariaçú II, Filadélfia, Porto Cordeirinho e Feijoal. A ACW tem o objetivo de fortalecer a cultura, educação diferenciada, saúde diferenciada,  formação política, fabricação de artesanatos, visando a melhoria da qualidade de vida do povo Tikuna dentro do contexto urbano.

A comunidade abriga o Centro Cultural dos Tikuna, espaço onde é mantido os Agentes Comunitários e é reforçada a tradição cultural, por meio da manutenção de seus rituais e de suas expressões culturais (música e artes visuais) e de ensino da língua materna (a língua Tikuna), além de ser também o espaço de uso de reuniões de caráter político da ACW.

A ACW tem Estatuto próprio sendo composto por membros Tikuna que residem no bairro Cidade de Deus, e em outros bairros da cidade de Manaus, devidamente associados e cadastrados na associação. Nossa Comunidade Wotchimaücü é autônoma, sem apoio institucional ou partidário. Lutamos por uma sociedade mais justa e sustentável.

CONTEXTO ATUAL

Vivemos triste tempos, já não é possível viver um mundo saudável, porque estamos todos doentes. Juntos resistimos, atravessamos as chagas da história e sobreviveremos.

Assim como outros males, que sangraram e sangram nosso povo por entre o caminhar dos tempos, o coronavírus veio mostrando sua febre e sua força de pandemia que não reconhece  etnia e contamina o rico e o pobre, democratizando o choro para todas as famílias atingidas direta e indiretamente.

A grande família Tikuna, da comunidade Wotchimaücü, é uma dessas centenas de famílias atingidas pelas garras do Covid-19 e tem sofrido com as consequências nefastas desse vírus. As 50 famílias, que somam 350 pessoas, de nossa comunidade sobrevivem física e culturalmente graças a venda de seus artesanatos e apresentações culturais, o que está impossibilitado de acontecer nesse momento. Manaus se destaca como sendo uma das regiões de grande preocupação dos órgãos de saúde por conta dos casos de contaminação que se multiplicam na cidade em colapso eterno. Vale ressaltar que, nós indígenas que vivemos em contexto urbano não contamos com o auxílio da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), dificultando nosso acesso à saúde de qualidade.

Com isso, estamos com muitas dificuldades para acessarmos o essencial para nossa alimentação e proteção contra esse mal global. Precisamos do seu apoio para trazer os itens essenciais para nossa sobrevivência. Como não sabemos por quanto tempo irá durar as indicações de isolamento social, a arrecadação servirá para abastecer a comunidade pelo período de três meses, resguardando assim a vida das nossas crianças, jovens, adultos e idosos.

Contamos com a sua colaboração! “Isolados, mas não esquecidos.”

----------

SUPPORT THE INDIGENOUS COMMUNITY WOTCHIMAÜCÜ OF MANAUS (ACW)

The Wotchimaücü indigenous community (ACW), located in the Cidade de Deus neighborhood on the outskirts of Manaus, was founded on June 6, 2002 among the Tikuna who came from the municipalities of Tabatinga and Benjamin Constant, from the villages Umariaçú II, Filadélfia, Porto Cordeirinho and Feijoal. ACW aims to strengthen culture, differentiated education, differentiated health, political training, hand made crafts, aiming at improving the quality of life of the Tikuna people within the urban context.

The community houses the Tikuna Cultural Center, a space where Community Agents are maintained and the cultural tradition is reinforced by maintaining their rituals and cultural expressions (music and visual arts) and teaching the mother tongue (the language Tikuna), in addition to being the space used by the ACW for political meetings.

ACW has its own statute and is composed of Tikuna members who live in the Cidade de Deus neighborhood, and in other neighborhoods in the city of Manaus, duly associated and registered with the association. Our Wotchimaücü Community is autonomous, without institutional or partisan support. We fight for a more just and sustainable society.

CURRENT CONTEXT

We live in sad times, it is no longer possible to live in a healthy world, because we are all sick. Together we resist, we go through the wounds of history and we will survive.

Like other bad things, which bleed and bleed our people in the course of time, the coronavirus has shown its pandemic strength that does not recognize ethnicity and contaminates the rich as well as the poor. We are crying for all the families directly and indirectly affected

The large Tikuna family, from the Wotchimaücü community, is one of those hundreds of families affected by the claws of Covid-19 and has suffered from the harmful consequences of this virus. The 50 families, totaling 350 people, from our community survive physically and culturally thanks to the sale of their hand made crafts and cultural presentations, which is impossible to happen at this moment. Manaus stands out as one of the regions of great concern to health agencies due to the contamination cases that multiply in the city in eternal collapse. It is worth mentioning that we indigenous people who live in an urban context do not have the assistance of the Special Secretarial for Indigenous Health (SESAI), making it difficult for us to access quality health care.

As a result, we are struggling to access the essentials for our food and protection against this global evil. We need your support to bring the essential items for our survival, as we do not know how long the indications of social isolation will last. The collection will serve to supply the community for a period of three months, thus protecting the lives of our children, young people, adults and the elderly.

We count on your collaboration! "Isolated, but not forgotten."

----------

APOYE A LA COMUNIDAD INDÍGENA WOTCHIMAÜCÜ DE MANAUS (ACW)

La comunidad

La comunidad indígena Wotchimaücü (ACW), ubicada en el barrio Cidade de Deus en las afueras de Manaus, fue fundada el 6 de junio de 2002 entre los Tikuna que vinieron de los municipios de Tabatinga y Benjamin Constant, y de las aldeas Umariaçú II, Filadélfia, Porto Cordeirinho y feijoal. El objetivo de ACW es fortalecer la cultura, la educación diferenciada, la salud diferenciada, la capacitación política, la fabricación de artesanías, con el objetivo de mejorar la calidad de vida de los tikuna en el contexto urbano.

La comunidad alberga el Centro Cultural Tikuna, un espacio donde se mantienen los Agentes de la Comunidad y se refuerza la tradición cultural manteniendo sus rituales y expresiones culturales (música y artes visuales) y enseñando la lengua materna (el idioma Tikuna), además de ser el espacio para el uso de las reuniones políticas de ACW.

ACW tiene su propio estatuto y está compuesto por miembros de Tikuna que viven en el vecindario de Cidade de Deus y en otros barrios de la ciudad de Manaus, debidamente asociados y registrados con la asociación. Nuestra comunidad Wotchimaücü es autónoma, sin apoyo institucional o partidista. Luchamos por una sociedad más justa y sostenible.

CONTEXTO ACTUAL

Vivimos en tiempos tristes, ya no es posible vivir un mundo saludable, porque todos estamos enfermos. Juntos resistimos, atravesamos las heridas de la historia y sobreviviremos.

Al igual que otros males, que sangran y sangran a nuestra gente en el transcurso del tiempo, el coronavirus ha demostrado su fiebre y su fuerza pandémica que no reconoce el origen étnico y contamina a los ricos y los pobres, democratizando el llanto de todas las familias directamente afectadas. e indirectamente.

La gran familia Tikuna, de la comunidad Wotchimaücü, es una de esas cientos de familias afectadas por las garras de Covid-19 y ha sufrido las consecuencias dañinas de este virus. Las 50 familias, un total de 350 personas, de nuestra comunidad sobreviven física y culturalmente gracias a la venta de sus artesanías y presentaciones culturales, lo cual es imposible de lograr en este momento. Manaus se destaca como una de las regiones de gran preocupación para las agencias de salud debido a los casos de contaminación que se multiplican en la ciudad en colapso eterno. Vale la pena mencionar que los pueblos indígenas que vivimos en un contexto urbano no contamos con la asistencia de la Secretaría Especial para la Salud Indígena (SESAI), lo que nos dificulta el acceso a una atención médica de calidad.

Como resultado, estamos luchando para acceder a lo esencial para nuestra comida y protección contra este mal global. Necesitamos su apoyo para nos ayudar en lo esencial para nuestra supervivencia, ya que no sabemos cuánto durarán las indicaciones de aislamiento social, si ayuda servirá para abastecer a la comunidad durante un período de tres meses, protegiendo así la vida de nuestros niños, jóvenes, adultos y ancianos.

¡Contamos con su colaboración! "Aislado, pero no olvidado".

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.
Elementos SVG

Curta e compartilhe nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados. 2020