Cover img 5568 1
Thumb img 5568 1  1

Vakinha de
Janileia Silva Gomes
Mirinzal/MA

Amigos do Quilombo Frechal - Unidos Para Salvar o Casarão!

ID da vaquinha: 644836

Copiar url:

Objetivo
R$ 6.600,00
Arrecadado
R$ 795,00
$ contribua

Ajude o Quilombo Frechal a continuar contando sua história! O casarão histórico da comunidade precisa pagar algumas dividas para que a comunidade continue utilizando seu espaço! Colabore para esta campanha e seja um amigo do Quilombo Frechal.

Criada em
17/07/2019
Encerra em
15/09/2019

Quem Somos

O Quilombo do Frechal está localizado na região da baixada maranhense, no município de Mirinzal. Pioneiro, o quilombo foi o primeiro do Brasil a ser certificado pela Fundação Cultural Palmares, e teve a conquista de seu território assegurada em 1992 através de um decreto que reconhecia o território do quilombo como uma Reserva Extrativista, por isso o quilombo está titulado e é reconhecido como Reserva Extrativista do Quilombo do Frechal, abrangendo a comunidade de Frehal, Rumo e Deserto.

A história dos quilombolas de Frechal é de muita resistência e também de estratégia e superação. Descendentes de africanos escravizados trazidos para o Brasil, especialmente aqueles da Costa da Mina, do povo Mandinga. Os primeiros moradores do Frechal chegaram para a região em 1792 para trabalharem enquanto escravizados na fazenda da família portuguesa Coelho e Souza que vivia em um grandioso casarão.

O Casarão

Os anos foram se passando, a fazenda e o casarão possuíram alguns proprietários brancos diferentes, mas os negros continuaram sua resiliência por ali, honrando o sangue de seus ancestrais e guardando as terras que seriam suas por mais que direito.

Até que em 1992, depois de um longo período de luta pela terra, os moradores do Frechal conseguiram a propriedade definitiva do território.

O casarão, antes ocupado pelos antigos patrões de origem europeia foi retomado e reapropriado pelos negros. Tornando-se um símbolo do quilombo Frechal.

Com grandes salas e quartos o casarão foi reocupado pela associação dos moradores do Frechal e passou a abrigar oficinas de formação comunitária, um telecentro, encontros de movimentos sociais e demais pessoas interessadas a conhecer o território que também é uma linda reserva extrativista, através do turismo de base comunitária. Todas estas ações gerenciadas pelos próprios quilombolas.

Nossa Dificuldade Atual

Acontece, que mesmo com tantas atividades, os moradores do quilombo Frechal não conseguiram verba suficiente para manter as contas de luz em dia, e recentemente a empresa fornecedora de energia cortou a luz do casarão, impossibilitando que qualquer ação comunitária fosse feita...

Nos Ajude!

Nossa intenção com esta vakinha é angariar fundos suficientes para quitar a dívida de luz do casarão (R$3.154,17 valor calculado pela comunidade) e utilizar o restante do dinheiro para continuar pagando as contas de luz até estruturarmos um fundo gerido pela comunidade que também ajude na manutenção do casarão. Com esse apoio poderemos retomar as atividades no espaço para que a comunidade continue a ser autossustentável.

Além de fonte de renda e história, o casarão é um dos patrimônios da comunidade e queremos preservá-lo. Sua materialidade física não nos deixa esquecer a história do nosso povo, dos nossos antepassados. Manter o casarão em pé, conservado e em atividade nos faz ressignificar o passado escravista comprovando nossa vitória e liberdade. Nós somos os únicos donos do território, e por isso, do casarão também! Queremos e devemos continuar cuidando dele, pois dessa forma cuidamos também da memória do nosso povo.

Nos ajude a quitar a dívida do casarão e continuar a contar nossa história!

Seja um doador, e faça sua parte na história do povo quilombola!

$ contribua

Novidades (0)

Quem ajudou (13)

  • Natalia Ribas Guerrero
    em 16 de Agosto de 2019

  • Luciana Castro
    em 15 de Agosto de 2019

  • Amiga Lynda
    em 14 de Agosto de 2019

  • Luiza Viana Araújo
    em 14 de Agosto de 2019

  • Rodrigo vieites borges
    em 10 de Agosto de 2019

  • Bartolomeu Mendonça
    em 09 de Agosto de 2019

  • Eleonilde Silva Ribeiro
    em 08 de Agosto de 2019

  • suelen gonçalves dos anjos
    em 29 de Julho de 2019

Denuncie

É necessário estar identificado para fazer uma denúncia. Registre-se ou faça login.

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.