Projetos / Produtos

Ajude o projeto Trem Turístico Rio-Minas

ID da vaquinha: 1148533
Ajude o projeto Trem Turístico Rio-Minas
ONG - Amigos do Trem
Juiz de Fora / MG
5%
Arrecadado
R$ 2.620,00
de
Meta
R$ 50.000,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

A equipe da ONG Amigos do Trem inicia esta primeira Vakinha com intuito de conseguir recursos para realizar a manutenção e a reforma do trecho e, posteriormente, iniciar o projeto Trem Rio-Minas. Projeto que tem como objetivo a preservação ferroviária, valorização do turismo, criação de emprego e desenvolvimento da economia.  

 

A ONG Amigos do Trem possui uma trajetória no cenário de preservação ferroviária de 23 anos. O saudoso e fundador da ONG, Paulo Henrique do Nascimento, dedicou toda a sua vida em prol da ferrovia. Fundada oficialmente em 05 de junho de 2001, e qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Publico (OSCIP) nos termos da Lei 9.790/99, pelo Ministério da Justiça no processo n.º 08026.000236/2004-00, autuado em 09 de janeiro de 2004, e publicado no Diário Oficial da União no dia 21 de janeiro de 2004. 

A OSCIP/MNAT tem como objetivos: promover a cultura, o turismo, o desenvolvimento sustentável, defender o patrimônio histórico público das ferrovias nacionais e incentivar a modernização deste modal. A OSCIP/MNAT possui regionais no Estado de Minas Gerais, Pernambuco e Espírito Santo. 

No ano de 2007, o sonho começou a se tornar realidade. Porém, foi no ano de 2015 que nascia um dos principais projetos da ONG e o primeiro trem turístico interestadual, o Trem Rio Minas Os municípios que serão contemplados são: Três Rios/RJ, Chiador/MG, Sapucaia/RJ, Além Paraíba/MG, Volta Grande/MG, Recreio/MG, Leopoldina/MG e Cataguases/MG.

. O projeto começou a ganhar espaço no coração da população brasileira, dos órgãos do governo federal e das empresas públicas e privadas. Junto com a emoção de fazer realizar o grande sonho, o Paulo Henrique enfrentava uma grande batalha contra um câncer grave de pulmão. A vida do Paulo era dividida entre as atividades da ONG e as inúmeras sessões de quimioterapia. Entretanto, o que ninguém esperava é que após algumas consultas, o médico responsável pelo tratamento do Paulo disse que por ele ser portador de um câncer grave ele teria que retirar metade do pulmão direito e, além disso, ele teria que evitar qualquer tipo de atividade para não comprometer ainda mais a sua situação. Apesar das tristes notícias, o pior diagnostico poderia ocorrer: o médico disse que a vida do Paulo poderia ser interrompida dentro de poucos meses. Apesar de tudo, Paulo nunca se abateu e a sua determinação em efetivar o projeto do trem turístico aumentava cada vez mais. 

Ainda no ano de 2015, Paulo conseguiu uma empresa parceira que fez um grande investimento no projeto. Com isto, realizou a compra de 15 carros de passageiros da Empresa Vale e reformou todos para serem usados no projeto.  Além disto, conseguiu a cessão de 6 locomotivas, sendo 2 da Vale e 4 da concessionária FCA/VLI e um guindaste Orton. As prefeituras que fazem parte do trecho Rio Minas realizaram as obras de restauro e reforma das estações. Todas foram adaptadas de acordo com as normas estipuladas pela ANTT.

Após vários anos de dedicação á ONG Amigos do Trem, Paulo Henrique faleceu em novembro de 2018. Entretanto, deixou um legado para toda a sociedade: a luta pela preservação ferroviária e a preservação do patrimônio histórico ferroviário, bem como o projeto turístico Trem rio Minas. As atividades da ONG e o projeto continuaram, porém, existe um grande entrave para a consolidação do Trem Rio Minas: a empresa responsável pela concessão da via, a VLI Logística, não finalizou a reforma do trecho. Há alegação que não existe recurso suficiente para a reforma e manutenção da via.

Sendo assim, a ONG Amigos do Trem em parceria com a sociedade civil está buscando recursos e alternativas para realizar os ajustes finais na composição e também para a reforma da via. Sabemos que o valor da reforma é superior ao que foi colocado como meta nesta Vakinha, mas este é apenas o primeiro passo.

Além do projeto ter um apelo afetivo devido a história de vida do presidente da OSCIP Amigos do Trem, o projeto proporcionará o resgate da memória ferroviária, bem como a criação de novos postos de trabalho, valorização da cultura local e impulsionará o turismo. Em uma de nossas pesquisas quantitativas, verificamos que a área de abrangência de todo o trecho do projeto Trem Turístico Rio Minas é de aproximadamente 12 milhões de pessoas.

 

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.
Elementos SVG

Curta e compartilhe nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados. 2020