Cover 21850483 1450652724989466 1073485173 n
Thumb 21850483 1450652724989466 1073485173 n

Vakinha de
Tatiane Valiatti Vieira
vila velha/ES

Ajude a Tati Valiatti na Luta contra o Câncer

Objetivo
R$ 45.000,00
Arrecadado
R$ 3.470,00
$ contribua

O INTUITO DESSA PÁGINA É QUE DEUS POSSA TOCAR NO CORAÇÃO DAS PESSOAS PARA NOS AJUDAR NESSA BATALHA, TANTO EM IR PARA SÃO PAULO, COMO AJUDAR NO PARTO E NO TRATAMENTO DESSE TUMOR. JUNTAMENTE COM A AJUDA DE DEUS NÓS CONTAMOS COM VOCÊ! https://www.facebook.com/ajudeatati/posts/122472548474714

Criada em
19/09/2017
Encerra em
19/12/2018

CONHEÇA A HISTÓRIA DA TATI

Olá!

Essa é a história da Tati, 26 anos, mãe da Eloah.

Primeiramente queríamos agradecer a Deus, que tem nos sustentado e tem sido o nosso refúgio, a nossa fortaleza, o nosso socorro bem presente nessa tribulação e tem ouvido o nosso clamor e o clamor de todos que tem nos sustentado em oração; também aos médicos e toda a equipe que têm tratado Tati e Eloah com toda dedicação e empenho.

Tati namorava o Hudson ha cerca de dois anos quando descobriu que estava grávida, era aproximadamente março de 2017.

Eles ficaram meio perdidos, pois não pretendiam se casar nesse ano, e muito menos ter a responsabilidade de cuidar de outra vida, mas mesmo assim decidiram se casar, sem ter nada, nem mesmo planos.

Marcaram o casamento para o dia 10 de Agosto (2017) para ter tempo de se organizarem para “juntar os paninhos”, porém o primeiro obstáculo apareceu, dias antes do casamento. A sogra da Tati passava muito mal e fez exames para descobrir o que tinha, foi quando descobriu um câncer no útero e teve que operar para fazer a retirada do mesmo. Então resolveram remarcar o casamento para o dia 24 de agosto (2017) para dar tempo de sua sogra se recuperar da operação. Nesse meio tempo a Tati começou a sentir fortes dores de cabeça, chegando a vomitar, foi para o hospital e todos os médicos que ela passava tratavam como crise de enxaqueca, o que era normal para uma grávida.

Uma semana antes do casamento chegou a ser internada e nada melhorava, pelo contrário, as dores, os vômitos e agora a tontura só pioravam. Ela recebeu alta em um domingo, e na quarta-feira, véspera de seu casamento, ela voltou para o hospital na parte da noite. Elas (Tati, mãe e irmãs) pediram para fazer uma ressonância, pois não era normal essas dores que a Tati sentia, mas como ela estava grávida, os médicos não queriam fazer, pois trazia riscos para a vida da neném. Então, elas assinaram um termo de responsabilidade e fizeram a ressonância e nessa noite, anterior ao casamento no cartório, pois era o que eles podiam pagar no momento, eis que chega o segundo obstáculo: a Tati estava com um tumor grande na cabeça e teria que fazer uma cirurgia de urgência. Nesse momento abriu um buraco bem grande e bem fundo e todos nós caímos. E do pronto socorro ela já foi direto para a UTI, passou a quinta-feira internada na UTI e na sexta-feira, 25 de agosto (2017), ela entrou na sala de cirurgia por volta de 13:30 da tarde e saiu às 19:40 da noite.

A princípio, o tumor era benigno e teria que ser apenas totalmente retirado através da cirurgia, mas logo após sair da sala de cirurgia, mais uma pancada em nossas cabeças: os médicos falaram que talvez não seria benigno e teríamos que esperar o resultado da biópsia que demoraria cerca de 15 dias úteis para ficar pronto.

A cirurgia em si foi um sucesso! O Nosso Deus se mostrava presente em todos os momentos! Ela saiu lúcida de falando e nada aconteceu com a nossa princesinha Eloah. As duas guerreiras estavam firmes e fortes para a recuperação da cirurgia.

A Tati sempre foi muito ativa e estar de repouso absoluto em casa, parecia não ter fim. E a Eloah, nossa princesinha, não parava quieta na barriga da mamãe!

O dia do resultado se aproximava e na segunda-feira, no dia 11 de setembro (2017), na parte da tarde, o tão esperado resultado saiu. E não bastando ser MALIGNO, veio no GRAU 4, que é o último grau nesse tipo de tumor.  Como assim meu Deus? E agora, o que vai acontecer com elas?

Foram para o consulta com o oncologista que relatou se tratar de um tumor muito agressivo e raro, pois o mesmo acomete mais crianças e aqui no nosso estado (Espírito Santo), ele só tinha visto 3 casos.

Ela teria que antecipar o parto, numa segurança para o neném e para ela, que teria, segundo o diagnóstico do médico, fazer um mês de radioterapia todos os dias, juntamente com a quimioterapia uma vez por semana, para potencializar o efeito da radio.

Logo após foram para a consulta com o obstetra, que já havia conversado com o oncologista, e disse para ela que eles queriam retirar a neném com 34 semanas, para dar mais chances para ela, já que o tumor da Tati era super agressivo, lembrando que a Tati estava com 29 semanas e essa decisão ficaria para a família.

Agora estamos lutando contra o tempo ouvir a opinião de um especialista em São Paulo, pois segundo os médicos lá têm equipamentos mais modernos para o tipo de tumor dela e médicos com mais experiência também nesse tipo de tumor, porque é raro, para poder nos orientar em qual decisão tomar para salvar a vida das duas.

No momento precisamos ir para São Paulo, ouvir a orientação do especialista nesse tipo de tumor, para que junto com a orientação do nosso Deus possamos tomar a melhor decisão para a vida delas.

O INTUITO DESSA PÁGINA É QUE DEUS POSSA TOCAR NO CORAÇÃO DAS PESSOAS PARA NOS AJUDAR NESSA BATALHA, TANTO EM IR PARA SÃO PAULO, COMO AJUDAR NO PARTO E NO TRATAMENTO DESSE TUMOR. JUNTAMENTE COM A AJUDA DE DEUS NÓS CONTAMOS COM VOCÊ! #AJUDEATATI

Banco Itaú AG 9288 CC 22963-7 Tatiane Valiatti Vieira  CPF: 135.285.227-63

 

$ contribua

Novidades (2)

Tatiane Valiatti Vieira alterou o título da vaquinha em 20 de Setembro de 2017:

De Ajude a Tati Valiatti a Vencer o Câncer para Ajude a Tati Valiatti na Luta contra o Câncer

Tatiane Valiatti Vieira alterou o título da vaquinha em 19 de Setembro de 2017:

De Ajude a Tati para Ajude a Tati Valiatti a Vencer o Câncer

Quem ajudou (59)

  • Celia Rodrigues Rabbii
    em 17 de Dezembro de 2017 diz: Que Deus te abençoe

  • anônimo
    em 24 de Novembro de 2017

  • Mayara Avelino
    em 05 de Novembro de 2017 diz: Olá, tudo bem? Espero que sim! Bom, deixa eu explicar o porquê da minha doação. Na minha escola, uma professora nos mostrou um filme chamado: A corrente do bem. Nesse filme, mostra um garoto que tenta ajudar (e consegue) as pessoas ao seu redor! O intuito desse filme é mostrar que o mínimo que você se doa para alguém de alguma forma, pode ser muito significativo e benéfico para a pessoa ajudada. Podemos observar também que além de ajudar alguém, você se torna uma pessoa melhor, você reve os seus valores e os seus conceitos para a sua vida e isso acaba mexendo contigo de alguma forma. O intuito da professora nesse filme, foi nos mostrar que todos podemos ajudar, não importa: idade, sexo, raça, gênero, religião, nacionalidade e todos esses termos que nos rotulam perante a sociedade. O período escolar da minha escola é dividido em três trimestres. No segundo trimestre foi realizado essa ação da professora e tivemos que ajudar alguém que precisava de ajuda de alguma forma. Essa ação foi tão bem vista e fez bem a tantas pessoas que a professora teve a ideia de realizar esse projeto novamente no terceiro triemestre (trimestre atual), porém abordando temas específicos. O meu grupo e eu, que são constituídos por 5 pessoas, ficamos com o tema mulheres, nós não sabíamos muito o que fazer pois era um tema muito abrangente, depois de pensarmos muito, decidimos optar por ver algumas histórias sobre mulheres nesse aplicativo, e a sua história nos chamou atenção, decidimos fazer a doação pra você, porque estávamos no mês do "Outubro Rosa" e a sua história nos comoveu. Não conseguimos um grande valor, mas a sua história nos comoveu tão intensamente que decidimos compartilhar a sua história nas nossas redes sociais e divulgar de todas as formas possíveis mas queríamos te pedir uma coisa. Quando for possível, que você possa retribuir a alguém toda essa ajuda que lhe foi consedida. Não precisa ser em dinheiro mas que você possa ver a sociedade com mais amor e sempre que puder ajudar alguém você ajudará. E eu tenho mais um pedido, a todas as pessoas que você ajudar, você possa contar essa sua história e sobre a nossa ajuda, para que muitos Ainda possam ser ajudados e que isso cause algum benefício a sociedade em um grande porte. Oramos pela sua vida, que você tenha total recuperação e sua filha nasça com saúde e venha abençoada!

  • anônimo
    em 04 de Outubro de 2017

  • Letícia dos Santos Pereira
    em 03 de Outubro de 2017

  • anônimo
    em 27 de Setembro de 2017

  • anônimo
    em 27 de Setembro de 2017 diz: Desejo que não falte força e fé ao coração da Tati e de toda a sua família. Vai dar tudo certo, ela será curada em nome de Jesus.

  • Cláudia Martins Andreão
    em 26 de Setembro de 2017 diz: Tati, Deus está contigo! Por mais difícil que seja, nunca deixe de acreditar em dias melhores! Deus sabe de todas as coisas, e os planos Dele, com certeza, são bem melhores que os nossos.

Denuncie

Iremos verificar sua denúncia e entrar em contato com o dono da Vakinha.