Vaquinha / Outros / Dinheiro

Ajuda para comprar a prótese

ID da vaquinha: 2589959
Ajuda para comprar a  prótese
Você não possui corações!
Clique aqui para comprar.
0 coração recebido
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
4%
Arrecadado
R$ 560,00
de
Meta
R$ 15.000,00
Apoiadores
13
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Meu nome é Sérgio Soares Magalhães, morador do bairro Ribeiro de Abreu, em Belo Horizonte MG. Sou casado e tenho 2 filhos. Há 20 anos desenvolvo um trabalho social na minha comunidade onde carinhosamente, me chamam de Serginho Paizão. Eu trabalho com esporte e cultura, mostrando ao jovem que há outras saídas que não o crime. Em minhas oficinas de Futebol e Percussão, já consegui ajudar muitas pessoas, fazendo festivais de cultura, jogos beneficentes, arrecadação de alimento e outras coisas para ajudar a minha comunidade. Tenho muito orgulho do trabalho que eu desenvolvi e das pessoas que estiveram comigo na minha caminhada. Com certeza não cheguei até aqui sozinho. Tenho 49 anos e, desde os 8 anos de idade, convivo com a Diabetes tipo 1. Desde então o cuidado com a minha saúde é constante. Mas como é de conhecimento geral, a Diabetes é uma doença lenta, porém cruel. Ao longo dos anos tive algumas complicações por causa da doença. Em 2013, perdi a funcionalidade dos rins, sendo obrigado a fazer hemodiálise. Todo processo é extremamente desgastante de doloroso. Em 2016, entrei para a fila do transplante, mas Graças a Deus não precisei esperar muito, já que minha esposa era compatível e me doou um rim, em março daquele ano. Em 2017, fui à estação de metrô perto da minha casa para buscar alguns professores que estavam me ajudando a montar um cursinho pré-vestibular na comunidade e enquanto eu esperava, dois homens me abordaram, me tiraram a força de dentro do carro e me roubaram. Nesse momento do roubo, durante a saída forçada do carro, machucaram meu pé direito. Esse machucado, se transformou em uma ferida muito grande. Contraí uma bactéria muito resistente, o que me fez ficar 30 dias internado no hospital Felício Rocho. Apesar de todas as tentativas incansáveis dos médicos, tive que me submeter a amputação do anti-pé (a parte dos dedos). Mesmo com essa amputação, continuei trabalhando e ajudando a comunidade. Descobri em junho deste ano, que a diabetes prejudicou também aminha visão, estou com um estágio avançado de catarata, precisando fazer uma cirurgia para a implantação de uma lente para enxergar melhor. Infelizmente, com a pandemia, acabei perdendo minha renda extra, já que sou aposentado por invalidez e recebo salário mínimo. Mas com a flexibilização das medidas em julho desse ano, voltei a trabalhar. Voltei, mas senti que meu corpo não estava mais aguentando o ritmo, eu tinha uma ferida no anti-pé direito e mal conseguia me manter em pé. Em agosto, dei entrada no hospital Felício Rocho com outra infecção no pé e uma infecção gastrointestinal. Foram 32 dias de luta para salvar o pé, mas, o melhor para minha saúde, foi realizar a amputação do pé inteiro. Desde que saí do hospital, estou muito motivado a andar novamente para continuar transforando histórias e vidas. Comecei a escrever um livro sobre a minha trajetória para motivar outras pessoas. Comecei a fazer fisioterapia para voltar a andar. A prótese que o médico me receitou, é um modelo mais leve e tecnológico para que eu não prejudique a outra perna que já está comprometida também. Juntando a prótese + as lentes para a cirurgia de catarata, o valor é muito além das minhas condições financeiras. O valor da prótese é R$ 15.280,00, fora o processo de reabilitação. As lentes, tem o valor de aproximadamente R$ 3.400,00 o par. A comunidade onde eu moro, mesmo sendo bastante carente, está me ajudando com o pouco que pode. Venho por meio desta, pedir ajuda para conseguir andar novamente. Qualquer ajuda é extremamente bem-vinda. PIX: 31987469534 https://www.instagram.com/tv/CI1RDxfseoF/?igshid=1nqgm4h259zhahttps://globoplay.globo.com/v/8395254/?fbclid=IwAR2LfkKW6eXK6lBSYVy_7ycHJYv_5cDK9_9DW_VZGte8ZJmFvB1tTc5RXyQhttps://noticias.r7.com/minas-gerais/mg-record/videos/projeto-social-usa-internet-para-orientar-jovens-durante-a-pandemia-29062020

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2022