Solidariedade / Pessoas / Saúde / Caridade

Ação Solidária para a Menina ALANA

ID da vaquinha: 1358243
Ação Solidária para a Menina ALANA
Ayres Silva Alves
Curitiba / PR
122%
Arrecadado
R$ 6.081,00
de
Meta
R$ 5.000,00
Apoiadores
0
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens
Encerrada

Por volta das 11:45 COPOM passou pra gente uma ocorrencia em que uma criança estaria sozinha transitando de bicicleta na BR perto do Hospital Vita.

Quando chegamos tinha um guincheiro, que tinha parado ela, ligou 190 e aguardou a nossa chegada.

Quando chegamos, enquanto meu parceiro, Sd. Barros, conversava com o guincheiro, eu, Sd. Ayres, sentei no meio fil com a menininha, ela tem 12 anos, e comecei a conversar com ela pra entender o que estava acontecendo. De inicio, comecei levantar informações pra ver se ela tinha fugido de casa, se sofria maus tratos, ou algo do tipo... porém, pra minha surpresa, foi algo totalmente diferente.

O nome da menina é Alana, e ela estava com uma bicicletinha bem velhinha, estava nervosa, chorando, e disse que não confiava na Policia, mas começou me contar o que ela estava fazendo ali sozinha.

Ela saiu do município de Colombo, e estava indo até o Bairro Hauer, em uma feira de filhotes para ver um cachorrinho Basset para dar de presente de aniversário para sua mãe no dia 04 de outubro, que é o aniversário dela. Detalhe, ela não tinha 1 centavo no bolso, e disse que não saberia como pagar. Pra confirmar o que ela falou, verifiquei o celular, e no GPS constava o endereço da Feira de Filhotes. Verifiquei as pesquisas e realmente eram sobre o cachorrinho. Ela quer dar um desses para mãe, pois o da mãe dela foi atropelado e morreu.

Perguntamos se ela tinha avisado a mãe dela, e ela disse que tinha deixado um bilhete avisando, pois a mãe estava dormindo no momento em que ela saiu.

O Guincheiro, vendo que tinhamos chegado e confirmado a história que a menina havia contado pra ele, voltou pro seu trabalho deixando a menina sob nossa responsabilidade.

Informamos nossos superiores e fomos até a residência da menina Alana, leva- la para a mãe e confirmar mais uma vez a história.

Chegando lá chamamos a mãe da menina, Sra Luana, a qual confirmou ser a mãe e nos mostrou o Bilhete, que contia palavra lindas.

Confirmamos que realmente a garotinha não tinha fugido, muito menos sofria maus tratos, e muito pelo contrário, é uma criança muito amada.

Diante de tudo isso, e por ver que a menina não tem condições de dar o presente para a mãe, decidimos nos juntar e vamos dar esse cachorrinho para a menina Alana poder presentear sua mãe.

Uma situação tão inesperada, que podia ter custado caro, até mesmo uma vida, se tornou uma ação entre amigos por uma atitude nobre de uma criança.

A menina Alana não tomou a melhor decisão em sair sozinha pra um destino tão longe, até porque talvez não conheça os perigos que a vida impõe, porém foi uma atitude louvável, pois num mundo tão sombrio que hoje vivemos, ainda podemos acreditar em pessoas especiais, e esta garotinha se montrou especial, demonstrando extremo amor por sua mãe e vice e versa.

Ao final, ouvir de um anjinho como a menina Alana a seguinte frase: "Agora eu confio na Policia", também  nos da motivos para acreditar num mundo melhor.

Orgulho de ser Policial Militar, e poder presenciar algo tão especial como isso.

 

(Sd. Ayres)

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.
Elementos SVG

Curta e compartilhe nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados. 2020