Menino com síndrome retratada no filme "Extraordinário" se recupera após Vaquinha Online

Escrito por:
Menino com síndrome retratada no filme "Extraordinário" se recupera após Vaquinha Online

A história do Murilo é mais uma linda trajetória de superação que passou pelo Vakinha. Veja como a solidariedade trouxe uma nova oportunidade de viver para esse menino. 

Murilo é portador da síndrome de Treacher Collins, uma doença genética rara que afeta principalmente a audição e a respiração e pode levar à morte. Por conta disso, ele precisava passar por uma série de procedimentos médicos  de alto custo. Foi aí que seus pais decidiram criar uma Vaquinha Online para custear o tratamento  da doença.

Quatro anos após o início da campanha,  os pais do menino podem dizer que foi um grande sucesso!  Com o apoio recebido dos doadores, foi possível custear três cirurgias e todos os tratamentos necessários para ele ficar bem. O resultado de tudo isso foi uma melhora significativa no quadro de saúde de Murilo. Hoje, ele até frequenta a escola e vive de uma forma antes inimaginável!

 

"Depois que ele colocou o aparelho, está comendo bem, respirando bem, dormindo super bem. Está saudável, crescendo... Hoje, ele não tem mais nada que precise de tratamento. Está aí, grandão!", comemora Kéllen dos Reis Baptista, a mãe de Murilo, em entrevista à RBS TV.

 

A síndrome de Treacher Collins ficou conhecida depois de ser retratada pelo filme "Extraordinário", lançado no cinema em 2018. No filme, o protagonista precisou passou por 27 cirurgias para ouvir, ver e respirar melhor. Após anos estudando em casa com a mãe, a família decide que é hora do menino frequentar a escola. Nesse momento, eles enfrentam grandes desafios para vencer o preconceito e a adaptação do menino à vida em sociedade.

No caso de Murilo, a  volta às aulas se tornou motivo de comemoração. Enquanto antes era difícil pensar em estudos, dado a sua condições de saúde, hoje a família celebra o retorno das aulas presenciais e comemora cada uma das pequenas vitórias diárias.

“No ano passado, ele fez cirurgia para colocar o aparelho de audição, e neste ano conseguiu começar a ir presencialmente para o colégio. Ele tira o aparelho de audição para dormir, mas, quando acorda, já vem correndo colocar”, contou a mãe de Murilo, em entrevista à RBS TV.

Foi por meio da solidariedade que essa história conquistou um feito que parecia impossível! A campanha de Murilo, intitulada “Ajude esse pequeno extraordinário”, formou uma corrente do bem com a ajuda de amigos, familiares e desconhecidos que se sensibilizaram com a história na internet. Ao final, eles receberam muuuuito mais do que imaginavam, foram R$115 mil para dar a este pequeno extraordinário uma nova chance de viver.