Histórias inspiradoras de esporte em tempos de Jogos Olímpicos

Histórias inspiradoras de esporte em tempos de Jogos Olímpicos

Os Jogos Olímpicos nos apresentam histórias incríveis de determinação e inspiração por meio do esporte. O evento que vem sendo disputado em Tóquio já nos mostrou muitas narrativas que vão ficar marcadas para sempre na história.

Entretanto, não é só nas Olimpíadas que elas são escritas. No dia a dia podemos ver diversos exemplos de atletas que lutam para seguir o seu sonho de chegar ao topo, mas que sofrem com algumas dificuldades importantes.

O Brasil já teve nos Jogos Olímpicos de 2020, mas que estão sendo disputados em 2021 por conta da pandemia, medalhistas com histórias emocionantes. Qual brasileiro não vibrou com a medalha de prata conquistada pela menina de 13 anos Rayssa Leal no skate? Desde os sete anos de idade ela anda e faz manobras incríveis, e com o passar dos anos vem evoluindo e vencendo cada vez mais.

Imagina o quão grande deve ser um medalhista de ouro nas Olimpíadas. O brasileiro Ítalo Ferreira conseguiu isso no surfe, modalidade que estreou nos Jogos de Tóquio. Porém, antes de toda a glória, tiveram muitos obstáculos. O potiguar de Baía Formosa começou a surfar em uma tampa de geladeira velha, e hoje é o principal nome do seu esporte no mundo todo.

A pandemia foi outra dificuldade pela qual muitos atletas tiveram que dar a volta por cima. Alguns até tiveram a COVID-19, e junto da doença o medo de não conseguir competir após anos de preparação. Foi o caso do medalhista de bronze no judô Daniel Cargnin. Ele ficou de fora da disputa do mundial alguns meses antes das Olimpíadas, mas conseguiu se recuperar e vencer uma medalha importante para o Brasil.

E nem é necessário vencer uma prova para ser reconhecido. O trabalho duro e a superação são dignos de aplausos. O catarinense Darlan Romani teve um ano difícil, com seis meses afastado das competições por conta de uma lesão nas costas, além da infecção do coronavírus. Porém, ele conseguiu voltar a competir e é uma das grandes apostas do Brasil no arremesso de peso em Tóquio.

São muitas histórias sendo escritas e tantas outras que estão por vir. Apoiar o esporte, é apoiar um país melhor. Torcemos para que o Brasil consiga mais e mais sucesso nas competições, para que assim possam surgir novos atletas que inspirem novas gerações.

Ajude um campeão

Quer fazer a diferença na vida de atletas e paratletas brasileiros? Então faça parte da ação Ajude um Campeão, criada pelo Vakinha e que visa apoiar vaquinhas online de pessoas que sonham em ter sucesso por meio do esporte. Clique aqui e doe agora mesmo!

Todos os direitos reservados. 2021