Cover twnte
Thumb perfil

Vakinha de
Walter Lopes Marinho
São José dos Campos/SP

Walter em Twente

ID da vaquinha: 607776

Copiar url:

Objetivo
R$ 48.500,00
Arrecadado
R$ 3.950,00
$ contribua

Olá Sou Walter Marinho, estudante de Engenharia do ITA. Fui aprovado para um duplo diploma de mestrado ainda na graduação entre o ITA e a Universidade de Twente, na Holanda. Fui bolsista durante minha vida escolar e, apesar de não ter condições financeiras para arcar com esse intercâmbio decidi não desistir desse sonho e estou aqui buscando contribuições para torná-lo real. Vamos juntos?

Criada em
11/06/2019
Encerra em
30/06/2019

Fui aprovado em um programa de duplo diploma de mestrado na Universidade de Twente, na Holanda, estando ainda na graduação. Entretanto, como não tenho condições financeiras para arcar com os custos de vida da Holanda, venho com essa Vakinha contar com sua ajuda para tornar esse sonho em realidade.

>>>> Um Pouco da Minha História

Nasci em Caruaru, uma cidade pequena no interior de Pernambuco, e desde muito novo vi nos estudos a maior oportunidade para que eu pudesse construir um bom futuro para mim e minha família. Foi com esse pensamento que decidi me dedicar para um dos vestibulares mais difíceis do país: o do Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Queria ter a oportunidade de estar perto de excelentes pessoas de todo o Brasil e poder aprender diariamente com elas. Com isso, aos 16 anos eu decidi contatar colégios que tinham um histórico de aprovação no ITA. Conversei com diretores de algumas escolas e falei para cada um deles desse objetivo, detalhando cada passo que eu tomaria para torná-lo realidade. Finalmente, um dos colégios acreditou em mim, me deu uma bolsa de estudos em Recife e saí de casa para correr atrás dos meus objetivos.

De início enxerguei a disparidade do meu nível de ensino com o das pessoas da minha turma e vi que eu deveria dar o máximo de mim para corresponder à oportunidade que me foi dada. Minha rotina então começava cedo: às 6h eu estava no ônibus que me levava ao colégio, onde passava cerca de 14 horas entre aulas e estudo individual para, depois voltar para casa e ainda me dedicar um pouco mais. Não tendo passado no ITA estudando em Recife, consegui uma bolsa de estudos em Fortaleza, o pólo de preparação para o vestibular que desejava. Passei por algumas dificuldades financeiras e mesmo não tendo sido aprovado algumas vezes, o colégio decidiu continuar acreditando no meu sonho e ampliou a ajuda de custo com moradia e alimentação. Agarrei mais uma vez essa oportunidade e aumentei ainda mais minhas horas de estudo, uma rotina que apesar de cansativa me dava bastante satisfação por todo a aprendizado que eu estava tendo, tanto no colégio como na vida pessoal. Foram dias em que tive que ter bastante foco e bastante resiliência para conseguir, ao final de 5 anos de tentativa, a minha aprovação. 

Ao entrar no ITA eu decidi que continuaria agarrando oportunidades e que também faria de tudo para retribuir todo o apoio que me deram para que eu chegasse na faculdade. Com isso em mente, comecei a me engajar com atividades extracurriculares e entrei em uma ONG chamada Curso Alberto Santos Dumont. Lá, fui professor de química e física no Casdinho (parte do curso destinado ao ensino fundamental) para mais de 200 crianças em condições de vulnerabilidade socioeconômica da cidade de São José dos Campos, além de também ter sido coordenador de Marketing dessa ONG. Fui responsável por divulgar o processo seletivo da ONG, por corrigir muitas redações, por dar muitas aulas, além de me arrepiar com a aprovação de cada aluno. 

Busquei também contribuir para a comunidade de alunos do ITA e fiz parte de diversas iniciativas de relacionadas com atividades internas ao alojamento em que moro hoje. Fui parte do Departamento Cultural do ITA, em que pude ajudar na organização de campanhas que buscaram despertar a reflexão sobre saúde mental. Além disso, fiz parte do Centro Acadêmico Santos Dumont, em que pude ser um dos editores de uma revista de publicação interna chamada “A Cova” e continuar organizando eventos que pudessem gerar cada vez mais reflexões nos alunos da instituição, como o TEDx ITA.

Foi com o Centro Acadêmico que também tive a oportunidade de conhecer algo que mudou a forma como eu enxergava a engenharia. Durante uma entrevista para divulgar a inauguração do Laboratório de Bioengenharia do ITA, conheci um dos fundadores desse projeto, o Brigadeiro Médico Matieli. Durante a entrevista ele falou da necessidade de trazer uma visão da engenharia para a Medicina e como os engenheiros da minha faculdade poderiam auxiliar nisso. Essa ideia ficou na minha cabeça durante muito tempo e, na primeira oportunidade que tive de estar mais próximo do Laboratório de Bioengenharia, decidi também arriscar nisso. Comecei a fazer todas as matérias oferecidas pelo laboratório de Bioengenharia, o que aumentou bastante minha carga horária no ITA, mas o pensamento que me guiou foi o mesmo de quando eu estava estudando para entrar aqui: uma rotina extensa, mas de satisfação. 

Fui estudando Bioengenharia por meio de matérias eletivas e também buscando me dedicar ao meu curso de Engenharia Aeronáutica no ITA que aceitei o desafio de entender como eu poderia unir esses dois ramos aparentemente desconexos e fazer parte de algo inovador. Acabei me deparando, então, com a Dinâmica dos Fluidos Computacional que abriu a minha visão para a possibilidade de aplicação dessa área no estudo do sistema circulatório humano. Foi assim que conheci o programa de mestrado entre o ITA e a Universidade de Twente, na Holanda. Inscrevi-me buscando a especialização em Biomechanical Engineering and Robotics em Twente, e Projeto Aeronáutico, Estruturas e Sistemas no ITA. Fui aprovado e tenho agora a possibilidade de conseguir esse duplo diploma de mestrado ainda na graduação.

Essa oportunidade é única para mim, pois se encaixa muito bem com a perspectiva de futuro que tenho, que é a de poder aplicar o conhecimento da engenharia na área da Medicina e auxiliar no desenvolvimento de novas tecnologias que possam melhorar a qualidade de vida das pessoas e também diminuir problemas relacionados ao sistema circulatório. Durante minha trajetória o sonho de ajudar minha família se transformou em algo muito maior e hoje quero impactar a sociedade como um todo. Acredito intensamente no que ouvi do Brigadeiro Matieli: “apenas conectando as diversas áreas do conhecimento poderemos criar soluções mais eficazes para melhorar a vida das pessoas”, e quero fazer parte desse contexto.

Mesmo não tendo condições financeiras para arcar com os custos que a Universidade de Twente requer, decidi não desistir e fazer tudo o que estiver ao meu alcance para tornar esse sonho real. Por isso venho com essa Vakinha pedir sua ajuda para que eu possa chegar lá!

>>> Peço sua ajuda

Qualquer quantia e o apoio que puder me doar me ajudará a continuar firme em busca desse objetivo. Todo o valor arrecadado será utilizado para custear as despesas de moradia, alimentação e outros fatores associados com a imigração. As despesas foram estimadas pela própria universidade e é um dos requisitos para que eu possa realizar esse intercâmbio. Certamente buscarei corresponder com o máximo de mim para que você fique orgulhoso com o investimento.

Somando todos os custos estimados pela própria universidade, preciso de 11 mil euros (cerca de 48500 reais) para permanecer 1 ano no programa de mestrado e completar essa parte do duplo diploma, na Holanda. Estou confiante de conseguir arrecadar esse valor nessa Vakinha!

>>> Como ajudar?

Você pode fazer a doação através da plataforma de arrecadação (Vakinha), que fornece opções de pagamento em boleto ou cartão de crédito. Se preferir, pode fazer a transferência direto para mim para a conta abaixo, como for mais fácil para você!

Walter Lopes Marinho  

CPF 073.642.414-85  

Banco do Brasil  

Ag 0159-7  

C/C 54.834-0  

Obrigado pelo apoio!

$ contribua

Novidades (0)

Quem ajudou (35)

  • anônimo
    em 18 de Junho de 2019

  • André Cardoso Lima
    em 18 de Junho de 2019

  • Valdenice do vale gomes
    em 18 de Junho de 2019

  • Yu Hao Wang Xia
    em 17 de Junho de 2019

  • anônimo
    em 17 de Junho de 2019

  • Edson Caetano de Resende
    em 17 de Junho de 2019

  • Maria Teresa Moura
    em 17 de Junho de 2019

  • Marco Aurélio da Silva
    em 17 de Junho de 2019

Denuncie

É necessário estar identificado para fazer uma denúncia. Registre-se ou faça login.

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.