Vaquinha / Outros / Dinheiro

Viagem pelo TCC da Maggie

ID da vaquinha: 36184
Viagem pelo TCC da Maggie
Você não possui corações!
Clique aqui para comprar.
0 coração recebido
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
7%
Arrecadado
R$ 111,00
de
Meta
R$ 1.500,00
Apoiadores
4
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens
Então, eu curso Jornalismo e devo apresentar meu TCC (Trabalho de de Conclusão de Curso) no final de 2016. Como a universidade permite, meu TCC vai ser um livro-reportagem sobre o naufrágio de um catamarã chamado Jolú, no Rio Amazonas, entre Santarém e Belém (Pará), que aconteceu na madrugada do dia 6 de abril de 1984.Eu podia ter escolhido um tema mais fácil, poderia, alguma coisa que tivesse ocorrido aqui onde eu moro (Fortaleza), mas escolhi esse por estar conectada a ele, de certa forma. É aí que entra meu maior motivo, minha tia e 3 primos, filhos dela, estavam vindo para o Ceará naquele barco. Eu não conheci nenhum dos 4 porque todos eles estavam entre os que morreram no naufrágio, que teve pouco mais de 20 sobreviventes entre algumas dezenas de passageiros. Duas filhas mais velhas dessa mesma tia já haviam vindo para o Ceara, por elas e pela minha mãe é que eu (que só nasci em 1993) conheci a história, que sempre exerceu um misto de fascinação e frustração em mim até onde me lembro. Então, resumindo da melhor forma que eu posso, é isso. Não é que eu queira ir lá e revirar/investigar a história (que já teve um final, o caso ficou estabelecido como acidente, já que o barco bateu em um tronco submerso e o próprio mestre do barco desapareceu no naufrágio). Eu quero é contar o que aconteceu, conhecer pessoas que estavam no Jolú, prestar uma homenagem à memória de minha tia e meus primos (cujos nomes eram alguns dos que nem constavam na lista de passageiros) e até imaginar situações e diálogos que poderiam ou teriam ocorrido nos dias anteriores e no dia do naufrágio (uma mescla de livro reportagem, com romance de não-ficção. Enfim, para conhecem melhor a história e até para entrevistar pessoas que estavam no barco (sem falar em jornalista da época, pessoas que trabalham com esse tipo de transporte, etc.) eu tenho que ir ao local de onde ele saiu: Santarém, no Pará. Também pretendo ir no lugar para onde o barco estava indo (de onde tinha saído 2 dias antes): Belém. É aí que entra a Vakinha, para fazer uma pesquisa decente, eu preciso ficar pelo menos duas semanas por lá (eu não posso colocar tudo aqui, mas é muito coisa que vou atrás de pesquisar), a passagem é cara (cerca de 700 reais), hospedagem, comida também são. E não é como se eu não estivesse fazendo nada para me ajudar. Eu tenho meu estágio, de onde tiro dinheiro para alimentação, passagens de ônibus, me vestir e todo o básico. Agora também tá servindo para juntar. Eu tô até indo vender refrigerante e água nos dias de pré-carnaval por aqui (pra um congresso no meio do ano, outra história). Enfim, ficou grande né? Mas é isso, acho que deu pra entender, qualquer coisa podem falar comigo que eu vou ter o maior o prazer de explicar. Eu estipulei a Vakinha em 1.500 reais (pra cobrir uma ida e volta, além de uma parte da hospedagem, acredito eu) para até Junho, quando eu pretendo fazer a viagem. Agradeço muito se você tiver lido até aqui pelo menos, espero que eu tenha conseguido explicar ><(segue uma foto de um jornal da época, que uma de minhas primas mandou, sobre o naufrágio)Thumb 12494103 939143776169931 1957554107 o
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2022