Cover screenshot 20191009 095204 2
Thumb screenshot 20191009 095204 2

Vakinha de
Andréa Quaresma Marques
Rio Grande/RS

Vencer com a Lana!

ID da vaquinha: 749769

Copiar url:

Objetivo
R$ 10.000,00
Arrecadado
R$ 2.465,00
$ contribua

A Lana tem 12 anos e uma malformação arteriovenosa congênita complexa rara. Estou coletando doações para custear nossas despesas em São Paulo, onde ela vai fazer o tratamento, no AC Camargo, pois somos de Rio Grande, no RS. Agradeço, como mãe e ser humano, a todos que contribuírem de qualquer forma. Obrigada!

Criada em
09/10/2019
Encerra em
07/12/2019

O que é uma malformação arteriovenosa  (MAV) ?

Uma das doenças mais difíceis de explicar para o paciente, na minha experiência de consultório, é a malformação arteriovenosa. Para entender esta doença, é necessário uma breve explicação básica sobre alguns termos, sem os quais é impossível o entendimento:

Artéria: vaso sanguíneo que leva sangue oxigenado do coração para os órgãos (rins, cérebro, fígado, etc.). É um vaso mais robusto, que tem uma parede muscular que permite que suporte uma pressão sanguínea maior.

Veia: vaso sanguíneo que leva o sangue usado (sem oxigênio) de volta para o coração. As veias são mais finas, não suportam grandes pressões sanguíneas como a pressão arterial.

Capilares: pequenos vasos sanguíneos, que ficam dentro dos tecidos, comunicando uma artéria com uma veia.  Uma das funções deles é evitar que o sangue arterial (com pressão alta) passe pra dentro do sangue venoso (pressão bem mais baixa).

Normalmente, a sequencia é artéria se ramificando em pequenas artérias, depois capilares, em seguida veias pequenas e veia maior.

No caso das malformações arteriovenosas, o que ocorre de anormal é uma comunicação direta entre uma artéria e uma veia, sem haver a formação de uma rede de capilares para amortecer. Desta forma, se esta comunicação anormal ocorrer, a veia vai estourar, pois não suportará muito tempo receber um sangue arterial, isto é, com maior pressão, a esta comunicação anormal, damos o nome de “fístula”, e dentro de uma MAV pode haver uma ou mais fístulas.

Fonte: https://sbnr.org.br/mavs/

Extraido do site em 09/10/2019 às 10:01 a.m.

 

$ contribua

Novidades (0)

Quem ajudou (48)

  • Flávio Karam Jr.
    em 17 de Novembro de 2019

  • Ana Paula
    em 12 de Novembro de 2019

  • Aline Emmendorfer
    em 05 de Novembro de 2019

  • anônimo
    em 22 de Outubro de 2019

  • Ana Paula Speck Feijó
    em 22 de Outubro de 2019

  • Andréa Dutra
    em 22 de Outubro de 2019

  • Richer da Silva Aguiar
    em 22 de Outubro de 2019

  • Ana Lúcia Silva
    em 21 de Outubro de 2019

Denuncie

É necessário estar identificado para fazer uma denúncia. Registre-se ou faça login.

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.