Solidariedade / Pessoas / Saúde / Caridade

Todos por Rian - Transplante de Pulmão

ID da vaquinha: 1273327
Todos por Rian - Transplante de Pulmão
URL copiada!
10%
Arrecadado
R$ 7.850,00
de
Meta
R$ 75.000,00
Apoiadores
139
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Oi pessoal, eu sou Rian e preciso urgentemente de um transplante de pulmão. 

Tenho 33 anos e moro no bairro da Ceasa-BA (próximo de Salvador). Sou portador da DPI (doença pulmonar intersticial) e preciso da sua ajuda. Lá atrás, em 2017, após me sentir mal com muita tosse e dor no peito ao respirar, fui na UPA. Após exames (Raio X de tórax), o médico me disse que poderia ser broncopneumonia. Receitou-me antibiótico e me orientou a procurar um pneumologista após o uso da medicação. Nesse intervalo de tempo, os sintomas pioraram muito. 

Em agosto de 2017, dei entrada em um hospital especializado em doenças respiratórias, o HEOM (Hospital Especializado Otávio Mangabeira). Lá fui atendido e acompanhado até 2019 pelo pneumologista DRº Marcelo. Dentre vários exames (TC do tórax e Raio-X), fui diagnosticado com a DPI (cid J84.9) citada lá no começo da minha luta. Aí veio uso constante de antibiótico, o que me deixou mais fraco e debilitado. Em Novembro de 2019, ele me encaminhou para uma pneumologista especialista em DPI, a Drª Fernanda, no qual realizei mais exames (exames laboratoriais, raio x, tc do tórax, ECG, ECO, dentre outros). A essa altura, já estava sem recursos financeiros, pois vivo com um salário mínimo. 

Após os resultados dos exames, veio a confirmação do diagnóstico dado anteriormente por DRº Marcelo, DPI Fibrótica, classificada como Severa, por causa da função pulmonar alterada. Apresento também, hipoxemia (insuficiência de oxigênio no sangue) em repouso (confirmada através do exame gasometria arterial) e dispneia grave (intensa falta de ar). A consequência dessas mazelas me impede de dormir deitado, tendo que dormir sentado e com auxilio de um cilindro de oxigênio. Aqui a minha vida já havia mudado drasticamente, pois eu fazia tudo e de repente passei a não fazer nada, me sinto inútil e em alguns momentos tenho vontade de desistir de tudo. Não posso caminhar, não posso fazer coisas simples sem usar oxigênio, como entrar no carro, ou tomar banho sozinho. Eu dependo de minha esposa para fazer as tarefas mais simples do dia a dia. Não consigo nem vestir uma roupa sozinho sem me cansar. Para calçar um sapato, a falta de ar é tanta que as vezes tenho sensação de desmaio. Meus dedos e lábios estão sempre roxos.

Fui encaminhado para tratar dispneia com a médica especialista do sono, Drª Andréia, e quando penso que não podia piorar, veio mais um diagnóstico: Apneia obstrutiva do sono em grave intensidade. Faço uso de oxigenioterapia 24h por dia, além da dessaturação (queda de saturação durante o sono). Nesse momento, perguntei a Deus: “porque acontece tudo isso comigo?” e tem mais! Depois de tudo isso, continuado o tratamento de DRª Fernanda com medicações fortes e exames, veio a confirmação de Pneumonite de hipersensibilidade crônica fibrótica secundária associada a hipertensão pulmonar.  A lesão nos meus pulmões aumentou e já está começando a atingir meu coração por conta da hipertensão pulmonar.

Nenhuma das medicações que utilizei (e uso) têm a função de diminuir ou desfazer a lesão, o intuito é de parar com a progressão da doença. A médica trocou a medicação, porém nem o SUS ou rede particular fornece a nova medicação. Terei que pleitear na justiça para que eu possa iniciar meu novo tratamento. Aí não teve outra alternativa, estou sendo encaminhado para transplante porque só assim a lesão irá sumir e voltarei a ter uma vida digna.

Esse tipo de transplante só é realizado pelo sus em 3 estados em todo Brasil (São Paulo, Fortaleza e Rio grande do sul). No meu caso, São Paulo é a melhor opção por ter especialistas no meu tipo de doença. Ficarei por lá aproximadamente por 2 anos (entre tratamento, acompanhamento , pré e pós operatório). Terei custos com consultas, transportes, moradia, alimentação, medicação, passagens, etc. 

                Por isso venho aqui pedir a ajuda de vocês, que se sensibilizarem com minha história. Só quero poder voltar a viver. Quero voltar a me sentir útil. Quero poder dormir na minha cama novamente. Não quero mais me sentir um inválido nem depender de alguém para fazer tudo. Só quero me sentir vivo e respirar o ar fresco novamente. Desde já, agradeço o apoio, a colaboração e a compreensão de vocês. Que Deus abençoe cada um  de vocês. 

Encerrada
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021