Cover captura de tela 2018 08 08 a s 09.45.24
Vakinha avatar

Vakinha de
Andrea Lemes de Oliveira
Cuiaba/MT

Todos por Andrea

Objetivo
R$ 400.000
Arrecadado
R$ 26.790,00
$ contribua

Em 2009 Andrea Lemes foi diagnosticada com câncer de mama. Foi quando fez as primeiras cirurgias. Em 2012 o câncer espalhou-se para os linfonodos e em seguida Andrea foi submetida à quimioterapia e radioterapia. Em 2015 o câncer avançou, causando metástases nos ossos. Neste ano, Andrea teve metástases hepáticas, pulmonares e linfáticas, ou seja, o câncer se alastrou para outros órgãos.

Criada em
03/08/2018
Encerra em
18/08/2019

DESCRIÇÃO DA HISTÓRIA DE ANDREA

Andrea Lemes de Oliveira, 47 anos. Nasceu e cresceu em Cuiabá́. Em 1996 foi fazer um mestrado nos EUA onde conheceu Orlando, com quem se casou e tiveram 4 filhos: Victoria (17), Gabriella (16), Julia (14) e Luca (11). Em 2009 Andrea foi diagnosticada com câncer de mama. Foi quando fez as primeiras cirurgias. Em 2012 o câncer espalhou-se para os linfonodos que foram removidos e em seguida Andrea foi submetida à quimioterapia e radioterapia. Em 2015 o câncer avançou, causando metástases nos ossos. Neste ano de 2018, Andrea teve metástases hepáticas, pulmonares e linfáticas, ou seja, o câncer se alastrou para outros órgãos.

Depois de participar de alguns estudos clínicos de câncer, nos EUA. Que produziram resultados benéficos, Andrea fez várias pesquisas, visitou algumas clínicas no México e Texas, procurou ensaios clínicos. Foi quando, no meio das pesquisas, encontrou uma clínica na Alemanha chamada UNIFONTIS, onde o tratamento de câncer é bem avançado comparado com qualquer outro pelos quais ela já passou. E é onde Andrea está́ atualmente, com a solidariedade e ajuda financeira e conforto dos amigos, porém o valor do tratamento é muito alto e todas as economias se foram. O tratamento é feito por meio de vacinas e neste momento, para continuar com o tratamento, que vem mostrando bons resultados, são necessários 90 mil euros (em torno de 400 mil reais) para custeá-lo até́ o final do ano, data também estabelecida aqui no Vakinha.com.

Nós, amigos, e o seu irmão Flávio, tomamos a iniciativa de fazer a vakinha para ajudar a Andrea a concluir seu tratamento até́ o fim e, se Deus quiser, alcançar a cura.

* Por se tratar de uma doença devastadora, tanto no âmbito clínico como no âmbito psicológico, torna-se muito difícil falar sobre ela. Conseguimos um depoimento da sua trajetória de vida. Eis algumas delas: 

Depoimento de Andrea: “Eu tinha uma escola Montessoriana, chamada Davidson Montessori School, mas devido ao agressivo tratamento de quimioterapia e radioterapia, não tive condições físicas e emocionais de continuar e desde então venho tomando conta da minha saúde e dos meus filhos. Graças a Deus pude contar com recursos do meu esposo e também da minha igreja/comunidade nos EUA.  Fui diagnosticada com 39 anos e hoje tenho 47 anos. Em cada uma das etapas e desafios eu sempre busquei uma segunda opinião, pois eu como uma mulher guerreira, irmã̃, mãe, amiga, nunca desisto de lutar por essa coisa divina que se chama VIDA. Agora, onde estou, já́ estamos vendo resultados positivos. Por isso venho diante de ti, já́ agradecendo pelas suas orações para a minha cura, agradecendo seus pensamentos positivos de luz... e se possível seu apoio financeiro para eu poder concluir essa luta pela minha VIDA “

$ contribua

Novidades (0)

Quem ajudou (52)

  • anônimo
    em 14 de Agosto de 2018

  • Alexandre Lima Correa
    em 14 de Agosto de 2018

  • Dilcinéia
    em 12 de Agosto de 2018

  • anônimo
    em 12 de Agosto de 2018

  • anônimo
    em 12 de Agosto de 2018 diz: Estou na torcida por vc ,lute lute lute como tem feito nunca desista.....Deus está com todos Muita fe

  • dkjpfewkg
    em 12 de Agosto de 2018

  • Valéria De Oliveira Barbosa
    em 11 de Agosto de 2018 diz: Andrea,prima querida,estamos rezando e pedindo à Deus por sua saúde. Vc está sempre no nossos corações,com sua doçura e amizade.Te amamos

  • anônimo
    em 10 de Agosto de 2018

Denuncie

Iremos verificar sua denúncia e entrar em contato com o dono da Vakinha.