Cover whatsapp image 2019 01 18 at 21.44.01
Thumb whatsapp image 2019 01 18 at 21.41.29

Vakinha de
Itamara do R. Oliveira
Salvador/BA

Sou Itamara e preciso de sua ajuda

ID da vaquinha: 451019

Copiar url:

Objetivo
R$ 12.060,00
Arrecadado
R$ 21.585,00

Fui diagnosticada com Câncer, marido desempregado, sem qualquer tipo de renda adicional. tendo que arcar com um custo elevado de co-participação, por conta do tratamento medico, Passando pela quarta cirurgia (lobectomia, timectomia, pancreatectomia, linfadenectomia, na luta pela vida e por estar ao lado das minhas princesas.

Criada em
18/01/2019
Encerra em
01/03/2019

Em 2014 tínhamos planejado a vinda de Ester, foi uma gestação muito difícil, complicada e conturbada, pois eu sentia muita falta de ar. A chegada de Ester foi um baque muito grande pra gente, pois Ester nasceu cega, com glaucoma congênito. Com cinco dias de vida teve que ser operada, naquele período tínhamos nossas economias e não precisamos de ajuda de terceiros e o tratamento dela continuou em casa.

Nesse mesmo ano descobri que estava gravida de Alice, comecei a ter hemoptise (expectoração de sangue proveniente dos pulmões, traqueia e brônquios), durante esse período não tínhamos como focar e descobrir, porque eu estava com aquela falta de ar, então eu fui cuidar de Ester e da nova gestação ainda mais conturbada, isso pelo fato de passar mais tempo no hospital do que em casa, por conta dos episódios de hemoptise.

Alice foi chegando, 20 horas em trabalho de parto evoluiu com hipóxia (falta de oxigênio no cérebro), e Alice teve uma lesão no lóbulo occipital, ocasionando um atraso na linguagem (fala) e na parte motora (caminhar), tendo a necessidade de se acompanhada por um fisioterapeuta.

Após o nascimento de Alice, meu esposo Mazinho solicitou a equipe médica que fosse solicitado uma tomografia para mim, no qual foi visto um tumor em pulmão carcinoide. O médico me liberou para ir para casa, porém com cinco dias eu retornei ao hospital com a frequência cardíaca de 30 batimentos por minuto, quase uma parada cardíaca, então eu fiquei internada e Alice em casa.

 Nesse período começou, mas um processo de visita com Alice a gastroenterologista, fonoaudiólogo, neurologista, fisioterapeutas, fazendo acompanhamento na APAE, SARAH, FTC e em casa, ajudados sempre por amigos, familiares e o meu esposo, Alice desenvolveu APLV, que é alergia a proteína de leite, com isso começamos a ter despesas diversas e então começamos a nos desfazer dos bens que possuíamos naquele momento como a pizzaria, trocamos de carro para conseguir suprir as necessidades.  Depois eu tive alta do hospital, mas logo após tive que retornar para o hospital e fazer a cirurgia no pulmão (lobectomia – em abril de 2016), enquanto estive internada outras pessoas me auxiliaram na questão de levar minhas filhas para o tratamento.

No ano de 2018, eu resolvi abandonar tudo e recomeçar uma nova história, até por conta dos que os médicos falavam sobre o meu prognóstico, mas não está sendo fácil.

Quatro meses após ter feito uma timectomia (retirada do timo – Agosto de 2018), tive que internar novamente e no dia 07 de janeiro de 2019 fiz uma nova cirurgia por conta da lesão na cauda de pâncreas e baço (esplenectomia e pancreatectomia), a recuperação está sendo lenta e dolorosa, as medicações solicitadas são medicações extremamente caras, mas acredito que Deus está no comando, algumas pessoas já estão nos ajudando.

Nós tínhamos uma vida muito estável e tranquila, mas de repente vimos nossa vida completamente modificada, então peço sua ajuda.

Novidades (0)

Quem ajudou (196)

  • Rafaela
    em 13 de Março de 2019

  • Mariana do Valle Meira
    em 12 de Março de 2019

  • anônimo
    em 28 de Fevereiro de 2019

  • anônimo
    em 26 de Fevereiro de 2019

  • anônimo
    em 26 de Fevereiro de 2019

  • Danielle Santos Silva
    em 25 de Fevereiro de 2019

  • anônimo
    em 25 de Fevereiro de 2019

  • Fabíola Mazzei Silva
    em 25 de Fevereiro de 2019

Denuncie

É necessário estar identificado para fazer uma denúncia. Registre-se ou faça login.

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.