Sabor de Solidariedade

ID da vaquinha: 81796
Sabor de Solidariedade
URL copiada!
0%
Arrecadado
R$ 0,00
de
Meta
R$ 3.000,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens
Até que ponto somos capazes de dividirmos o pouco que temos com alguém que nunca nos ajudou ou com algum desconhecido? Até que ponto somos capazes de suprimir as nossas necessidades em prol das necessidades das pessoas que precisam mais do que nós? Para quem nunca passou nenhum tipo de privação, essas questões são muito difíceis de responder (pelo menos para a maioria das pessoas), mas para quem já passou por dificuldades financeiras que conseguiu superar, é um pouco mais fácil, porque, usando de empatia, coloca-se rapidamente no lugar dos necessitados e percebe como é bom ter uma mão amiga que o auxilie nestes momentos difíceis, ajudando-o a levantar-se. Solidarizarmo-nos com as pessoas, sejam elas de raça, credo ou classes sociais diferentes, é abrirmos o nosso coração para a fraternidade e para a comunhão do amor. É propagarmos um dos mais belos ensinamentos de Jesus, o nosso Senhor: “Amai-vos uns aos outros da mesma forma que vos amei”. A solidariedade humana, portanto, deve superar as mais diversas barreiras que se colocarem em seus caminhos. Deve fazer o bem, sem olhar a quem, porque não basta somente ajudar. Deve-se fazer de coração. Ela nos faz crescer espiritual e moralmente. É tão lindo o sorriso de felicidade de uma criança humilde ao receber um brinquedo de presente! É tão gostoso observarmos nos rostos das pessoas que ajudamos o semblante estampado da gratidão! Deus em sua onipotência legou-nos sabedoria e humildade para nos irmanarmos às causas sociais, fazendo da solidariedade algo prazeroso de se praticar. Infelizmente, hoje em dia, o mundo todo sofre com carência de solidariedade humana dos que podem, mas se negam a ajudar por alguma razão. Os poucos voluntários do amor, por mais que queiram, não conseguem ajudar a todos os necessitados. COLUNISTA Frankc José de Andrade Medeiros Olá pessoal, meu nome é Bruna Leandro faço parte do grupo Sabor de Solidariedade que foi retomado pela Roberta Bueno, anteriormente era seu falecido pai Roberto que cuidava do projeto na porta da sua casa, preparando lanches, almoço ajudando até nossos trabalhadores que recolhem o nosso lixo, que muitas vezes esses trabalhadores não são valorizados pela sociedade.Hoje o projeto atende mais ou menos 200 moradores de rua e alguns animais, levando refeição todas as terças-feiras. Sopa, ou uma macarronada, tudo depende das doações que conseguimos, conseguimos mais macarrão? então fazemos macarrão, mais arroz?fazemos GALINHADA, feijão? sopa de feijão . Nosso objetivo é arrecadar pra aumentar nosso campo de atuação, queremos doar brinquedos a comunidades carentes, roupas, produtos de higiene pessoal, comprar ração para os animais, pois recebemos pouca ração. Levamos também amor, carinho e atenção, são pessoas carentes de afeto. Todo dinheiro arrecadado será em prol da causa, vamos fazer de tudo para garantir a transparência em relação ao valor doado. Você pode doar o quanto quiser, todo valor é bem vindo! Nossa página no Facebook é Sabor de Solidariedade é só curtir e acompanhar.
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021