Cover logo anjos de patas 01
Thumb logo anjos de patas 01

Vakinha de
Projeto Anjos de Patas
Viamão/RS

Ração e Tratamentos

ID da vaquinha: 252818

Objetivo
R$ 15.000,00
Arrecadado
R$ 5.854,00

O Projeto Anjos de Patas é uma organização não governamental, sem fundos lucrativos, que dá abrigo a aproximadamente 400 cães que recebem alimentação e cuidados diários. Vive exclusivamente de doações e está localizada em Viamão/RS – região metropolitana de Porto Alegre.

Criada em
01/01/2018
Encerra em
31/12/2018

Em 1999 a protetora Sara Vieira conheceu o cão Bartolomeu, que havia levado um tiro na pata, que mais tarde daria origem a um tumor. Sensibilizada com a dor do animal, Sara passou a ajudar os cães de rua e alimentar o sonho de proporcionar uma vida mais digna a esses animais que tanto sofrem. Em 2008, a protetora buscou ajuda e passou a cuidar dos cães em um local adequado, um sítio localizado em Viamão, região metropolitana de Porto Alegre - RS. Nascia o Projeto Anjos de Patas.

No sítio, mais de 400 animais recebem ração e atenção todos os dias, além de terem a própria casa. A maioria dos animais chega doente, muitos deles vítimas de maus tratos e violência.

Com um tratamento adequado e muito carinho, tornam-se saudáveis e prontos para serem adotados.

 

Nosso contato: projeto.anjosdepatas@hotmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/proj.anjosdepatas/

Novidades (0)

Quem ajudou (116)

  • jaime santos
    em 09 de Janeiro de 2019

  • RAFAEL DE MEDEIROS MARIZ CAPUANO
    em 08 de Janeiro de 2019

  • Liliane
    em 08 de Janeiro de 2019

  • anônimo
    em 21 de Dezembro de 2018

  • VANUZA VELOSO LISBOA
    em 11 de Dezembro de 2018

  • Hanna Dornelas Trindade
    em 05 de Dezembro de 2018

  • Renata S.
    em 04 de Dezembro de 2018

  • Danyelle Garighan
    em 04 de Dezembro de 2018

Denuncie

É necessário estar identificado para fazer uma denúncia. Registre-se ou faça login.

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.