Cover fb img 1525836662192 1
Thumb 26055723 1964693320445588 1604841336363126965 n

Vakinha de
Adilson Fabiano Vieira
Novo Hamburgo/RS

Ajude Nosso Adilson!

Objetivo
R$ 800,00
Arrecadado
R$ 930,00
$ contribua

Criamos essa campanha para arrecadar uma poltrona adequada e que contribua do nosso Adilson. Esperamos em breve ter o velho Adilson ao nosso lado com suas piadas e peripécias que nos acostumamos a ver e presenciar. Ah, é importante dizer que cada ajuda vale uma ficha para ficar na fila e puxar a orelha dele por mais essa travessura.

Criada em
09/05/2018
Encerra em
07/07/2018

Aos Amigos, Familiares e a todos aqueles que queiram ajudar! Adilson Fabiano Vieira luta a 4 meses para ter sua vida de volta a normalidade. Um cara espontâneo e falante e que cativava a todos que estivesse por perto, conhecidos ou não. Apesar de toda sua vida sofrida e batalhada desde a infância, leva consigo uma alegria impossível de não perceber e ser contagiado. No dia 27/12/2017, Adilson estava indo ao supermercado, quando foi chamado para ajudar em resgate um tanto quanto inusitado. O pato 🐤 de um vizinho havia caído em um poço de 6 a 8m de profundidade e estavam tentando encontrar alguma forma de resgatar o animal. Quem conhece, sabe que em uma situação de necessidade ele estava sempre disposto a ajudar, mesmo em algo tão peculiar como era o caso. Adilson não esperava que esse ato de descer e tentar o resgate custaria toda a normalidade de sua vida e teriam que aguardar por um tempo os planos de viajar nas férias no dia seguinte, de construir sua casa, de um novo emprego, entre outras coisa planejava um grande ano novo. O poço de tratamento de esgoto, estava aberto e não havia avisos de que era perigoso descer e os riscos de descer sem os equipamentos necessários. Ao descer Adilson ficou sem oxigênio e desmaiou, ficou desacordado e sobre ele caia agua do próprio esgoto. Em um ato heroico seu amigo Osvaldo, colocou sua vida em risco e tentou ajudar, também desmaiou e ficou na mesma situação. Ambos foram socorridos cerca de 20 a 30min depois e levados ao hospital Centenário em São Leopoldo. Osvaldo ali permaneceu na UTI por alguns dias e ao voltar a respirar sem ajuda dos aparelhos, foi para um quarto e logo teve alta. Adilson no mesmo dia foi transferido para uma UTI em um hospital de Bento Gonçalves, como um caso mais delicado e sem nenhuma perspectiva. Segundo os médicos chegou lá quase sem vida e com uma parada cardíaca, o que complicou ainda mais o caso e que agravou sequelas. A repórter Renata Strapazzon do Jornal NH fez uma reportagem contando a história até esse 1º momento de acontecimentos, caso queira ler click no link https://bit.ly/2K7x44x . Lá ficou 2 meses na UTI lutando por um pouco de vida primeiramente, seus pulmões precisavam de aparelhos para funcionar e tinham um dreno par limpar a sujeira ingerida. Os rins pararam, infecção generalizada, diversos ciclos de antibióticos. Aos familiares e amigos, só restou rezar e acreditar em uma melhora. O cara é forte e ele quer sair dessa, sabe os pulmões? Voltaram. Mas e os rins? Esses mesmos, reiniciaram como mágica. Infecção, infecções generalizadas, bactérias ultra resistentes foram quase que eliminadas por um corpo que sempre estava disposto a uma partida de futebol, era só convidar que o bacana já estava fardado. Risco de vida superado, 1ª batalha vencida. Através de exames foi constatado uma série de lesões no cérebro, devido à falta de oxigenação. A extensão disso ainda não sabemos e não há uma decisão conclusa pelos médicos que até aqui o acompanharam. Adilson não se comunica como antes, ao que nos parece seu cérebro ainda está se reorganizando e terá que reaprender tudo novamente. Após esses 2 meses foi novamente transferido, agora para Novo Hamburgo onde teve cuidados paliativos até ser encaminhado ao programa melhor em casa no último dia 04/05/2018. O Melhor em Casa é um serviço indicado para pessoas que estejam em situações nas quais a atenção domiciliar é a mais indicada para o seu tratamento. A atenção domiciliar visa a proporcionar ao paciente um cuidado mais próximo da rotina da família, evitando hospitalizações desnecessárias e diminuindo o risco de infecções, além de estar no aconchego do lar. Para esse momento os médicos recomendam muita atenção dos amigos e familiares. Além disso pedem muito conforto para que ele consiga se recuperar. Para isso Adilson já tem uma cama hospitalar, cedida pelo Hospital Municipal de NH. Colchões e aspirador comprados por seus amigos, essas amizades que ele tanto cultivou durante seus 37 anos não falharam no momento de necessidade e por isso agradecemos a todos. Mas ainda falta conforto para esse moço, não pode ficar deitado 24hs do seu tempo, para sua recuperação é imprescindível que parte do tempo fique sentado. Por isso criamos essa campanha para arrecadar uma poltrona adequada e que contribua com sua recuperação. E esperamos em breve ter o velho Adilson ao nosso lado com suas piadas e peripécias que nos acostumamos a ver e presenciar. Ah, é importante dizer que cada ajuda vale uma ficha para ficar na fila e puxar a orelha dele por mais essa travessura.

$ contribua

Novidades (1)

Adilson Fabiano Vieira alterou o título da vaquinha em 09 de Maio de 2018:

De Poltrona do Papai para o Adilson para Ajude Nosso Adilson!

Quem ajudou (27)

  • Francine
    em 19 de Maio de 2018

  • Franciele Freitas
    em 17 de Maio de 2018

  • Elizara Nunes
    em 16 de Maio de 2018

  • HENRIQUE RAMME DE SOUZA
    em 16 de Maio de 2018 diz: Torço por melhoras !

  • Fernando Fachini
    em 16 de Maio de 2018

  • Jander Carvalho Köhler
    em 16 de Maio de 2018

  • tiago
    em 15 de Maio de 2018

  • Andréa
    em 15 de Maio de 2018 diz: Deus no comando, tudo vai dar certo

Denuncie

Iremos verificar sua denúncia e entrar em contato com o dono da Vakinha.