Vaquinha / Outros / Dinheiro

Parto da Mari

ID da vaquinha: 59163
Parto da Mari
URL copiada!
4%
Arrecadado
R$ 200,00
de
Meta
R$ 5.000,00
Apoiadores
1
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens
Como é sabido, um parto humanizado no Brasil deve ser conquistado. Em hospitais e maternidades convencionais nenhum direito, da mãe ou do bebê, está garantido. À princípio, nosso parto seria na Casa Angela (para quem não conhece, aqui o site: http://www.casaangela.org.br/), que faz um trabalho lindo, super sério e agora conveniado ao SUS. Altamente recomendável! Porém, por motivos de saúde, descobrimos que é pouco provável que nos aceitem lá. Eu, Mari, tenho uma condição hereditária chamada talassemia, que em resumo é uma deficiência na produção de hemoglobina. Não é grave e nunca me causou nenhum problema. Entretanto, a Casa Angela, enquanto instituição e casa de parto (naturalmente alvo de críticas e  entortadas de nariz por parte dos médicos tradicionais) não pode correr certos riscos (como o de ter que fazer uma transferência de gestante em trabalho de parto ou no pós parto em função de uma possível hemorragia), pois isso poria em jogo sua reputação. Para a Casa, é preciso garantir que o parto ocorrerá sem riscos de transferência. Para nós, isso se configura como uma rejeição, mas não significa que a possibilidade de um parto normal e sem complicações seja menor. Fazendo essa aposta, escolhemos ter um parto domiciliar! Estaremos assistid@s por uma parteira e uma doula e acreditamos que isso será suficiente para trazer ao mundo este bebê. Na pior das hipóteses, caso precisemos de intervenção médica, seremos encaminhad@s para a Santa Casa.Essa mudança de planos nos pegou desprevenid@s, e é por isso que agora estendemos o chapéu a amig@s e familiares. Contribuam se puderem, com quanto puderem, e nos ajudem a viver um parto digno que respeite mãe e bebê. Agradecemos muito,Mari e Bebê
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021