O sorriso do Otto

ID da vaquinha: 578956
O sorriso do Otto
Lua Linda P. Beltrame
Londrina / PR
105%
Arrecadado
R$ 5.235,00
de
Meta
R$ 5.000,00
Apoiadores
0
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
Encerrada

A história do sorriso do Otto começa lá atrás, quando ele tinha menos de 24h de vida! 

Otto teve uma primeira convulsão e, desde então, precisou tomar um anticonvulsivante diariamente, 2x ao dia inicialmente e, quando cresceu um pouquinho, tomava 1 dose diária logo antes de dormir. A orientação da neuropediatra era que não fizesse higiene bucal após o remédio, pois isso afetaria na absorção da medicação. O remédio continha açúcar, aromatizante e corante artificiais. E Otto passou mais de 2 anos dormindo com essa mistura em sua boca, em seus dentes. Sem trazer questionamentos sobre a orientação da neuropediatra, eu só pensava em garantir a saúde neurológica do meu filho. 

Para o alívio dos nossos corações, com 2 anos e 2 meses Otto recebeu alta neurológica e não precisa mais do anticonvulsivante. 

Mas nos últimos meses os sinais do remédio foram aparecendo de uma forma que eu jamais poderia prever. Muita cárie!!! Aumentando rapidamente, contaminando todos os dentes, corroendo e fazendo os dentes quebrarem. Em poucos meses, a situação bucal do Otto é extremamente preocupante e o tratamento completo é urgente! São dentes de leite em sua maioria, mas a preocupação maior é que a cárie contamine os dentes permanentes ainda em formação. Além da situação que torna o tratamento ainda mais urgente: Otto sente dor nos dentes mais afetados, o que prejudica sua alimentação e o causa fragilidade emocional.

  • São 12 dentes muito afetados que precisam de restauração profunda.
  • 2 laterais precisam ser reconstruídos porque já perderam mais da metade de seu tamanho.
  • Ao menos 2 molares podem precisar de tratamento de canal pois a cárie já chegou na raiz dos dentes.

A única forma de executar o tratamento completamente, sem que o Otto sinta dor, sem lhe causar traumas e garantindo solução imediatada é com o Otto sob sedação.

O tratamento em um consultório de Maringá foi a opção mais acessível que encontramos, não precisando interná-lo em hospital, levá-lo para centro cirúrgico, mas em ambiente completo, com a presença segura de um anestesista acompanhando o procedimento o tempo todo.

 

Uma palavra rápida sobre nossa realidade: crio o Otto sozinha, sou doula (autônoma) e recebo pouco mais de um salário mínimo mensal. Cogitei inúmeras maneiras de viabilizar o tratamento do meu filho sem expor sua situação, mas não encontrei nenhuma solução viável. Levando em consideração a urgência do tratamento, pedir ajuda pública me pareceu a única solução possível!

 

Sei que o Otto é uma criança querida por muitos, para a nossa felicidade, e penso que quando ele for mais velho, poderá se emocionar e sentir-se grato a todos que nos ajudarem a proporcionar a ele um sorriso novo, saudável, livre de dor e lindo como ele é!

Deixo abaixo meu contato direto, para quem tiver alguma dúvida, perguntas, sugestão ou dica, ou preferir fazer sua contribuição diretamente na conta destinada ao Otto.

Lua Beltrame - (43) 99646-4971

 

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.
Elementos SVG

Curta e compartilhe nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados. 2020