Jocimar da Silva precisa de você para vencer as dificuldades.

ID da vaquinha: 48425
Jocimar da Silva precisa de você para vencer as dificuldades.
URL copiada!
0%
Arrecadado
R$ 0,00
de
Meta
R$ 45.000,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Estou aqui para fazer um pedido especial com relação ao novo contrato de prestação de serviços de hotelaria na Bacia de Campos. De acordo com o novo contrato a vigorar a partir de 01/06/2013, entraremos na condição de desempregados. Pois, no novo contrato, está sendo solicitado um profissional de Nutrição, que fará 02 (DUAS) funções (NUTRICIONISTA E COMISSÁRIO).Ressaltamos que, durante 30 (trinta anos), fomos de real necessidade para atender nosso contratante (Petrobras) e nesse período, muitas empresas de Hotelaria decretaram falência, antes mesmo de concluir o contrato. E, em algumas ocasiões fomos levados a ter prejuízos financeiros, mas sempre tivemos um lugar no mercado de trabalho. E para isso, durante todos esses anos, procuramos sempre nos qualificamos e aprimorar os nossos conhecimentos na área de hotelaria, visando garantir o nosso espaço e atender todas as exigências da Petrobras e da contratada, com cursos de aperfeiçoamento, tais como: conclusão de Ensino Médio, Turismo e Hotelaria, Comissário SENAC, IH Supervisor Segurança de Alimentos, IH Manipulador Segurança de Alimentos, e outros... Mas infelizmente, justo no momento em que o PAÍS busca o crescimento através de criação de novos empregos, a fim de elevar a renda per capta da população, para que venhamos a extinguir a pobreza no Brasil, a Bacia de Campos vai à contra mão. Contrariando tudo aquilo que é prometido pelo Governo. Agora, somos covardemente expurgados de nossas funções. E com isso, entendemos que fomos usados, humilhados, pisados e desprezados. Mas infelizmente quem sofre com isso são pessoas que dependem do nosso trabalho para o seu sustento (Família). É como uma roupa velha usou não serve mais, joga fora!  Fazendo com que aproximadamente 200 chefes de família, saiam de um padrão de vida aceitável e vai para extrema pobreza. Pois é de conhecimento de todos, que o COMISSÁRIO é uma função exclusiva da Bacia de Campos. Será que quando se elabora estes contratos não se pensa que extinguindo uma função, estarão destruindo famílias? Pois, muitos sem saber que a função seria expurgada pela Petrobras, adquiriram dividas com aquisição de casas, carros e outros tipos de financiamentos de longo prazo. E no caso da compra de uma casa própria, o financiamento pode chegar até trinta anos e como iremos honrar essas dividas se estão tirando o nosso direito de trabalhar? Quem irá nos ressarcir pelos transtornos emocionais, causados por problemas financeiros a nós e a nossa família? Eu queria apena meu emprego de volta, queremos a permanência de nosso emprego, que devido a idade muitos já não têm como mudar de profissão, hoje o que tenho é uma gaveta cheia de contas de bancos para pagar que já ultrapassou o valor de 20.000,00, e tendo como varias ligações diárias por dia que tenho que atender e dizer que quero pagar porém estou desempregado, a minha filha faz psicologia na Estácio e desde então soma uma quantia de 12.000, em meses de atraso, cartão de credito no Bradesco soma um total de 8.000,00, e o Itau único banco que tenho está em vermelho por falta de quitar o limite especial e cheque devolvido desde o ano passado que não foram pagos, eu já mais queria está passando por isso apenas quero trabalhar e ter a minha dignidade de volta, eu não quero muito dinheiro somente o necessário para sair da divida e ter meu nome limpo novamente.

Tive que trancar a faculdade de Administração que estava fazendo pois não tinha mais como pagar, consegui fazer um curso Técnico de Mecânica porém hoje com a crise ficou mais difícil uma recolocação.

Nem sempre planejamos as coisas que aconteçam exatamente da forma que elas acabam se caracterizando. Praticamente um ano passou, e nem sequer posso imaginar que a vida estaria como se encontra no momento presente. Por causa disso, fui punido pelas circunstâncias da vida, fazemos isso pressupondo que elas podiam ser diferentes. Talvez pudessem, mas não concebemos a vida para que seja assim e principalmente, não podemos voltar atrás para mudá-las e sim olhar para frente e enfrentá-las. Então, precisamos reconhecer que as coisas da vida muitas vezes são maiores do que nós e nos pegam de surpresa. A experiência existencial mais crítica é a da perda, principalmente a perda do emprego de uma empresa De Nadai em que me dediquei durante 5 anos e meio, Na verdade ainda não me acostumei durmo pensando na De Nadai, acordo pensando na De Nadai, passo o dia pensando na De Nadai choro em não poder embarcar pela De Nadai e o que mais me causa dor e angustia é saber que alguns colegas ficaram,  mais também o que me conforta é saber o quanto esta empresa foi importante para mim,  quando vivemos a perda, sabemos que é preciso seguir em frente, mas nem sempre conseguimos. Esbarramos no desespero, na solidão, na tristeza de sentir estacionados no tempo e espaço, não consigo mais me erguer financeiramente, pois as dividas proporcionaram uma dimensão tão grande e valiosa, que hoje o mais importante pro ser humano é o nome, e isso não tenho mais, sem contar as internações que ultimamente estou tendo por depressão e estresse, é fundamental reconhecer o meu limite e perceber que preciso de ajuda.

Dizem que há cura quando confessamos o nosso coração. Precisamos de alguém quando não damos conta sozinhos. Infelizmente, tem sido muito difícil.  Mas, devo ir ao encontro de alguém para que me ajude. Fomos constituídos por DEUS para absorver as perdas. Senão a vida seria insuportável. DEUS nos fez para sobreviver. Mas o sobreviver de DEUS é absorver a perda e se reorganizar para continuar, quando não damos conta do que nos abate nos levamos para o “fundo de uma caverna”. Para evoluir internamente e viver com saúde emocional e espiritual, precisamos sair desta “caverna”! porém até hoje não consegui sair desta caverna, entrei no do desespero total e quantas vezes pedi a morte, por não suportar a dor da perda,  Se não fosse o cuidado de DEUS e sua provisão talvez teria morrido de fome e sede neste caverna, não posso enfrentar o fato de que nos acostumamos com aquele jeito de viver. Ficamos muito tempo longe da “luz”,  Contudo, tenho certeza que me  ajudará do lado de fora, sempre existe uma esperança, o quanto agradeci a Deus, e quanto pude pedir a Deus que nos ilumine em nosso trabalho, terei forças e confiança de novo para se adaptar à vida, e deixar de ser apenas um sobrevivente e voltar a ser alguém que viva a vida com alegria e prazer.

 Espero de corpo e alma que todo sentimento que vivo seja positivo pra minha felicidade e sucesso e que deus te de em dobro pra você! Vamos acreditar que podemos acreditar e uns nos outros para um Brasil melhor, muito obrigado e  abraços a todos.

 

 

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021