Educação / Formatura / Cursos

DÍVIDA POR CAUSA DE COBRANÇA INDEVIDA

ID da vaquinha: 59593
DÍVIDA POR CAUSA DE COBRANÇA INDEVIDA
Você não possui corações!
Clique aqui para comprar.
0 coração recebido
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
0%
Arrecadado
R$ 0,00
de
Meta
R$ 7.303,08
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

P.I.X: henriquejonat@gmail.com

Fui aluno da Faculdade Machado de Assis, a partir de 2016. Pagava 75% a CAIXA, começando antes pelos juros trimestrais e pagava os 25% à Faculdade.

Estudei por 1 ano, até descobrir que a faculdade cobrou à CEF mais um semestre - o de 2015, logo, eu deveria pagar a CEF, uma vez que ela passou os 3.126,00 (aproximadamente esse valor), para a Faculdade. Valor esse que me cobraram para o período de 2015, mas eu era aluno de 2016.

Então fui a Caixa Econômica de Santa Cruz/RJ, que era minha fiadora, tentar compreender melhor o porque da cobrança indevida. O gerente disse que foi um erro da instituição, e que o dinheiro foi passado para ela, e que eu deveria pagar a Caixa ou conversar com o Diretor da Faculdade, para me devolver o dinheiro, onde eu em seguida devolveria para a CEF.

Sendo assim, cancelei o FIES e não continuei pagando as mensalidades, por não concordar com a cobrança.

Entrei em contato com o Diretor da instituição, por ligação e pelo whatsapp. Apresentei os documentos e, ele disse que realmente houve um erro e que voltaria a falar comigo, para solucionar o problema, mas isso não aconteceu.

Não demorou nem dois meses e meu nome já estava no Serasa e permanece até hoje, com uma dívida absurda em valor.

Já tentei ajuda com muitos advogados, mas não sei por qual motivo, não houve um que aceitasse o desafio. Parece que não deve trazer o retorno financeiro que os advogados querem, mesmo eu dizendo que poderiam ficar com o dinheiro, se a causa tornar-se ganha, e que eu só queria meu nome limpo.

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2022