Encontro Nacional do Movimento Mudança

ID da vaquinha: 115623
Encontro Nacional do Movimento Mudança
URL copiada!
0%
Arrecadado
R$ 0,00
de
Meta
R$ 15.000,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Encontro Nacional Movimento Mudança

“...Comecei a pensar

Que eu me organizando

Posso desorganizar”

  • Chico Science

Nossa geração está vivendo um dos momentos mais importantes e críticos do seu tempo! Reacionários, conservadores e preconceituosos agora estão, de forma covarde e sorrateira, golpeando o país para, mais uma vez, entregar nossas riquezas, soberania e direitos aos que sempre nos exploraram e que, hoje, voltam seus olhos mais uma vez sobre nós, como se fossemos o quintal dos seus impérios.

Sob a cortina da institucionalidade e do poder judiciário, a direita brasileira se rearticulou em defesa da retomada do projeto neoliberal no Brasil, aquele que não passou nas urnas e ao qual o povo disse não. O mercado financeiro, a indústria, as petrolíferas, o latifúndio, a grande mídia e os demais setores que sustentam a elite brasileira, se projetam hoje em um aprofundamento da redução do Estado brasileiro e das políticas públicas, mais intensamente que nos anos 90.

Por meio de um Golpe de Estado, tivemos a primeira mulher eleita presidenta do país deposta de seu cargo, em um festival de horrores, que se estendeu da Câmara ao Senado Federal. Se escancarou a real intenção e a insustentabilidade jurídica do golpe, bem como os atores que o protagonizaram. Deputados e senadores que, em nome de Deus e do povo, defendiam o duro “combate à corrupção”, colocando Michel Temer e Eduardo Cunha na condução do país.

#ForaTemer

O pacote de maldades do projeto Ponte Para o Futuro, que conduz o Governo Temer, é o maior preço da conta do golpe, e essa conta quem paga é o povo brasileiro, principalmente os mais pobres. Afinal, é um golpe contra os direitos do povo, em defesa da manutenção do domínio das elites, de desmonte do Estado e das políticas públicas e de entrega das nossas riquezas às multinacionais.

A democratização do acesso ao ensino superior, o avanço nas políticas em Direitos Humanos, a distribuição de renda, a mobilidade social, o combate à fome e outros avanços cruciais que conquistamos nos últimos anos incomodaram muito a elite brasileira, que não aceita pegar avião ou, muito menos, estudar com o/a filho/a do pedreiro e/ou da empregada doméstica que, até ontem, podia sonhar com outro futuro e realizar seus sonhos.

Compreendemos a importância de estarmos organizados/as e em mobilização constante para enfrentar e resistir aos ataques que a classe dominante quer nos impor para garantir seus lucros e privilégios. Enquanto isso, milhões de pessoas sofrerão com a retomada da miséria e da fome, da falta de oportunidades de emprego, renda e direito à Educação e Saúde. É contra isso que devemos lutar! Queremos a retomada da democracia, com soberania popular, por isso gritaremos que mudança é com Diretas Já!

“...É nunca fazer nada que o mestre mandar

Sempre desobedecer

Nunca reverenciar”

  • Belchior

Como Movimento Social de Juventude, temos um compromisso com nossos princípios, ações e ideais e o período nos chama para as ruas, onde historicamente se fez o combate e luta do povo. A defesa da Democracia se faz cada dia mais necessária. Se os opressores apresentam seu projeto entreguista com um Golpe, nós apresentaremos nosso projeto de transformação social com o povo na rua, com a radicalização da Democracia, em defesa da participação direta e real do povo! A melhor forma de combatermos os Golpistas é com a potencialização dos nossos sonhos e projetos!

Com muito movimento e suor, vamos apresentar, mais uma vez, nossas ideias nas comunidades, universidades, escolas, ruas e praças, nas cidades e no campo, disputando mentes e conquistando corações de pessoas que sentem que o mundo pode ser diferente, que a mudança pode e deve ser pra melhor!

“Milagres acontecem quando a gente vai à luta.”

  • O Teatro Mágico

Somos a geração que colheu os frutos de lutas históricas pelo campo da esquerda e agora seremos responsáveis por plantar novas sementes, mais uma vez, em busca da verdadeira emancipação e revolução da classe trabalhadora, da juventude, das mulheres, das negras e negros, da população LGBT, e de todas e todos/as oprimidos/as e explorados/as desse país, em direção do socialismo democrático!

Assim, convocamos toda a nossa militância e convidamos todos e todas jovens, todos cidadãos e cidadãs deste país que acreditam na luta como ferramenta de transformação social a participarem e se somarem às etapas preparatórias do nosso Encontro Nacional, que ocorrerão entre 12 de janeiro e 14 de fevereiro, em diversos estados do Brasil. E convocamos a militância mudancista a construir nosso Encontro Nacional, de 17 a 19 de fevereiro, em Minas Gerais, com a tarefa de atualizar coletivamente nosso programa político e reinventar nossa estratégia e táticas, de acordo com a nova realidade da luta do nosso povo!

Temos convicção de que esse novo cenário político do país e da luta popular é de reinvenção e de unidade de forças para alcançarmos um novo horizonte, onde possamos ter nossos Direitos retomados e garantidos, em que nossas Liberdades sejam respeitadas, a Justiça seja imparcial e justa, a mídia politize, o ensino emancipe e a política seja feita com e para o povo!

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021