Vaquinha / Outros / Dinheiro

Duda em Stanford

ID da vaquinha: 136541
Duda em Stanford
URL copiada!
118%
Arrecadado
R$ 2.360,00
de
Meta
R$ 2.000,00
Apoiadores
10
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Olá! Meu nome é Eduarda Binder, tenho dezessete anos e sou de Sete Lagoas, MG (mas moro em BH). Eu fui  selecionada para um programa de verão, o Stanford Pre-Collegiate Summer Institutes, em Stanford, para estudar "Environmental Science" (Ciência Ambiental).

"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo". Eu acredito que esta citação por Nelson Mandela resume perfeitamente a maneira que me sinto sobre minha educação e sua importância para meu futuro. Desde que eu era criança, sempre soube que, para alcançar meus objetivos, eu deveria buscar o conhecimento. Por isso, tenho sido uma menina estudiosa e academicamente dedicada, muito interessada em aprender. Meu amor pela leitura, que também cultivo desde a infância, foi essencial para o meu processo de aprendizagem. Mas, ao mesmo tempo, sinto-me extremamente frustrada com o sistema educacional brasileiro, que é absurdamente arcaico. As escolas não são voltadas para a criação de estudantes questionadores e criativos, e não estimulam o raciocínio. Em vez disso, as aulas são totalmente voltadas para a memorização do conteúdo, com o aluno agindo como um elemento passivo, apenas um "receptor" de conhecimento. Acredito que o conhecimento deve ser ativamente construído, e o papel do professor é instigar e orientar as discussões.

Além disso, também me sinto indignada pela má qualidade do ensino nas escolas públicas. Acredito que todas as pessoas têm direito a uma educação de qualidade, por isso considero inadmissível que o aprendizado de tantos brasileiros esteja sendo comprometido.

Portanto, acredito que ao estudar no exterior, em uma das melhores universidades do mundo, posso expandir meus conhecimentos de uma maneira quase impossível de ser alcançada no Brasil.  Eu sei que, ao procurar as melhores oportunidades para mim e adquirir bastante conhecimento, me tornarei qualificada o suficiente para causar mudanças efetivas e criar maneiras de explorar plenamente o imenso potencial do nosso povo. Decidi que, no futuro, vou usar a minha educação para ter um impacto positivo no meu país e acredito que posso contribuir para o crescimento da minha nação e para o bem-estar da população.

Por que “Environmental Science” (Ciência Ambiental)?

Estou interessada em aprender sobre os problemas que afligem o planeta, suas causas e consequências e, mais importante, como contribuir para a redução desses problemas no futuro. Eu me importo muito com o meio ambiente e decidi tomar medidas para protegê-lo. Faço parte do grupo de jovens do Grupo de Trabalho de Clima em uma ONG chamada Engajamundo, onde discutimos e propomos soluções para os problemas relacionados à Mudança Climática no Brasil, tanto local como nacionalmente. Espero adquirir um grande conhecimento através deste curso para trazer informações importantes e pertinentes ao meu grupo para que possamos melhorar nossas ações neste tópico. Espero também que, a partir do conhecimento que irei adquirir e das pessoas que vou encontrar, poderei pensar em mecanismos eficazes para pôr em prática algumas ideias que tenho, como formas de tornar mais eficaz a eliminação de resíduos e a reciclagem, meios fáceis para dessalinizar e filtrar a água, e limpeza de rios e lagos.

Toda quantia é bem-vinda! Se desejar um comprovante, me informe o seu email e eu te enviarei o meu histórico escolar e o email de aceitação em Stanford. Obrigada!

CONQUISTAS:

No ano de 2015, recebi o prêmio "Destaque Acadêmico" do meu colégio, concedido a alunos que obtiveram uma realização mínima de 80% em todas as disciplinas. Além disso, recebi o prêmio "Incentivo à Leitura", destinado aos alunos que mais alugaram livros da biblioteca da escola. Em 2016, em 30 de novembro, recebi os mesmos dois prêmios. Nessa ocasião, apenas duas pessoas, incluindo eu, em todo o ensino médio, receberam o prêmio "Destaque Acadêmico", também chamado de "Magnum Avançado". Em 2015 e 2016 eu recebia um desconto de 30% na mensalidade escolar. Devido ao meu bom desempenho acadêmico, atualmente recebo um desconto de 50%.

Eu fiz o ENEM em 2015 e 2016 apenas para praticar, e em 2015 eu obtive 940 pontos na redação (que vale 1000 pontos). Isso me coloca entre os 1% dos alunos que fizeram o exame em 2015 e obtiveram uma nota acima de 900.

ATIVIDADES EXTRACURRICULARES DAS QUAIS PARTICIPEI/ PARTICIPO DURANTE O ENSINO MÉDIO:

SIMULAÇÕES DA ONU

Durante o ensino médio participei de simulações da ONU, eventos em que os estudantes representam delegações, reunidos em comitê simulado da ONU para discutir e propor resoluções a problemas mundiais em determinados períodos de tempo. Uma das simulações que participei foi a MINIONU, o maior modelo intercolegial das Nações Unidas na América Latina. Estou particularmente orgulhosa do meu desempenho na MINIONU 2016, quando representei a República Democrática do Congo no Comitê CSW 2016 sobre a situação das mulheres.

Escrevi todos os documentos necessários para concluir os temas da agenda e tive um papel decisivo na proposta de resoluções para os temas abordados.

Também participei nas simulações internas do meu colégio, denominado SIMB (Simulação Interna Magnum Buritis), em 2015 e 2016. Em 2017, eu fui a Diretora do Comitê sobre a Crise dos Mísseis, situado em 1962.

PROJETO AMA

Eu estudei na minha escola atual durante parte do Ensino Fundamental (por um ano e meio). Foi durante esse período que ingressei no Projeto AMA, que promove o trabalho voluntário. Durante o Ensino Médio, eu permaneci afiliada ao projeto, e nos anos 2015 e 2016, eu era uma das participantes mais ativas. Através do Projeto AMA, os alunos do Colégio Magnum Buritis não só coletam doações para lares de idosos e creches, mas também fazem visitas a esses estabelecimentos. Durante esses dois anos, eu ajudei a conseguir doações de fraldas geriátricas e artigos de higiene para uma casa de idosos e participei de visitas para passar tempo com os idosos, cantando, recitando poesia ou apenas ouvindo as suas histórias de vida. Além disso, eu também visitei uma creche precária onde eu passei o dia com crianças fazendo atividades divertidas.

PROJETO VIVACI

Eu recentemente me tornei Articuladora Nacional deste incrível Projeto chamado Vivaci, que tem o objetivo de influenciar crianças e adolescentes em escolas públicas. Infelizmente, o sistema de educação pública no Brasil é extremamente falho, e a infraestrutura das escolas públicas está em declínio. Devido a isso, os alunos não têm a oportunidade de alcançar seu completo potencial de aprendizagem, o que leva a um futuro sombrio para esses jovens, geralmente relacionado à violência, ao tráfico de drogas e à pobreza. Meu papel como membro do Projeto Vivaci é apoiar as escolas e os alunos, levantando doações e promovendo atividades que estimulem a criatividade e a vontade de aprender. Acima de tudo, o meu trabalho mais importante é sensibilizar os jovens para a importância do estudo e encorajá-los a perseguir os seus sonhos e a procurar melhores condições de vida. (O projeto ainda está em fase de desenvolvimento, e estamos aceitando voluntários! Caso algum jovem tenha interesse, por favor me envie um email: eduardabma1@gmail.com)

ENGAJAMUNDO

Faço parte dos Grupos de Trabalho sobre Clima e Gênero em uma ONG chamada Engajamundo. Somos jovens que acreditam que a juventude é um elemento chave na solução dos maiores desafios sociais e ambientais que enfrentamos em nosso país e no mundo. Portanto, procuramos abrir caminho para a participação efetiva dos jovens nas decisões importantes que impactam nosso presente e futuro.

Através da capacitação, mobilização e ativismo, estamos empenhados em capacitar os jovens brasileiros para que compreendam, participem e se concentrem nos processos políticos internacionais. Exigimos também maior acesso e representação dos jovens nesses processos, para que os jovens tenham cada vez mais espaço para articular suas demandas em todas as esferas políticas.

HANDEBOL

Durante o Ensino Fundamental fiz parte da equipe de handebol infantil (para meninas entre 12 e 14 anos) da minha escola, tendo participado de vários jogos amistosos e jogos de campeonato. No entanto, ao chegar ao Ensino Médio, fiquei bastante decepcionada ao notar a inexistência de uma equipe de handebol para meninas acima de 14 anos. Por isso, decidi reunir um grupo de meninas interessadas no treinamento e pedi à Direção da minha escola para formar um time. Dessa forma, nossa equipe Cadete-Juvenil foi formada em 2016 e começamos a treinar no mesmo ano. Infelizmente, devido a lesões no joelho, não sou mais capaz de participar do time, porém, tenho muito orgulho em dizer que ele continua com uma grande taxa de adesão e as meninas já participam de amistosos e campeonatos.

ESCREVI UMA PEÇA DE TEATRO E ATUEI

Junto com duas amigas, eu escrevi o roteiro para uma peça de teatro que foi apresentada em nossa escola. O roteiro foi uma adaptação da história de Tristão e Isolda, à qual acrescentei alguns elementos cômicos, representados pelas interações entre os personagens Anastasia e Florença, mães dos protagonistas (criadas por mim). Além disso, eu também atuei como Anastasia.

OS MEUS TEXTOS PUBLICADOS NA AGENDA ESCOLAR

Escrevi dois textos que foram publicados na agenda escolar em 2016 e 2017.

O primeiro texto, chamado "A Grande Alma", foi uma análise da vida e feitos de Mahatma Gandhi. O tema da agenda deste ano era "Somente um coração generoso pode amar o próximo sem medida!"

O segundo texto, denominado "A relação entre família e trabalho", centrou-se nas formas de conciliar tarefas domésticas e responsabilidades laborais, abordando também questões como a desconstrução dos papéis de gênero e as novas definições do conceito de "família". O tema deste ano foi "O trabalho: a condição humana para a construção de um mundo melhor".

AULAS PARTICULARES

Em 2016 eu também comecei a dar aulas particulares de matemática, inglês e português.

Encerrada
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021