Cirurgia pro Rabanada Vítima de maus tratos

ID da vaquinha: 49949
Cirurgia pro Rabanada Vítima de maus tratos
URL copiada!
0%
Arrecadado
R$ 0,00
de
Meta
R$ 250,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens
ontem anoite apareceu na Fazendinha um cachorrinho abandonado (aparentemente filhote) vítima de maus tratos. Ele apareceu embaixo da minha mesa. Teve o seu rabo decepado por algum ser humano maligno (se é que se pode chamar esse ser de "humano"). Ele estava muito assustado e chorava de dor e de desespero... Eu de imediato o alimentei com ração, e ele estava com muuuuitaaa sede, provavelmente pq estava com febre. Dei dipirona pra dor. Hoje pela manhã Comprei gaze, atadura para um curativo, mas foi impossível de realizá-lo pq o cachorrinho sentia muita dor. Então, Eu e o meu noivo Lucas Borges levamos ele ao veterinário pra ver o q Poderia ser feito por ele. O Veterinário por sua vez, disse que seria necessário realizar um procedimento cirúrgico, passível de anestesia e sutura. O Veterinário Não se sensibilizou muito com a situação e cobrou o valor de R$ 250,00 por seus honorários. Por falta de condições, eu não tive como pagar por este procedimento. Na clínica, algumas pessoas que estavam na fila de espera, choraram ao ver a situação... Ainda na clínica veterinária, foi dado uma injeção de analgésico pra diminuir a dor e o desespero momentaneamente desse pobre bichinho indefeso, mas não é uma medida efetiva. Comprei analgésico, antibiótico, coleira e um colar para impedi-lo de lamber a ferida. Mas infelizmente a cirurgia não pode ser feita por falta de recursos financeiros. Portanto, peço que divulguem essa necessidade, e quem puder colaborar de alguma forma para ajudar a salvar esse bichinho, toda ajuda é bem vinda. E com certeza a pessoa que maltratou esse bichinho não terá um final tão feliz, quanto esse cachorrinho terá com a nossa ajuda. Deus abençoe. Beijos
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021