Vaquinha / Outros / Dinheiro

Cirurgia da cadela Espoleta

ID da vaquinha: 234253
Cirurgia da cadela Espoleta
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
7%
Arrecadado
R$ 270,00
de
Meta
R$ 4.000,00
Apoiadores
4
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

"Olá, meu nome é Espoleta. Sabe por quê? Então deixa eu contar a minha história...

Eu nasci numa família que me amava muito, mas eles não tinham condições de cuidar de mim. Em um belo dia de sol, na Redenção, o Mateus e a Milena me viram. Fiquei tão feliz que não parava de balançar meu rabinho enquanto recebia carinho deles. Foi amor à primeira vista. Desde esse dia, eles cuidaram de mim como uma filha.

Logo após a adoção, meus pais fizeram compras pra mim, me deram banho e até brinquedo ganhei. Mas como tenho muita energia, sempre fiz bagunça pela casa. Porém, ontem, eu tentei voar e percebi que não conseguia. Eu pulei a janela do prédio deles que fica no segundo andar. Eles não estavam em casa e assim quando me viram ficaram loucos. Eu não conseguia me mover, minhas patas estavam paralisadas e fiz muito cocô de tanto medo. Minha respiração estava bem pesada...

Eles me socorreram com uma maca improvisada de travesseiros e panos. Subiram comigo correndo sem me movimentar muito, pois não sabiam minha condição de saúde. Tentaram me acalmar com carinho e me medicaram. A partir daí, consegui dormir por alguns minutos, porque não havia mais tanta dor. E como doía... Meu pai passou a madrugada me dando carinho e procurando alguém que pudesse me ajudar sem muito custo, já que ele é estudante e não dispõe de tantos recursos.

Até que encontraram a Médica Veterinária Yasmim, do Porto Vet, aqui na rua ao lado. Ela esclareceu as dúvidas deles e agendou uma consulta para ver minha situação. Na manhã seguinte, lá estávamos nós. Adorei o atendimento porque a preocupação era somente com a minha saúde. Eles estão sendo uns anjos na minha vida.

Após a consulta, tive que fazer 3 radiografias, onde constataram que eu havia quebrado a cabeça do meu fêmur esquerdo. Nessa hora fiquei triste, porque quero continuar fazendo arte em casa, descabelando meus pais. Duas opções me foram dadas: 1) colocar um pino para cicatrizar meu osso, mas como sou novinha, apenas 4 meses, é possível que eu tenha que refazer essa cirurgia mais tarde ou; 2) retirar a parte fraturada. Não quero perder nenhuma parte de mim, por isso, prefiro a primeira, mas caso não tenha como, terei que optar pela segunda alternativa.

Eu sei que eles estão fazendo tudo o possível para me ver bem, mas também preciso da sua ajuda, pois meu tratamento é caro. Será que você pode doar qualquer quantia? Vai me ajudar muito, mas mesmo que não possa doar, compartilhe para que outras pessoas que puderem o façam. Agradeço do fundo do meu coraçãozinho. Muitas lambidas!"

Link no Facebook: https://www.facebook.com/mateus.siqueiradesouza/posts/1952261774784772

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021