capoeira na educação infantil

ID da vaquinha: 69140
capoeira na educação infantil
Você não possui corações!
Clique aqui para comprar.
0 coração recebido
COMPARTILHE ESTA VAQUINHA
URL copiada!
0%
Arrecadado
R$ 0,00
de
Meta
R$ 5.000,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

                                                    

                        O Projeto

DEFINIÇÃO

 

Considerando a Capoeira como a mais legitima das manifestações culturais brasileira e considerada patrimônio imaterial e cultural da humanidade pela UNESCO, apresentando características educacionais, artísticas, rítmicas, folclóricas, filosóficas, marciais, musicais e cívicas dentre outras, ao introduzi-la  como prática escolar, temos como objetivos:

 

.1 - O uso da capoeira para estimular as crianças a manter, aprimorar e, em muitos casos, recuperar movimentos próprios do corpo humano é ponto essencial do trabalho de corpo e movimento para a Educação Infantil.

Com o passar dos anos, a criança tende a imitar os padrões corporais adultos, passando a abandonar gradativamente algumas habilidades motoras. O sofá, as cadeiras e carteiras escolares, a televisão, os jogos eletrônicos, as restrições sociais ao movimento (“para de rastejar, vai sujar sua roupa!”) e até o excesso de deveres escolares as levam a permanecer por longos períodos do dia em posições estáticas. O resultado disso são adultos sedentários, com inúmeros encurtamentos musculares resultantes de longos anos de inatividade. Na escolas para crianças de 1 a 6 anos, a cada movimento mais ousado de um aluno seguem-se os avisos de “Você vai cair! Vai quebrar a perna! Para de correr!”. Segundo Sardinha (2004),

a deterioração da condição física da criança começa logo que ela é imobilizada por longas horas nas carteiras escolares nos primeiros anos do Ensino Fundamental e, em alguns casos mais graves, já na Educação Infantil. A mudança da quantidade de movimento que ela fazia antes da escola e que faz na escola é enorme. A escola, então, estimula o sedentarismo?

Este trabalho visa representar a capoeira como um saber popular potencialmente transformador na formação dos professores que atuarão na Educação Infantil, faixa etária em que o corpo, a música e o ethos da capoeira vão ao encontro das necessidades básicas de movimento e descoberta.

A base do método são os conhecimentos ancestrais da capoeira,  passados de mestres a  discípulos  de forma tradicional. Equilibrando estes saberes populares com os conhecimentos acadêmicos, de ensino-aprendizagem: uma Pedagogia da Capoeira.

O método se fundamenta em quatro princípios:

naturalidade

criatividade

cooperatividade

historicidade

PÚBLICO ÁLVO

 

•       Alunos de 04 anos a cima.

 

 

 

                                                    

            CONTEÚDO DIDÁTICO

            PEDAGÓGICO

Curso de capoeira oferecido como modalidade apresentará os seguintes conteúdos:

1.      desenvolvimento da coordenação, lateralidade, domínio do corpo e do espaço buscando assim a cultura corporal do movimento;

2.     aulas recreativas visando a integração, socialização e desenvolvimento do espírito coletivo, reconhecendo a capacidade e possibilidade individual de cada aluno;

3.     ensaio de cânticos e prática de confecção e utilização dos instrumentos musicais relacionados a capoeira;

4.      aulas praticas e teóricas sobre todos os aspectos típicos da capoeira;

                                                    

                        METODOLOGIA

A metodologia de ensino segue o programa técnico do Grupo Memória sob a orientação do Mestre, Profissional em Educação Física, Silvio Marcos da Silva, sendo obedecidas as diretrizes técnicas da A.B.P.C. ( Associação Brasileira de Professores e Mestres de Capoeira).

                   Numa concepção didática consideramos a capoeira uma modalidade completa, pois atua de maneira direta e indireta sobres os aspectos cognitivos e motor. Sendo encarada como lúdica e instrucional, articula atividade de desenvolvimento  motor com um aspecto artístico e social.

         Através da capoeira podemos trabalhar conteúdos que dizem respeito a localização espaço temporal, lateralização, equilíbrio e domínio da linguagem oral através do canto.

         As aulas serão ministradas através de jogos e brincadeiras respeitando a faixa etária.

      

•      Totalizando 01 aula semanal

 

 

 

 

                                                 

      MATERIAL E CONCLUSÃO

Para o sucesso deste trabalho utilizaremos os seguintes materiais:

 

•       02  pandeiros de couro;

•       01  atabaque;

•       03 berimbaus;

•       salão amplo ou quadra poliesportiva.

    Todo o trabalho terá como fundamento o ensino paralelo da noção de cidadania, direito e respeito ao próximo, onde o que importa é o conhecimento e a capacidade individual, formando uma integração sócio-cultural sem distinção de raça, sexo ou posição social. Desencadeando um processo de treinamento vivenciado de apoio e estímulos às produções realizadas pelos capoeiristas, como um vasto acervo histórico, oferecidos sobre a visão psicopedagógica do construtivismo do comportamento, empregando o processo vivencial operativo, onde o vivencial significa a “educação pela arte” e o operativo significa a “educação pela inteligência”.

 

    No mundo, a capoeira vem se tornando uma das mais atraentes modalidades dentro do cenário esportivo. Cada vez mais cresce o número de países e promotores que reivindicam eventos de capoeira, comprovando assim a consagração desse emocionante esporte como um grandioso sistema  promocional das instituições de ensino, além de ser uma inesquecível e espetacular forma de lazer e integração.

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2022