Vaquinha / Outros / Dinheiro

Bate-papo com Mônica Salmaso e Paulo Aragão sobre Wilson Batista

ID da vaquinha: 747596
Bate-papo com Mônica Salmaso e Paulo Aragão sobre Wilson Batista
Felipe Lacerda Antunes
Porto Alegre / RS
Arrecadado
R$ 1.600,00
Meta
R$ 5.000,00
Apoiadores
0
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou

Participe deste bate-papo com Mônica Salmaso e Paulo Aragão sobre a obra de Wilson Batista! Dia 23/11 às 15 h na rua Caeté, 150 - Vila Assunção, Porto Alegre.

Mônica Salmaso

Iniciou sua carreira na peça "O Concílio do Amor", em 1989. Em 1995, gravou o disco “Afro-Sambas”, um duo de voz e violão com o instrumentista Paulo Bellinati, incluindo todos os afro-sambas de Baden Powell e Vinícius de Moraes. Em 1997, foi indicada ao Prêmio Sharp como revelação na categoria MPB. Lançou “Trampolim”, em 1998, e “Voadeira”, um ano depois, com o qual ganhou um prêmio APCA. O quarto CD de Mônica, “IAIÁ”, nasceu em 2004, seguido por “Noites de Gala, Samba na Rua”, de 2007, com músicas de Chico Buarque. Nesse meio tempo, foi convidada como solista de várias orquestras, como a OSESP, OSB, Jazz Sinfônica de São Paulo, Orquestra Jovem Tom Jobim, entre outras, tendo inclusive participado de um CD da OSESP sob regência de John Neschling, em 2006. Com o CD “Alma Lírica Brasileira”, com Teco Cardoso e Nelson Ayres, lançado pela Biscoito Fino em 2011, recebeu o 23º Prêmio da Música Brasileira, na categoria Melhor Cantora. Seu penúltimo CD, “Corpo de Baile” (2014), com músicas de Guinga e Paulo César Pinheiro, recebeu quatro indicações ao Prêmio da Música Brasileira, das quais venceu duas – melhor cantora MPB e melhor canção. Em 2017 lançou o álbum “Caipira” que tem recebido elogios da crítica especializada e ganhou Melhor Álbum e Melhor Cantora – Categoria Regional no 29º Prêmio da Música Brasileira. Em dezembro passado foi lançado o DVD Corpo de Baile, pelo Selo SESC, com direção de Walter Carvalho e produção musical de Teco Cardoso.

Últimos projetos da cantora Mônica Salmaso inclui uma turnê pelo Japão com o Guinga e a turnê nacional do CD Caipira.

Site oficial: www.monicasalmaso.mus.br

Paulo Aragão

Paulo Aragão é um dos mais destacados arranjadores brasileiros de sua geração, tendo trabalhado ao lado de nomes como Guinga, Francis Hime, Dori Caymmi, Mauricio Carrilho, Nailor Proveta, Monica Salmaso e Renato Braz; e tendo colaborado com artistas como Sergio Assad, Yamandu Costa e Hamilton de Holanda.

Já teve composições e arranjos tocados por orquestras como Los Angeles Philharmonic Orchestra, Orchestre National de France, Gewandhaus Orchestra de Leipzig, Metropole Orkest (Holanda), Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), Orquestra Petrobras Sinfônica (OPeS), Orquestra Jazz Sinfônica (SP), entre outras.

É integrante e fundador do Quarteto Maogani de Violões, com o qual já ganhou os prêmios TIM, Caras, Rival BR e mais recentemente o 26º Prêmio da Música Brasileira, como melhor grupo instrumental.

É professor da Escola Portátil de Música e um dos diretores da Casa do Choro, no Rio de Janeiro.

www.pauloaragao.com.br

Wilson Batista

Compositor que duelou com Noel Rosa na célebre polêmica de sambas na década de 1930 – “rixa” amigável responsável pela composição de diversos clássicos do gênero, Wilson Batista compôs sucessos para os carnavais das décadas de 40, 50 e 60.

Embora tenha perdido muitas obras (no tempo em que vender composições era comum), Wilson registrou mais de 500 obras catalogadas, entre elas “Acertei no Milhar”, parceria com Geraldo Pereira, “Não Sei Dar Adeus”, com Ataulfo Alves, e “Deixa de Ser Convencida”, composta com Noel Rosa, entre outras canções.

Denunciar essa vaquinha
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.
Elementos SVG

Curta e compartilhe nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados. 2019