Cover 26
Thumb al m do meu umbigo  1

Vakinha de
Pedro Rodrigues Neto
/

Além do meu umbigo

Objetivo
R$ 8.000,00
Arrecadado
R$ 350,00
$ contribua

Qual é a cara do Brasil que não gira entorno do nosso umbigo? Uma viagem, dez municípios, quatro meses, cruzando o sertão nordestino e terminando no extremo norte do Brasil. A Jornada "Além do meu umbigo" vai mostrar com reportagens diárias como é a vida de famílias vivem com uma renda mínima que varia entre R$ 70 e R$ 150, em regiões extremas do país.

Criada em
18/08/2017
Encerra em
12/10/2017

 

Uma viagem, dez municípios, quatro meses, 20 mil quilômetros, cruzando o sertão nordestino e terminando no extremo norte do Brasil. A Jornada "Além do meu umbigo" pode até parecer uma frase de humor, mas o assunto é muito sério.  

Com um smarthphone, uma câmera, uma mochila e pouco dinheiro na carteira, o jornalista Pedro Rodrigues Neto, 36 anos, irá percorrer quatro estados, Pernambuco, Piauí, Maranhão, Amazonas e Acre, retratando a realidade de dez municípios onde, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, 90% das famílias vivem com uma renda que varia entre R$ 70 e R$ 150. É o Brasil onde a extrema pobreza insiste em permanecer em meio a seca, o isolamento, a falta de infraestrutura e condições adequadas para o desenvolvimento social e econômico dos brasileiros. 

Toda a viagem será retratada por textos, vídeos, fotos, tudo compartilhado em rede social na página do projeto, https://goo.gl/4Rrccx . Além disso, durante suas visitas aos municípios mais pobres do Brasil, Pedro irá ministrar aulas de redação e palestras sobre educação a distância, pertencimento e inclusão digital. Além disso, em parceria com as comunidades que visitar irá criar projetos e implementar campanhas de financiamento coletivo "crowdfunfing" para realização de sonhos dos moradores locais. 

Ao término da viagem, um documentário sobre todo o trajeto e a experiência adquirida com isso, será produzido e disponibilizado nas plataformas digitais para que seja compartilhado gratuitamente e sirva de ferramenta de educação, conscientização, empatia e respeito. Vale lembrar que esta será uma jornada solitária, dentro de uma proposta  isenta de qualquer cunho político/partidário, tendo como único e central objetivo, trazer a realidade de milhares de famílias que vivem em um Brasil bem diferente daquele mundinho que gira entorno do nosso umbigo. 

 

 

$ contribua

Novidades (0)

Quem ajudou (5)

  • SARA LEITE DE ALENCAR
    em 28 de Agosto de 2017

  • Sandra Nodari
    em 23 de Agosto de 2017

  • anônimo
    em 23 de Agosto de 2017 diz: Com certeza meu amigo, você voltará deste seu projeto uma pessoa bem melhor do que já é. Sucesso! Deus te abençoe muito!

  • anônimo
    em 22 de Agosto de 2017

  • Clenilda Cazarin Pezzini
    em 22 de Agosto de 2017 diz: Oi, Neto. Daria um dente da frente para estar no seu lugar, mas não posso. Assim, contribuo minimamente para o seu trabalho. Boa viagem e bom trabalho. Clenilda

Denuncie

Iremos verificar sua denúncia e entrar em contato com o dono da Vakinha.