Vaquinha / Outros / Dinheiro

Ajude o Batoré!

ID da vaquinha: 47319
Ajude o Batoré!
URL copiada!
6%
Arrecadado
R$ 90,00
de
Meta
R$ 1.500,00
Apoiadores
3
Encerrada
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens
"Meu nome é Batoré. Não vou compartilhar muito da minha história, porque infelizmente não me lembro de muita coisa. Sei que sofri um acidente e só me lembro bem daquilo que ocorreu logo em seguida. Procurei abrigo, em um lugar sem tantos carros, onde eu poderia me esconder e lamber minhas feridas. Modéstia a parte, me safei até bem do acidente... Não fosse minha pata dianteira direita. Essa pegou em cheio e não consegui engolir o choro e fingir estar bem até melhorar. Machucou feio e mal consigo me apoiar nela mais... E tá doendo muitão, não vou mentir! O tempo foi passando, até que as pessoas começaram a me perguntar de onde vim, se estou bem, se tenho fome, sede... Eu não sabia responder a tantas perguntas! Fiquei triste... Até que dois humanos me viram e me cumprimentaram, fizeram bons cafunés em mim, relutantes, sem saber o que fazer. A moça pediu que o moço lhe dissesse o que fazer, mas este, sem graça pela correria, não soube responder... Eles sumiram depois de pensar um pouco, até que, mais tarde - já era noite - a moça veio conversar comigo, me deu comida, água... Tentei contar algo a ela, mas estava meio cansado e meio impaciente também (acho que ela percebeu). Então, ela se levantou e disse: 'Olha, se você ficar quietinho aí, prometo que te levo ao veterinário amanhã e você vai ficar bom'. Eu não lembrava o que era veterinário, mas no meu sono essa parte de 'ficar bom' me deixou intrigado. Por isso, fiquei quietinho - até porque não conseguiria andar a lugar nenhum mesmo - e esperei. Não é que a moça me catou mais o moço e me levaram num monte de lugares? Agora estou aqui, na Clínica do tal Veterinário, um pouco melhor, tomando alguns remedinhos, mas ainda preciso cuidar da minha pata! Será que vocês podem me ajudar? Seria muito legal da parte de vocês! Sei que nem os conheço e tal... mas prometo lamber muitão cada um de vocês, se quiserem! A moça e o moço estão de prova!"                                                                                                                                                                                                                      Pessoal, essa é historinha do Batoré, mais um cão abandonado que se feriu na nossa selva de pedra. Eu e a Sarah os resgatamos, mas gostaríamos de pedir a ajuda de vocês, pois não estamos em condições de arcar com os custos veterinários em sua integralidade. Que tal fazer mais por um serzinho tão indefeso, porém tão importante quanto nós mesmo? Afinal, ocupamos o mesmo espaço nesta Terra e, querendo ou não, teremos o mesmo fim. Será que não seria legal se cuidássemos um pouquinho um dos outros? ;)
Encerrada
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021