Ajude meu pai a andar

ID da vaquinha: 66706
Ajude meu pai a andar
URL copiada!
0%
Arrecadado
R$ 0,00
de
Meta
R$ 40.000,00
Apoiadores
0
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens
Meu pai teve AVC hemorrágico em março de 2015, já se passou um ano e ele continua com as sequelas. Com o ocorrido, eu não pude trabalhar e minha irmã teve que parar de estudar e também não pode trabalhar, para podermos cuidar do nosso pai. Meu pai pegou uma grande infecção hospitalar por colocar uma sonda nele errado, a comida ia toda para o pulmão....resultado, 2 meses internado entre a vida e a morte. Quando meu pai saiu do hospital, estava totalmente desorientado e com uma escaria em estado grave. Eu e minha irmã tivemos que lidar com isso, tratamento de escaria, dar banho, limpeza em geral. Sem nenhuma experiencia sobre o assunto, afinal eu só tinha 18 anos e minha irmã 21 anos. Hoje, após um ano, já curamos a escaria, mas ele continua acamado, dependendo da nós para sentar, comer, da banho, trocar fralda, e continua com o braço direito e perna direita paralisada. Dia 05 de junho de 2016 meu pai acordou com dor no rosto e pescoço, levamos ele ao medico, no UPA da barra da tijuca, la ele foi atendido por uma Dra. que mandou ele fazer exame de sangue, e um eletro. e ele continuou sentado numa cadeira por 14h sem nenhum mais atendimento medico, nem os resultados do exame que fez não tivemos conhecimento do resultado. jesus tenha mesericordia de todo Ser Humano que de la precisar, meu pai foi colocado numa cadeira e mesmo minha mãe falando com os médicos as 11h da manha que ele podia esta com um outro AVC , nada foi feito.....as 1h da manha conseguimos fazer nele um tomografia a pedido de outra medica do novo plantão, saímos de la depois de 14.h horas de espera sem saber o que ele tem ou teve, sem um laudo do medico. voltamos pra casa com ele com a boca torta e o olho direito paralisado e com uma receita com um remédio pra herpes. Minha intenção e que através deste site conseguimos ajudar meu pai numa fisioterapia, pois na cama ele vai morrer, ele precisa da fisioterapia para ter um pouco de controle da vida dele, não pode ele ficar pelo resto da vida sem andar por falta de atendimento, por falta de cuidados. não temos dinheiro, minha mãe trabalha para manter a casa, um aluguel comida, remédios para meu pai e, eu e minha irmã não podemos ajudar, pois meu pai não tem condições de ficar sozinho. entramos em um site da VAQUINHA para obter ajuda, mas ate hoje nenhuma pessoa ajudou. Não sabemos mais o que fazer, A nossa angustia está, em ver um homem que era tão ativo encima de uma cama sem expectativa de vida e a gente não poder fazer nada, pois a única renda que temos é da aposentadoria dele e o salário da minha mãe, e com isto, pagamos aluguel, contas, medicamentos, fraldas, alimentação. Hoje ele se encontra sem esperança, pois não vê melhora física, estamos dando prioridade aos medicamentos e outros cuidados com ele, por isto não podemos pagar fisioterapia e outros coisas a mais.. Ele esta usando medicação para depressão. Estamos agoniados, pois o tempo ta passando e quanto mais tempo passa, é mais difícil para voltar os movimentos, e mais difícil fica de cuidar dele financeiramente. Eu vou fazer 19 anos e nem tive meu primeiro emprego, não podemos trabalhar, só que precisamos trabalhar!!! Com o acidente, Meu pai deixou um carro no qual ele trabalhava com ele para pagar as prestações junto a uma financeira ABV, mas hoje e minha mãe que esta fazendo faxina pra fora para conseguir pagar estas prestações, o carro tem 5 mil de multas, não fez vistoria, não pode usar este carro, por isto ele esta parado numa garagem sem uso e minha mãe tendo que pagar as prestações e pagando táxi para levar meu pai ao medico sempre que precisa. Eu não sei dirigir, minha irmã não sabe dirigir, e não conseguimos vender este carro para ajudar no tratamento do meu pai, por ele ainda ter prestações a vencer e multas. Ele precisa de uma cadeira de rodas, pois a dele esta quebrada e não conseguimos comprar outra. Ele sempre foi um homem que gostava de trabalhar, de passear, fazer exercícios, era muito ativo, esse acidente o desanimou demais. No começo ele não aceitava, dizia que queria morrer ao invés de estar numa cama. Hoje ele oscila muito, está com bom humor, outras de mal humor, chora bastante, por isso toma remédio de depressão, está melhorando, mas isso dói nosso coração, ver nosso pai assim. Queremos ajuda no "tratamento" dele, fisioterapia, fonoaudióloga, com isto ele poderá ficar independente e eu e minha irmã poderemos trabalhar, estudar, construir nossas vidas e poderemos ver nosso pai ativo, com esperança, com vontade de viver novamente. Sei que Deus esta conosco e vamos confiar nele Qualquer ajuda é bem vinda e desde já agradeço.
AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021