Solidariedade / Pessoas / Saúde / Caridade

Ajuda para Marina

ID da vaquinha: 917964
Ajuda para Marina
URL copiada!
12%
Arrecadado
R$ 365,00
de
Meta
R$ 3.000,00
Apoiadores
7
  • Sobre
  • Novidades
  • Quem ajudou
  • Mensagens

Olá! Meu nome é Marina Rodrigues da Silva, tenho 39 anos e moro em Unaí-MG com a minha filha de 11 anos. Trabalhava como cozinheira e levava uma vida normal até que no dia 27 de setembro de 2019 tudo mudou... Chegando em casa depois de um dia comum de trabalho tive uma convulsão e fui levada ao hospital. Porém, naqueles dias, não havia nenhum neurologista atendendo e fiquei sem o diagnóstico preciso. Foram vários dias fora do meu estado consciente, tinha alucinações, dificuldade para andar/ falar e não conseguia mais abrir os olhos. Após algum tempo e várias outras crises consegui uma consulta, fiz os exames e concluíram que tinha tido um AVC/ trombose cerebral. Esse problema deixou sequelas e, hoje, ainda não consigo abrir os olhos totalmente, em alguns momentos fico muito confusa e por isso preciso de alguém constantemente para me acompanhar para todos os lugares. Antes morava de aluguel com a minha filha, mas devido aos remédios extremamente caros já não tinha mais condições de pagar e me mudei para a casa da minha mãe, que nem sempre pode me dar todo o suporte devido a idade e seu estado de saúde. Estava trabalhando há pouco tempo com carteira assinada e não foi o suficiente para conseguir o auxílio saúde do governo. Estava me mantendo com o apoio de amigos e familiares que me ajudaram  na compra dos remédios. Hoje faço o meu tratamento em Brasília, no Instituto Hospital de Base e Hospital Sarah Kubitschek. Os médicos ainda estudam a raiz do problema. Aguardo por uma cirurgia para voltar a abrir os olhos mas, enquanto ainda estou impossibilitada de trabalhar, minha maior preocupação tem sido a falta de dinheiro para as despesas e contas atrasadas. Não tem sido fácil fazer esse tratamento e criar minha filha sempre tendo que contar com a ajuda das pessoas. Mas, espero que logo eu me recupere e possa levar uma vida normal novamente e retribuir, de alguma forma, toda ajuda que já recebi. Por isso venho aqui pedir a sua ajuda, com qualquer valor ou, se não for possível, compartilhando essa história para que outras pessoas conheçam. 

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador da vaquinha e não representam a opinião ou endosso da plataforma Vakinha.

Todos os direitos reservados. 2021